Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/33888
Title: Caracterização geoquímica das condições de deposição sedimentar de um perfil vertical do Baixo Vouga Lagunar
Author: Couto, André Domingues
Advisor: Patinha, Carla
Azevedo, Maria do Rosário
Keywords: Baixo Vouga Lagunar (BVL)
Sedimentos
Águas intersticiais
Ambientes deposicionais
Defense Date: 22-Dec-2021
Abstract: O Baixo Vouga Lagunar (BVL) alberga uma importante área agrícola e localizase na zona mais interior da “Ria de Aveiro”, na confluência do rio Vouga com esta laguna. Esta zona tem vindo a sofrer transformações, ao longo das últimas centenas de anos, quer naturais, resultantes da formação da própria laguna, quer antrópicas, com intervenções no modelado paisagístico e em construções de proteção na “Ria de Aveiro”. Estas ações têm vindo a traduzir-se, por exemplo, na subida do nível do mar e, consequentemente, na salinização dos solos agrícolas. No âmbito deste trabalho foi realizada uma sondagem (S1), até uma profundidade de 12 m, localizada num campo agrícola, junto à linha do comboio. Embora a área onde foi efetuada esta sondagem não esteja sujeita a uma influência preponderante da hidrodinâmica lagunar, as descargas fluviais podem contribuir para a inundação marginal da “Ria de Aveiro” e afetar toda esta área. Pretendeu-se com este trabalho contribuir para o conhecimento sedimentológico e geoquímico de um perfil vertical na zona do BVL e avaliar o impacto dos processos naturais e antrópicos na dependência da dinâmica deposicional da laguna de Aveiro. A partir do seccionamento da sondagem foram colhidas e analisadas amostras dos sedimentos e água intersticiais, designadamente os parâmetros físicoquímicos e a composição geoquímica. Nos sedimentos foram ainda analisados os parâmetros granulométricos. Os resultados mostram que, de um modo geral, as camadas basais da sequência contêm material mais grosseiro, pH básico e baixos teores de matéria orgânica. Estes dados sugerem a dominância de um ambiente deposicional de maior energia e sob influência marinha. As camadas mais superficiais apresentam uma maior variabilidade destes parâmetros, o que pode significar uma maior diversidade de ambientes deposicionais, isto é, uma alternância de regimes mais ou menos energéticos. A composição geoquímica dos sedimentos e das águas intersticiais confirma a existência de regimes de deposição sedimentar diferenciados; na parte basal da coluna de sedimentos, sugerem um ambiente de influência marinha, com valores mais elevados de Ca, Sr e Na, enquanto os níveis superiores indiciam contributos terrestres (fluviais). No topo da coluna verifica-se ainda a influência antrópica com valores mais elevados em Cu e Pb.
The Baixo Vouga Lagunar (BVL) hosts an important agricultural area and is located in the innermost part of the “Ria de Aveiro”, at the confluence of the Vouga river with this lagoon. This area has been subject to several transformations over the last hundreds of years, either natural, resulting from the formation of the lagoon itself, or anthropogenic, with interventions in the landscape modelling and protection constructions in the “Ria de Aveiro”. These actions have been resulting, for example, in sea level rising and, consequently, in the salinization of agricultural soils. As part of this work, a drill core sampling was carried out (S1) to a depth of 12 m, located in an agricultural field, next to the train line. Although the area where this drilling was carried out is not subject to a preponderant influence of the lagoon hydrodynamics, the river discharges can contribute to the marginal flooding of the “Ria de Aveiro” and affect this entire area. The aim of this work was contributing to the sedimentological and geochemical knowledge of a vertical profile in the BVL zone and to evaluate the impact of natural and anthropogenic processes depending on the depositional dynamics of the Aveiro lagoon. Through sectioning of the drill core, samples of sediments and pore water were collected and analysed, namely the physicochemical parameters and the geochemical content. The granulometric parameters were also determined in the sediments. The results show that the basal layers of the sequence contain coarser material, alkaline pH and low levels of organic matter. These data suggest the dominance of a higher energy and marine-influenced depositional environment. The more superficial layer present greater variability of these parameters, which means diversity of depositional environments, that is, an alternation of more or less energetic regimes. The geochemical composition of sediments and interstitial waters confirms the existence of different sedimentary deposition regimes: marine-dependent in the basal part of the sediment column, showing higher values of Ca, Sr and Na; while in the upper strata indicate terrestrial (fluvial) contributions. The topmost column sequence highlights the anthropic contributions expressed by higher Cu and Pb amounts.
URI: http://hdl.handle.net/10773/33888
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
DGeo - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_André_Couto.pdf6.44 MBAdobe PDFembargoedAccess


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.