Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/25866
Title: Psicopatologia e desenvolvimento pós-traumático em vítimas de violência doméstica : relações próximas e de intimidade
Author: Alves, Adriana Isabel Abreu
Advisor: Monteiro, Sara Otília Marques
Keywords: Violência doméstica
Vítimas
Sintomatologia psicopatológica
Vinculação
Intimidade
Desenvolvimento pós-traumático
Issue Date: 12-Jul-2018
Abstract: A pertinência do estudo que aqui se apresenta prende-se com o facto de a problemática da violência doméstica ser multidimensional e complexa, devendo ser estudada e analisada nas suas diversas vertentes, constituindo um contributo no sentido de melhor compreender toda a vivência experienciada pela vítima. Este estudo, transversal, de natureza descritiva e correlacional, pretende, essencialmente conhecer e caracterizar variáveis subjacentes a mulheres vítimas de violência doméstica assim como, contribuir para um conhecimento teórico e clínico e intervenções mais eficazes neste âmbito. Para tal, foi recolhida uma amostra de 33 participantes vítimas de Violência Doméstica (VD) e acompanhadas pelo Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica de Viseu (NAVVD) em 2018 e utilizou- se um questionário sociodemográfico, Inventário de Sintomas Psicopatológicos (BSI), Escala de Avaliação da Intimidade na relação (PAIR), Escala de Relações Próximas- Estruturas Relacionais (ERP-ER) e Inventário de Desenvolvimento Pós-traumático (PTGI). Os resultados obtidos permitem-nos concluir que as vítimas apresentam maior sintomatologia nas dimensões de obsessão-compulsão, ansiedade e ideação paranoide. A sintomatologia psicopatológica não se correlaciona com as caraterísticas sociodemográficas das vítimas. O grupo que não se encontra atualmente numa relação indica maior perceção de recursos e competências pessoais e fortalecimento das relações interpessoais. O grupo que se encontra numa relação apresenta valores de evitamento mais elevados
The purpose of the study presented here is related to the fact that the problem of domestic violence is multidimensional and complex, which must be studied and analyzed in all the aspects, constituting a contribution to better understand all the experience experienced by the victim. Thus, this cross-sectional, descriptive and correlational study intends essentially to know and characterize the variables underlying women victims of domestic violence as well as to contribute to a theoretical and clinical knowledge and more effective interventions in this area. To that end, a sample of 33 participants who were victims of Domestic Violence (VD) and accompanied by the Victims of Domestic Violence Center of Viseu (NAVVD) were collected in 2018 and a sociodemographic questionnaire, Inventory of Psychopathological Symptoms (BSI), Relative Intimacy Rating Scale (PAIR), Relational Relationships-Relational Structures (ERP-ER), and Posttraumatic Development Inventory (PTGI) were apllied. The results obtained allow us to conclude that the victims present greater symptomatology in the dimensions of obsession-compulsion, anxiety, as well as paranoid ideation. The symptomatology does not correlate with the sociodemographic characteristics of the victims. The group that is not currently in the relationship indicates a greater perception of personal resources and competences and the strengthening of interpersonal relationships. The group in a relationship has higher avoidance values
URI: http://hdl.handle.net/10773/25866
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento.pdf685.28 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.