Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/14483
Title: ZnO NP and PU/ZnO NP composites for controlled delivery of Ibuprofen
Other Titles: ZnO NP e compósitos PU/ZnO NP para libertação controlada de Ibuprofeno
Author: Debelak, Kyle Jacob
Advisor: Costa, Maria Elisabete Jorge Vieira da
Fernandes, Maria Helena Figueira Vaz
Keywords: Engenharia de materiais
Óxido de zinco
Materiais compósitos
Poliuretanos
Sistemas de administração de fármacos
Defense Date: 2014
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: For the design of drug delivery systems, in which a large amount of drug should be stored and released over a sustained period of time, utilization of nanostructures is frequently advantageous as their high specific surface areas are beneficial for adsorptive drug loading. Additionally, the use of nanostructured drug carriers in concert with polymeric materials in composite drug delivery systems affords control over the drug release characteristics. While many combinations of materials can be imagined, the use of zinc-oxide and poly(urethane) is of particular interest in that nanostructures based on the former are easily producible and the latter is already an established material in biomedical applications. In this investigation, various aspects of the drug delivery properties were examined. In particular, the effects of altering the amount of drug loaded (by loading in solutions of 1, 2, 10, and 20 mg ibuprofen/mL ethanol) were studied and it was demonstrated that the amount of drug loaded can be controlled, which is important for customizing dosages in drug delivery systems. Additionally, the role of a washing procedure after loading the nanoparticles was examined in order to show that these procedures influence the drug loading by removal of loosely bound layers of drug. In completion of this study, the release of ibuprofen from both pure zinc oxide nanoparticles and the composites with poly(urethane) was investigated by tracking the concentration of drug present in a phosphate buffered saline solution containing the drug carrier with respect to time. In order better understand the mechanisms of drug release and analyze the degradation processes of the drug carrier, SEM images were produced for the samples at various times during the drug release process.
Para projectar um sistema de entrega de fármacos, em que se pretende armazenar uma grande quantidade de fármaco a ser libertada durante um período de tempo longo, é vantajoso recorrer a nanoestruturas com elevada área específica para o carregamento do fármaco por processos adsortivos. Além disso, a combinação de transportadores nanoestruturados com materiais poliméricos, formando sistemas compósitos para a entrega de fármacos pode proporcionar o controlo de certos parâmetros associados à libertação do fármaco. Entre as várias combinações possíveis, o óxido de zinco (ZnO) e o poliuretano (PU) oferecem um particular interesse dado ser possível preparar ZnO nanoestruturado e o PU ser um polímero com reconhecida aptidão para aplicações médicas. Neste trabalho, estudaram-se vários aspectos do processo de libertação de um fármaco modelo (o ibuprofeno) a partir de nanoestruturas de óxido de zinco e de compositos ZnO/PU. Em particular, estudaram-se os efeitos da variação da carga do fármaco usando soluções etanólicas com diferentes concentrações do fármaco,i.e. 1, 2, 10, e 20 mg de ibuprofeno / mL de etanol, tendo-se demonstrado que por esta via se pode controlar a carga do fármaco , o que é importante para personalização da dose em sistemas de entrega de fármacos. Além disso, a importância dos procedimentos de lavagem das nanoestruturas após carregamento do fármaco foi também avaliada, concluindo-se que tais procedimentos condicionam a carga de fármaco por remoção das camadas de fármaco fracamente adsorvidas. Estudou-se também a libertação de ibuprofeno a partir das nanoestruturas de óxido de zinco puro e dos compositos ZnO/PU, medindo a variação no tempo da quantidade de fármaco libertada em solução tampão de fosfato. Os perfis de libertação do fármaco aliados às imagens de microscopia electrónica (SEM) dos materiais obtidas no fim de diferentes períodos de tempo de libertação são usados neste trabalho para discutir os mecanismos de libertação do fármaco e avaliar a sua relação com a degradação do material em análise.
Description: Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais
URI: http://hdl.handle.net/10773/14483
Appears in Collections:DEMaC - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese.pdf31.09 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.