Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/11488
Title: A morte e o luto em contexto escolar: das vivências na primeira pessoa à (re) significação do conceito de escola acolhedora
Author: Granja, Ana Maria Andeiro
Advisor: Costa, Nilza Maria Vilhena Nunes da
Rebelo, José Eduardo da Silva Campos
Keywords: Luto
Atitudes perante a morte - Adolescentes
Perda (Psicologia)
Morte
Desenvolvimento psicológico
Relações pais-filhos
Papel dos professores
Holismo - Educação
Defense Date: 2013
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A morte é, porventura, o grande tabu da sociedade ocidental contemporânea, fenómeno com clara ressonância na forma como os sobreviventes vivenciam o luto por perda de figura significativa. Numa sociedade que se mantém à margem da morte, as emoções decorrentes do luto são escamoteadas e reprimidas, com sérios riscos para a saúde mental dos enlutados. Essa conspiração do silêncio desagua também nos contextos educativos, onde os valores da juventude, do bem-estar, do prazer e da felicidade, quase não deixam espaço para o sofrimento e a morte. Deste modo, este estudo pretende ser uma contribuição para a compreensão dos efeitos do processo de luto em alunos adolescentes, nomeadamente ao nível do seu desempenho escolar, e, concomitantemente, para a análise do tipo de apoio que a comunidade educativa proporciona a esses alunos, com enfoque no papel dos professores (em geral) e dos diretores de turma (em particular). Pretende ainda apresentar estratégias interventivas, a implementar nas escolas, potenciadoras de uma educação para a vida, mesmo em circunstâncias de morte, e para a gestão do luto, que se revelem promotoras de um lidar pedagógico inclusivo. Sendo o luto um processo que afeta o indivíduo em todas as dimensões que o definem, um paradigma educacional que encontre na complexidade a sua matriz identitária, foi assumido neste estudo como o único capaz de resgatar a importância da gestão equilibrada dos afetos no processo de ensinoaprendizagem. À luz deste paradigma que assume um princípio de totalidade, partindo da totalidade, ou seja, que promove o desenvolvimento do ser humano na sua multidimensionalidade, assumimos também que a missão suprema e última da educação é a construção do sujeito ético. E é nos marcos de uma educação integral, humanista e ética, de responsabilidade pelo Outro, que ganha contornos a figura do professor cuidador, como sendo alguém atento às necessidades emocionais dos seus alunos. Do ponto de vista metodológico, esta investigação desenvolveu-se de acordo com uma abordagem de natureza predominantemente qualitativa, interpretativa e complexa e o estudo realizado centrou-se em três fases, tendo a recolha de dados decorrido entre setembro de 2009 e setembro de 2012: (i) Estudo exploratório, dirigido aos Diretores das 61 escolas secundárias do Distrito do Porto, com base num questionário adaptado, com o objetivo de sustentar a importância e pertinência do estudo principal e recolher indicadores para o orientar; (ii) Estudo de Caso Coletivo, envolvendo três alunas adolescentes em luto por perda de pai. Na primeira parte, e com vista à caracterização do contexto, a escola frequentada pelas três alunas, procedeuse à análise documental, concretamente do Projeto Educativo, mas também ao inquérito por entrevista a vários agentes da comunidade educativa: o Diretor, a Psicóloga, a Coordenadora dos Diretores de Turma do ensino secundário e seis Diretores de Turma. Na segunda parte, procedeu-se a uma abordagem holística e aprofundada da complexidade inerente a cada caso, procurando dar “voz” à forma única como cada uma das alunas vivenciou, significou e enfrentou a sua experiência de luto, tendo-se recorrido ao inquérito por entrevista. De forma a cruzar perspetivas de vários informantes, e identificar significados transversais, complementares ou alternativos, foram também entrevistadas as Encarregadas de Educação e os Diretores de Turma das alunas; (iii) Caraterização das conceções de professores sobre a temática em análise e validação de propostas de intervenção a implementar nas escolas, mobilizando-se, assim, dimensões emergentes das Fases I e II da investigação, mas também do quadro teórico que sustentou o estudo. Para a recolha de dados, foi construído um questionário que se aplicou aos professores do 2º e 3º ciclos do ensino básico e ensino secundário do Agrupamento onde se centrou o estudo de caso desenvolvido na Fase II. Procurando uma leitura global dos resultados obtidos e corroborando o que é amplamente defendido na literatura da especialidade, o estudo demonstra o impacto negativo que o luto tem no desempenho escolar e revela que o padrão afetivo da ambiência escolar não é favorável à expressão emocional de alunos enlutados, prevalecendo uma atitude de evitação por parte dos colegas e professores, o que sugere a necessidade de serem trilhados novos caminhos, por um lado, ao nível da formação de professores e, por outro lado, através da implementação em contexto escolar de uma intervenção pedagógica que eduque para a vida, mas sem descurar os fenómenos de perda afetiva significativa e respetivas vivências de luto. Deste estudo sai também reforçada a responsabilidade acrescida dos Diretores de Turma na constituição de um ethos de suporte envolvendo alunos em luto, cabendo-lhes um importante papel na articulação entre os vários agentes da comunidade educativa. Em suma: para além da necessidade de repensar o perfil de competências dos professores, mais consentâneo com o paradigma de escola acolhedora, deste estudo ressalta também a premência de validar na prática propostas de intervenção articuladas, consistentes e, sobretudo, éticas.
Death is, perhaps, the greatest taboo of contemporary Western society. It is a phenomenon that clearly affects the bereaved when experiencing the loss of loved one. In a society that keeps death aside, emotions caused by bereavement are covered up and repressed, thus posing serious risks to the mental health of bereaved people. This conspiracy of silence is extended to an educational context, in which values like youth, wellbeing, pleasure and happiness do not allow suffering and death. Therefore, the purpose of this study is to contribute to understand the effects of bereavement in adolescent students, especially their academic performance, while analysing the type of support provided by the educational community, namely teachers and form teachers. The study also aims to present intervention strategies to be implemented in schools that encourage education for life - even in circumstances brought by death - and help managing bereavement with an inclusive pedagogical approach. Since bereavement affects individuals in all their defining elements, an educational paradigm based on the complexity of its identity was adopted in this study as it takes into account the importance of a balanced management of affections during the teaching/learning process. In light of this paradigm, which encompasses (and stems from) a principle of totality, i.e., considers the multidimensional character of human beings, the ultimate goal of education is the construction of an ethical being. An integral, humanist and ethical education, with a responsibility to the Other, gives shape to the figure of the teacher-carer who is attentive to the students’ emotional needs. From a methodological point of view, this study followed an interpretative and complex qualitative approach. Data was collected between September 2009 and September 2012, and the study was divided into three stages: (i) An exploratory study based on an adapted questionnaire answered by the headteachers of the 61 secondary schools in the Porto District, with the aim to sustain the importance and pertinence of the main study and collect indicators; (ii) A collective case study of three bereaved adolescent students who lost their fathers. In the first part, the Educational Project and the interviews given by various educational agents (the head teacher, the psychologist, the coordinator of secondary education form teachers and six form teachers) were analysed with the view to characterise their school. In the second part, each case was analysed in detail with a holistic approach, with the aim to ‘voice’ the unique way each student lived, and faced bereavement through an interview. The mothers and form teachers of the three students were also interviewed in order to intersect various perspectives and identify transversal, complementary or alternative significances; (iii) Characterisation of the teachers’ conceptions on this subject, and the validation of intervention proposals to be implemented in schools, thus resorting to Stages I and II of this study and also the theoretical framework behind it. A questionnaire was designed to collect data and was answered by secondary and basic (2nd and 3rd cycles) education teachers of the aforementioned area in which the case study of Stage II was developed. By making a global interpretation of the results obtained, and according to what is widely advocated in the literature, the study shows the negative impact of bereavement on academic performance and reveals that the standard of affections in the school environment does not encourage bereaved students to express their emotions. Avoidance prevails among fellow students and teachers, suggesting the need to pave the way for teacher training, on one hand, and pedagogical intervention that educates for life, on the other, without overlooking phenomena of loss and bereavement. The study also reinforces the added responsibility of form teachers in forming an ethos of support towards bereaved students, by giving the former the task of coordinating the various educational agents. To sum up, in addition to rethinking teaching competences that are more in line with the ‘hosting school’ paradigm, this study also emphasises the need to validate joint, consistent and especially ethical intervention proposals.
Description: Doutoramento em Didáctica e Formação - Didática e Desenvolvimento Curricular
URI: http://hdl.handle.net/10773/11488
Appears in Collections:UA - Teses de doutoramento
DE - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdf6.87 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.