Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/33474
Title: Relationship between entrepreneurial competencies and entrepreneurial behavior among higher education students
Other Titles: Relação entre competências empreendedoras e comportamento empreendedor de estudantes do ensino superior
Author: Adeel, Shahzada
Advisor: Daniel, Ana Isabel Dias
Botelho, Anabela
Keywords: Entrepreneurship
Entrepreneurial alertness
Opportunity recognition
Entrepreneurial motivation
Entrepreneurial intention
Entrepreneurial behavior
Defense Date: 27-Jan-2021
Abstract: Entrepreneurship is an ability of individuals to turn ideas into actions, being acknowledged as an economic driver for society. It is also considered as an important factor for the market economy as it focusses on wealth and job creations. Entrepreneurship helps the society to eradicate poverty, enhance the innovation and increase its productive capacity. Considering, that the world is currently facing the consequences of the COVID19 pandemic, both economically and socially, it is even more relevant to promote entrepreneurship, as the creation of new companies is crucial to relaunch the economies of the countries affected by the pandemic. So, the promotion of entrepreneurship education becomes even more pressing. The governments and universities’ managers put their efforts to instil the entrepreneurial spirits on students, by promoting entrepreneurship courses in universities. However, some researchers found entrepreneurship education ineffective to develop the right skills among the university students, especially those related to the recognition of existing and overlooked opportunities. In order to better understand the most relevant competences that should be promoted in the context of entrepreneurship education, this study focused on the antecedents of entrepreneurial behaviour among higher education students, and how these are affected by gender and entrepreneurship education. More specifically, this study explores the concept of entrepreneurial alertness, how this concept has evolved since the seminal work Kirzner in 1973, through a literature review. In this case, the content analysis revealed five main research trends where entrepreneurial alertness is considered an element of the market process (2000-2004), a perceptual variable that influences an individual’s decision to become an entrepreneur (2005-2008), a dynamic capability of both entrepreneurs and employees (2009-2011), a skill that can be developed through education (2012-2017), and a factor that influences a firm’s performance and a source of competitive advantage (2018-2019). Therefore, over the years the research on entrepreneurial alertness has evolved from the focus on the individual to that of the company, and it is now recognized as a key factor of organizational success. Based on the literature review, it was proposed a theoretical model that explores the relationships among prior knowledge, entrepreneurial alertness, opportunity recognition, entrepreneurial motivation, entrepreneurial intention, and entrepreneurial behavior using a sample of 1290 students from three Portuguese universities. To test the hypotheses, data was analyzed using the SPSS-25 and AMOS-24 software. The results show that all relationships are positively significant, lending empirical support to the hypotheses. The empirical findings also indicate that entrepreneurial alertness and prior knowledge are the antecedents of opportunity recognition. Also, prior knowledge has a significant impact on entrepreneurial alertness and opportunity recognition. Moreover, prior knowledge has a stronger indirect impact on opportunity recognition through entrepreneurial alertness compared to its direct impact. Our results also revealed that entrepreneurial alertness has a stronger direct impact on opportunity recognition compared to its indirect impact through entrepreneurial motivation. In addition, entrepreneurial motivation positively influences the opportunity recognition and entrepreneurial intention. Likewise, opportunity recognition has a significant impact on entrepreneurial intentions which, in turn, positively influence the entrepreneurial behavior among higher education students in the Portuguese context. The results of the multi-group analysis showed that students enrolled in entrepreneurship education are better able to recognize opportunities by being alert, and to express higher entrepreneurial motivations and intentions, leading to superior entrepreneurial behaviour when compared to students without entrepreneurship education. Moreover, by comparing the responses of female and male students, the results indicate that female students show lower entrepreneurial alertness and opportunity recognition capacity when compared to their male counterparts. The present study is also novel in several ways. First, the present study has integrated previous constructs to form a comprehensive model. Second, the study explores the relationship between entrepreneurial alertness and development of specific personal motivations, which is not studied in literature. Third, there is no Portuguese study using this model that has been tested on higher education level students.
O empreendedorismo é a capacidade dos indivíduos em transformar as ideias em ações, sendo reconhecido como um impulsionador econômico para a sociedade. Este também é considerado um fator importante para a economia de mercado, pois promove a criação de riqueza e empregos. O empreendedorismo ajuda a sociedade a erradicar a pobreza, potencializar a inovação e aumentar sua capacidade produtiva. Considerando que o mundo enfrenta atualmente as consequências da pandemia COVID19, tanto ao nível económico como social, torna-se ainda mais relevante promover o empreendedorismo, visto que a criação de novas empresas é fundamental para relançar as economias dos países afetados pela pandemia. Assim, a promoção da educação para o empreendedorismo torna-se ainda mais premente. Os governos e gestores da universidade envidam esforços para incutir o espírito empreendedor nos alunos. Promovendo cursos de empreendedorismo nas universidades. No entanto, alguns investigadores consideraram a educação para o empreendedorismo ineficaz para desenvolver as habilidades certas entre os estudantes universitários, especialmente aquelas relacionadas com o reconhecimento de oportunidades existentes e negligenciadas. Com o objetivo de compreender melhor as competências mais relevantes que devem ser promovidas no contexto da educação para o empreendedorismo, este estudo incidiu sobre os antecedentes do comportamento empreendedor entre estudantes do ensino superior e como estes são afetados pela educação para o empreendedorismo e o género. Mais especificamente, este estudo explora o conceito de alerta empreendedor, como este conceito evoluiu desde a obra seminal de Kirzner em 1973, por meio de uma revisão da literatura. Neste caso, a análise de conteúdo revelou cinco tendências principais de pesquisa em que o alerta empreendedor é considerado um elemento do processo de mercado (2000-2004), uma variável percetual que influencia a decisão de um indivíduo em se tornar um empreendedor (2005-2008), uma capacidade dinâmica de empreendedores e funcionários (2009-2011), uma habilidade que pode ser desenvolvida por meio da educação (2012-2017), e um fator que influencia o desempenho de uma empresa e uma fonte de vantagem competitiva (2018-2019). Portanto, ao longo dos anos, a investigação sobre o alerta empreendedor alterou o foco do indivíduo para o da empresa, sendo hoje reconhecida como um fator-chave para o sucesso organizacional. Com base na revisão da literatura, foi proposto um modelo teórico que explora as relações entre o conhecimento prévio, o alerta empreendedor, o reconhecimento de oportunidades, a motivação empreendedora, a intenção empreendedora e o comportamento empreendedor numa amostra de 1290 alunos de três universidades portuguesas. Para testar as hipóteses, os dados foram analisados por meio dos softwares SPSS-25 e AMOS-24. Os resultados mostram que todas as relações são positivamente significativas, dando suporte empírico às hipóteses. Os resultados empíricos também indicam que o alerta empreendedor e o conhecimento prévio são os antecedentes do reconhecimento de oportunidades. Além disso, o conhecimento prévio tem um impacto significativo no alerta empreendedor e no reconhecimento de oportunidades. Mais especificamente, o conhecimento prévio tem um impacto indireto mais forte no reconhecimento de oportunidades por meio do alerta empreendedor em comparação com seu impacto direto. Os resultados também revelaram que o alerta empreendedor tem um impacto direto mais forte no reconhecimento de oportunidades em comparação com seu impacto indireto por meio da motivação empreendedora. Por sua vez, a motivação empreendedora influencia positivamente o reconhecimento da oportunidade e a intenção empreendedora. Da mesma forma, o reconhecimento de oportunidades tem um impacto significativo nas intenções empreendedoras que, por sua vez, influenciam positivamente o comportamento empreendedor dos alunos do ensino superior no contexto português. Os resultados da análise multigrupo mostraram que os alunos matriculados em cursos de educação para o empreendedorismo são mais capazes de reconhecer oportunidades por estarem alertas e de expressar maiores motivações e intenções empreendedoras, levando a um comportamento empreendedor superior quando comparados aos alunos sem educação para o empreendedorismo. Além disso, ao comparar as respostas de alunos do sexo feminino e masculino, os resultados indicam que os alunos do sexo feminino apresentam menor alerta empreendedor e capacidade de reconhecimento de oportunidades quando comparados aos do sexo masculino. O presente estudo é novo em vários aspetos. Em primeiro lugar, o presente estudo integrou constructos anteriores para formar um modelo mais abrangente. Em segundo lugar, o estudo explora a relação entre o alerta empreendedor e o desenvolvimento de motivações pessoais específicas, o que não é estudado na literatura. Em terceiro lugar, não existe nenhum estudo utilizando este modelo realizado no contexto português e que tenha sido testado em estudantes do ensino superior.
URI: http://hdl.handle.net/10773/33474
Appears in Collections:UA - Teses de doutoramento
DEGEIT - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Shahzada_Adeel.pdf4.05 MBAdobe PDFembargoedAccess


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.