Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/30344
Title: OrangeBee: contribuição do design para o consumo de desperdícios alimentares da cultura portuguesa
Author: Vitoriano, Bárbara Filipa de Castro
Advisor: Albino, Cláudia Regina da Silva Gaspar de Melo
Keywords: Design ativista
Sustentabilidade
Desperdício alimentar
Dieta mediterrânica
Food design
Defense Date: 16-Oct-2020
Abstract: Na presente dissertação afirma-se o papel do Design como mediador cultural e de informação e a utilização de alimentos como ferramenta de Design. A investigação tem como objetivo contribuir pelo design para o aproveitamento de partes de alimentos que são desperdiçadas por serem rejeitadas culturalmente em Portugal. Explorando metodologias de investigação de natureza qualitativa, através da revisão literatura estudamos e problematizamos, no contexto do tema em estudo, os conceitos de design ativista, sustentabilidade, desperdício alimentar, dieta mediterrânica e Food Design. Através de um exercício gráfico exploratório, desenvolveu-se o projeto introdutório que consistiu numa campanha de valorização das cascas de frutas que são normalmente rejeitadas na cultura gastronómica portuguesa de modo a desmistificar o valor nutricional desses alimentos considerados, por muitas pessoas, de resíduos. Pela investigação-ação desenvolveu-se uma experiência sensorial às cascas de laranja e os “laboratórios-cozinha I e II”, que culminaram no desenvolvimento do preparado fermentado OrangeBee, um produto alimentar resultante do trabalho multidisciplinar partilhado entre o Design e a Biotecnologia alimentar. Este produto insere-se na organolética da dieta mediterrânica a partir de subprodutos de indústrias nacionais, e foi criado para ser vendido em grandes superfícies comerciais, o que implicou um estudo das tendências do mercado, o desenvolvimento da marca e da embalagem, o desenvolvimento da sua comunicação e divulgação, e planos de marketing e económico. Os resultados que obtivemos com a validação do produto permitiram-nos concluir que é possível contribuir, pelo design, para uma alimentação benéfica para a saúde das pessoas, que simultaneamente é sustentável e com reduzido impacto ambiental, pela utilização dos alimentos como um todo, tanto a nível industrial, como pela divulgação destes hábitos a nível doméstico. Deste modo, acrescenta-se valor a sabores já apreciados na cultura Mediterrânica, não esquecendo as suas origens. No projeto, para além das preocupações com a sustentabilidade ambiental e do respeito pelos recursos do planeta e pela saúde dos consumidores, concluímos através do desenvolvimento das análises do mercado e económica, do progresso do mercado, da estratégia, da segmentação e posicionamento da marca, que a sustentabilidade económica de um produto alimentar é necessária para que este se mantenha positivamente no mercado.
In this dissertation, the role of Design as a cultural and information mediator and the use of food as a Design tool are stated. The research aims to contribute by design to the use of parts of food that are wasted because they are culturally rejected in Portugal. Exploring qualitative research methodologies, through literature review we studied and problematized, in the context of the subject under study, the concepts of activist design, sustainability, food waste, Mediterranean diet and Food Design. Through an exploratory graphic exercise, the introductory project was developed, which consisted of a campaign to enhance the fruit peels that are normally rejected in Portuguese gastronomic culture in order to demystify the nutritional value of these foods considered, by many people, to be waste. Through action research, a sensory experience was developed with orange peels and “kitchen laboratories I and II”, which culminated in the development of the fermented preparation OrangeBee, a food product resulting from the multidisciplinary work shared between Design and Food Biotechnology. This product is part of the organoleptics of the Mediterranean diet from by-products of national industries, and was created to be sold in large commercial areas, which implied a study of market trends, the development of the brand and packaging, the development of its communication and dissemination, and marketing and economic plans. The results we obtained with the validation of the product allowed us to conclude that it is possible to contribute, by design, to a beneficial diet for people's health, which is both sustainable and with reduced environmental impact, through the use of food as a whole, both industrial level, as well as the dissemination of these habits at the domestic level. In this way, value is added to flavors already appreciated in Mediterranean culture, not forgetting their origins. In the project, in addition to concerns about environmental sustainability and respect for the planet's resources and the health of consumers, we concluded through the development of market and economic analysis, market progress, strategy, segmentation and brand positioning, that the economic sustainability of a food product is necessary for it to remain positively on the market.
URI: http://hdl.handle.net/10773/30344
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
DeCA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Bárbara_Filipa_de_Castro_Vitoriano.pdf10.68 MBAdobe PDFembargoedAccess


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.