Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/29745
Title: Enfermeiro de família: um promotor da capacitação do cuidador informal familiar em contexto de visita domiciliária
Other Titles: Family nurse: a promoter of the empowerment of the informal family caregiver in the context of home visits
Author: Silva, Sónia Helena Marques da
Advisor: Loureiro, Helena Maria Almeida Macedo
Alvarelhão, José Joaquim Marques
Keywords: Enfermeiro de família
Cuidador informal familiar
Capacitação
Sobrecarga
Qualidade de vida
Defense Date: 19-Dec-2019
Abstract: Enquadramento: O presente relatório reporta-se ao estágio profissional desenvolvido na Unidade de Saúde Familiar Santa Joana. A sua elaboração promoveu a prática de uma reflexão crítica sobre o percurso realizado e sobre as competências desenvolvidas. O estágio serviu também de contexto à realização de um trabalho de investigação, baseado na problemática do cuidador informal familiar. Numa época verdadeiramente marcada por profundas transformações sociais, económicas e estruturais, o apoio às famílias que assumem o cuidado à pessoa com dependência apresenta-se como um desafio cada vez maior. Cuidar de alguém nestas circunstâncias, constitui uma tarefa complexa e exigente, com impacto importante na vida dos cuidadores e família, que será tanto mais evidente, quanto menos capacitados se encontrarem para o desempenho do papel. Objetivo: Dotar os cuidadores informais familiares de competências conducentes à diminuição de sobrecarga e consequente melhoria da qualidade de vida, por si percecionadas. Métodos: Realizou-se um trabalho que integrou o estudo de casos múltiplos e um ciclo de uma investigação-ação. Recorreu-se ao MDAIF como referencial teórico, cuja matriz operativa conduziu o processo de avaliação e intervenção familiar. Foi desenhado e implementado um programa de intervenção individualizado, em contexto de visita domiciliária, dirigido à capacitação de três cuidadores a quem havia sido, previamente, identificada perceção de sobrecarga elevada. Na avaliação pré intervenção, acedeu-se a um conjunto de informações provenientes de fontes diversas: QASCI, WHOQOL-bref, APGAR familiar, questionário de caracterização sociodemográfica do cuidador e de contextualização da prestação de cuidados, Índice de Barthel, matriz operativa do MDAIF, genograma, ecomapa, Escala de Graffar, e Escala de Readaptação Social de Holmes e Rahe. Na avaliação pós intervenção, com o objetivo de avaliar o impacto do programa nas variáveis sobrecarga e qualidade de vida, aplicou-se o QASCI e o WHOQOL-bref. Resultados: No que diz respeito à sobrecarga total, os dados encontrados mostraram uma melhoria relevante nos três cuidadores. Observou-se também uma redução da sobrecarga percebida na maioria das dimensões, com exceção do suporte familiar, que se manteve igual no cuidador II e III, e da dimensão satisfação com o papel e com o familiar em que o cuidador II também não percecionou mudança. Em relação à qualidade de vida, foi observada uma melhoria em todos os domínios, com destaque para as relações sociais, onde os cuidadores percecionaram uma subida mais relevante. Conclusão: O enfermeiro de família, por ser aquele que mais de perto acompanha o percurso de desenvolvimento dos cuidadores e famílias e, sendo por esse facto, o mais conhecedor da forma como se relacionam e se organizam, estará mais capaz para intervir no sentido de os dotar de competências que lhes permitam viver este evento de uma forma mais saudável.
Background: This report refers to the professional internship developed at the Santa Joana Family Health Unit. Its elaboration promoted the practice of a critical reflection on the progress made and on the skills developed. The internship also served as a context for carrying out a research study, based on the problem of the family informal caregiver. At a time truly marked by profound social, economic and structural changes, the support to families that provide care to the dependent person is an increasing challenge. Caring for someone in these circumstances is a complex and demanding task, with an important impact on the lives of caregivers and the family, which will be so much more evidente as they are less able to play the role. Objective: Provide informal family caregivers with skills that lead to decreased burden and consequent improvement in the quality of life perceived by them. Methods: This study included the study of multiple cases and a cycle of action research. The MDAIF was used as a theoretical framework, whose operational matrix led to the family assessment and intervention process. An individualised intervention programme was designed and implemented in the context of a home visit, aimed at empowerment three caregivers who were previously identified as having a high burden of care. In the pre-intervention assessment, we accessed a set of information from different sources: QASCI, WHOQOL-bref, Family APGAR, caregiver sociodemographic characterisation questionnaire and care provision contextualisation questionnaire, Barthel Index, MDAIF operational matrix, genogram, ecomap, Graffar Scale, and Holmes and Rahe Social Readaptation Scale. In the post-intervention evaluation, in order to assess the impact of the program on the variables burden and quality of life, the QASCI and the WHOQOL-bref were applied. Results: Concerning to the total burden, the data found showed a relevant improvement in the three caregivers. There was also a reduction in the perceived burden in most dimensions, with the exception of family support, which remained the same in the caregiver II and III, and the dimension satisfaction with the role and with the family, in which the caregiver II also did not perceive change. In relation to quality of life, an improvement was observed in all domains, with emphasis on social relationships, where caregivers perceived a more relevant increase. Conclusion: The family nurse, being the one who closely follows the development of caregivers and families and, therefore, the most knowledgeable about how they relate and organize themselves, will be better able to intervene in order to provide them skills that allow them to live this event in a healthier way.
URI: http://hdl.handle.net/10773/29745
Appears in Collections:ESSUA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento Sónia_Silva.pdf4.53 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.