Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/29704
Title: Sustentabilidade ambiental e desempenho financeiro: estudo de caso
Author: Sousa, Genoveva Oliveira
Advisor: Castro, Maria José Rodrigues Felício de Moura e
Keywords: Sustentabilidade ambiental e económica
Rentabilidade das empresas
Práticas ambientais
Indústria da pasta e do papel
Defense Date: 27-Jul-2020
Abstract: A Europa encontra-se empenhada no desafio duplo de estimular o crescimento necessário para criar emprego e bem-estar, e de garantir que a qualidade desse crescimento conduz a um futuro sustentável e de baixo carbono. As normas redigidas pela União Europeia têm que ser cumpridas pelos seus países constituintes, sendo que as empresas portuguesas têm que ter esses fatores em conta aquando da conceção da sua estratégia empresarial. Esta estratégia também tem que ser adaptada aos consumidores e às suas exigências, cada vez mais ligadas ao meio ambiente. A Gestão Comercial deve-se certificar que as empresas agem de acordo com as exigências dos seus consumidores, para que a sua imagem reflita aquilo que eles esperam. As indústrias podem ter impacto na poluição através da emissão de gases poluentes, poluição da água e dos solos. Desta forma, torna-se necessário reduzir o impacto negativo das indústrias no planeta, quer para o futuro da humanidade, quer para o futuro destas mesmas indústrias. O objetivo deste trabalho é obter evidência empírica sobre a existência ou não de normas ou regras a adotar para alcançar a sustentabilidade ambiental e económica, e analisar se as empresas deste estudo de caso cumprem ou não essas normas. Tendo como metodologia a análise qualitativa, o estudo focase em três empresas da indústria da pasta e do papel (The Naviagtor Compnay, Altri e Renova), procurando perceber se estas adotam práticas de sustentabilidade ambiental que culminem num benefício financeiro para as mesmas. A literatura evidencia que existem um conjunto de práticas que ajudam as empresas a atingir a sustentabilidade ambiental e financeira em simultâneo: cumprir a legislação existente e tomar medidas voluntárias, apostar na inovação ambiental, identificar contabilisticamente os gastos ambientais, utilizar os recursos de forma eficiente, entre outros. Feita a análise qualitativa a às empresas, os resultados evidenciam que estas se esforçam e trabalham para conseguir um bom desempenho financeiro e ambiental, sendo que todas as empresas têm aspetos a melhorar. A nível académico, este estudo permitiu confirmar a interação entre a sustentabilidade ambiental e económica, e fornece uma perceção de como a indústria da pasta e do papel atua em relação a esta temática, em Portugal. Este trabalho constituiu um contributo de valor para as empresas, pois compila vários comportamentos necessários para o bom desempenho ambiental e financeiro, podendo ser um guia de como aplicar uma estratégia de sustentabilidade ambiental, sem prejudicar economicamente a empresa. Por outro lado, para as empresas analisadas pode constituir um meio para perceber como melhorar a sua estratégia de sustentabilidade ambiental.
Europe is dedicated to the dual challenge of stimulating the growth needed to create jobs and well-being, and to ensure that the quality of that growth leads to a sustainable and low-carbon future. The standards drafted by the European Union must be accomplished by their constituent countries, and Portuguese companies must take these factors into account when designing their business strategy. This strategy also has to be adapted to consumers and their demands, which are increasingly linked to the environment. Commercial Management must make sure that companies act according to the demands of their consumers, so that their image reflects what they expect. Industries can impact pollution through the emission of polluting gases, water and soil pollution. Thus, it is necessary to reduce the negative impact of industries on the planet, both for the future of humanity and for the future of these same industries. The objective of this work is to obtain empirical evidence on the existence or not of norms or rules to be adopted to achieve environmental and economic sustainability, and to analyze whether companies achieve these norms or not. Using qualitative analysis as methodology, the study focuses on three companies in the pulp and paper industry (The Naviagtor Compnay, Altri and Renova), and tries to understand whether they adopt environmental sustainability practices that culminate in a financial benefit for them. The literature shows that there is a set of practices that help companies achieve environmental and financial sustainability simultaneously: comply with existing legislation and take voluntary measures, invest in environmental innovation, identify environmental expenditures in accounting, use resources efficiently, among others. The results of the qualitative analysis of the companies show that they strive and work to achieve a good financial and environmental performance, having nevertheless aspects to improve. At the academic level, this study allowed us to confirm the interaction between environmental and economic sustainability, and provides us with a perception of how the pulp and paper industry works in relation to this theme, in Portugal. This work has value to companies, as it compiles various behaviors necessary for good environmental and financial performance, and can be a guide on how to apply an environmental sustainability strategy, without economically harming the company. On the other hand, for the analyzed companies, it can be a form to understand how to improve their environmental sustainability strategy.
URI: http://hdl.handle.net/10773/29704
Appears in Collections:ESTGA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Genoveva_Oliveira_Sousa.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.