Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/29243
Title: The role of environmental variation, size-selective harvesting and diseases on the life-history traits of Iberian ibex
Other Titles: A influência das variações ambientais, caça seletiva e doenças nas características fenotípicas da cabra-montês
Author: Carvalho, João Luís Oliveira
Advisor: Fonseca, Carlos Manuel Martins Santos
Serrano Ferron, Emmanuel Antonio
Pettorelli, Nathalie
Keywords: Body condition
Capra pyrenaica
Game management
Habitat deterioration
Horn growth segments
Individual heterogeneity
Mediterranean ecosystems
Nutrition
Phenotypic plasticity
Population density
Sarcoptic mange
Trophy hunting
Defense Date: 18-Feb-2019
Abstract: Size-selective harvesting (e.g. trophy hunting) involves removing specific individuals that exhibit desirable phenotypes. The ecological and evolutionary consequences of selective harvesting are controversial because it remains unclear how environmental conditions dilute or strengthen the effects of this activity. In Spain, the trophy hunting of male Iberian ibexes (Capra pyrenaica Schinz, 1838), associated with the ongoing environmental changes of the Mediterranean basin, may have undesirable consequences on the phenotypic traits and population dynamics of this species. By analysing a comprehensive hunting inventory of individual body condition, and correspondent individual metrics, gathered from wild Iberian ibex populations, this thesis is aimed at investigating the direct and indirect pathways by which hunting strategy, environmental conditions, density-dependence factors and diseases (e.g. sarcoptic mange) influences the phenotypic traits of Iberian ibex. The first study (chapter 2), carried out in the Els Ports de Tortosa-Beseit National Hunting Reserve, northeast Spain, showed that ibexes diet includes a wide range of plant species, that both diet quality and composition follows a seasonal pattern driven by landscape heterogeneity and that the diversity of ibex diet, together with the heterogeneity of Mediterranean ecosystems, hamper the use of remotely sensed products (e.g. Normalized Difference Vegetation Index) to predict dietary features, i.e. systematic faecal samples are necessary to update the nutritional condition of ibex individuals. Then, two long-term observational studies highlighted the importance of habitat characteristics on the horn growth patterns of male ibexes. The first study (chapter 3) showed that habitat fostered significant horn growth differences among males and confirmed that compensatory horn growth does not occurs in male ibexes. The second study (chapter 4) demonstrated that pine forest encroachment accounted for the decrease of annual segments length over the last two decades and suggested that the selective removal of slow-growing, small-horned males could be important to mitigate the undesirable consequences of trophy hunting. The last study (chapter 5), carried out in the Sierra Nevada National Park, south Spain, indicated that the bottom-up regulation of body condition is disrupted by highly infectious parasitic diseases, such as the sarcoptic mange. Apart from representing an important scientific contribution towards a better understanding of Iberian ibex ecology, the results of this thesis have great implications for the management of Mediterranean ungulates and open a direct venue for scientific cooperation and collaborative planning. The synergies between hunters, game managers and researchers are of utmost importance to achieve the long-term sustainability of Iberian ibex populations.
A caça seletiva (e.g. caça troféu) consiste na remoção de indivíduos com determinadas características fenotípicas de uma população selvagem. Apesar de ser uma prática comum, as suas consequências ecológicas e evolutivas são controversas, pois não é claro se as condições ambientais diluem ou intensificam os efeitos desta atividade. Em Espanha, a exploração cinegética do macho-montês (Capra pyrenaica Schinz, 1838), através da caça troféu, juntamente com as alterações ambientais registadas na bacia Mediterrânica, podem traduzir-se num efeito indesejado nas características fenotípicas e dinâmica populacional da espécie. Mediante a análise de um extenso repositório de informação individual sobre métricas de crescimento e condição corporal, esta tese tem como principal objetivo determinar os efeitos diretos e indiretos da estratégia de caça, das condições ambientais, da densidade populacional e da sarna sarcótica nas características fenotípicas da cabra-montês. O primeiro estudo (capítulo 2), realizado na Reserva Nacional de Caça de Els Ports de Tortosa-Beseit, nordeste de Espanha, confirmou o quão sazonal e diversa é a dieta da cabra-montês em ambientes Mediterrânicos e demonstrou que a heterogeneidade dos ecossistemas Mediterrânicos torna necessária a realização de amostragens sistemáticas para a atualização dos dados relativos à dieta da espécie, um aspeto crucial para o desenvolvimento de diversos caracteres sexuais secundários. Posteriormente, dois estudos observacionais revelaram a importância do habitat nos padrões de crescimento dos segmentos córneos do macho montês. O primeiro (capítulo 3) demonstrou que a heterogeneidade individual da longitude dos anéis de crescimento é potenciada por diferenças no habitat e que os machos não são capazes de recuperar do crescimento deficitário dos anéis após um eventual período de défices nutricionais. O segundo (capítulo 4) evidenciou que o aumento da área de pinhal, e consequente diminuição da área de pastagens naturais, é um fator decisivo para o decréscimo contínuo da longitude dos anéis de crescimento ao longo das últimas duas décadas. Este último, sugere também que a extração seletiva de animais com reduzidas taxas de crescimento pode contribuir para a mitigação dos efeitos da caça troféu. O último estudo (capítulo 5), realizado no Parque Nacional de Sierra Nevada, sul de Espanha, revelou que a regulação da condição corporal exercida por aspetos ambientais e populacionais é quebrada por infeções parasitárias contagiosas, como a sarna sarcóptica. Além da sua importância ecológica, os resultados aqui reportados traduzem-se num conjunto de medidas de ampla aplicabilidade para a gestão das populações de cabra-montês. A presente tese reforça a importância das sinergias entre caçadores, gestores de caça e investigadores tendo em vista a sustentabilidade da atividade cinegética e das populações ibéricas de cabra-montês.
URI: http://hdl.handle.net/10773/29243
Appears in Collections:UA - Teses de doutoramento
DBio - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019 Carvalho PhD.pdf4.57 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.