Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/27974
Title: A determinação dos honorários de auditoria externa: evidência em Portugal e Espanha
Author: Silva, Ana Sofia Valente Cunha e
Advisor: Inácio, Helena Coelho
Vieira, Elisabete Fátima Simões
Keywords: Auditoria
Portugal
Espanha
Honorários
Independência
Qualidade
Defense Date: 29-May-2019
Abstract: A exigência cada vez maior de informação financeira credível e transparente tem colocado os auditores externos no foco principal, principalmente no que diz respeito aos seus honorários. Os auditores externos emitem uma opinião sobre a informação financeira da empresa e recebem um valor sobre esse serviço, valor esse que se muito elevado pode originar situações de dependência, mas se demasiado baixo pode não evidenciar o real esforço do auditor. Com este trabalho pretendeu-se assim analisar os diversos fatores que influenciam os honorários dos auditores externos para Portugal e Espanha dividindo-se o trabalho em três estudos. Nos dois primeiros estudos utilizou-se o modelo pooled OLS numa amostra constituída pelas empresas cotadas na bolsa de valores portuguesa (Euronext Lisbon) e nas quatro bolsas de valores espanholas (Valência, Madrid, Bilbao e Barcelona) para os anos de 2013, 2014 e 2015. O primeiro estudo visou aferir quais os fatores gerais, tais como dimensão, complexidade, risco, gestão de resultados da empresa auditada, non-audit fees, o tipo de empresa auditora e a rotação da empresa auditora, que influenciam a determinação dos honorários. O segundo estudo partindo da relevância do governo das sociedades para a transparência informativa visou aferir a influência das características do Conselho de Administração e do Órgão de Fiscalização na determinação dos honorários. O terceiro estudo através do método por questionário analisou o relacionamento entre a auditoria interna e a auditoria externa e o seu efeito nos honorários da auditoria. Os resultados indicam que a determinação dos honorários de auditoria é feita de forma diferente nestes países. Para a amostra portuguesa, verificou-se que a dimensão da empresa auditada influencia positivamente a determinação dos honorários de auditoria. Já para a amostra espanhola verificou-se que a dimensão, complexidade e risco da empresa auditada influenciam positivamente os honorários da auditoria externa. Verificou-se ainda que as big four cobram honorários mais elevados e no ano da rotação da empresa auditora os honorários cobrados são mais baixos. Também se verificou que um Conselho de Administração mais diligente exerce uma influência positiva no esforço da auditoria externa resultando em honorários mais elevados. Pelo contrário, quanto maior o capital detido pelo Conselho de Administração menor os honorários cobrados pois há uma menor preocupação em monitorizar a gestão o que resulta num menor esforço por parte dos auditores externos e, consequentemente, em honorários mais baixos. A análise do relacionamento entre a auditoria externa e interna complementa o estudo na medida em que apesar de não se revelar influenciadora na determinação dos honorários dos auditores externos vem mostrar que os auditores externos atribuem importância à auditoria interna e reconhecem que esta apresenta potencialidades que não devem ser ignoradas e que se revelam, portanto, vantajosas para a auditoria externa.
The increasing demand for credible and transparent financial information has placed external auditors in the main focus, especially with regard to their fees. External auditors give an opinion on the financial information of the company and receive a value for this service, which if very high can lead to situations of dependency but if too low may not evidence the real auditor’ effort. With this work we intend to analyze the various factors that influence external auditors' fees for Portugal and Spain, dividing the work into three studies. In the first two studies, it was used the pooled OLS model based on the sample of companies listed on the Portuguese stock exchange (Euronext Lisbon) and on the four Spanish stock exchanges (Valencia, Madrid, Bilbao and Barcelona) for the years 2013, 2014 and 2015). The first study aimed to assess the general factors such as size, complexity, the type of audit firm, risk, non-audit fees, earnings management, and the audit company's rotation, which influence the determination of fees. The second study, based on the relevance of corporate governance for information transparency, aimed to assess the influence of the characteristics of the Board of Directors and of the Supervisory Body in the determination of audit fees. The third study, using the questionnaire method, analyzed the relationship between internal audit and external audit and its effect on audit fees. The results indicate that the determination of audit fees is done differently in these countries. For the Portuguese sample, it was verified that the size of the audited company positively influences the determination of audit fees. For the Spanish sample, it was found that the size, complexity and risk of the audited company positively influence external audit fees. It was also noted that the big four charge higher fees and in the year of audit firm rotation the fees charged are lower. On the other hand, earnings management, contrary to expectations, was negatively related with external audit fees. It has also been found that a more diligent Board has a positive influence on the external audit effort resulting in higher fees. On the contrary, the higher the capital held by the Board of Directors, the lower the fees charged because there is less concern in monitoring the management, which results in a less effort of external audit and, consequently, in lower audit fees. The analysis of the relationship between external and internal audit complements the study because although it is not an influential factor in the determination of external audit fees shows that external auditors attach importance to internal auditing and recognize that it has potentialities that should not be ignored and therefore prove to be advantageous for external auditing.
URI: http://hdl.handle.net/10773/27974
Appears in Collections:UA - Teses de doutoramento
DEGEIT - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
documento.pdf1.8 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.