Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/27695
Title: O desenvolvimento humano enquanto centro de consciência das organizações: o contributo de Mary Parker Follett
Author: Pinto, Diana Isabel Rodrigues Loio
Advisor: Oliveira, Manuel Au-Yong
Szczygiel, Nina Katarzyna
Keywords: Desenvolvimento humano
Consciência das organizações
Filosofia da gestão
Gestão das organizações
Mary Parker Follett
Defense Date: 19-Dec-2019
Abstract: O desenvolvimento humano é um conceito para o qual não existe uma única definição. Têm sido feitas tentativas para mensurar o progresso evolutivo da humanidade, no entanto existe toda uma dimensão subjetiva por explorar. Nos anos 1920, Follett escrevia sobre a unidade, a integração e a importância de viver holisticamente. Para a autora, as organizações e a sua gestão são elementos essenciais da vida em comunidade. O interesse pela obra de Follett tem sido crescente, sendo que cerca de 60% das publicações científicas acerca da sua obra e contributo para a gestão das organizações foram efetuadas após 2001. De facto, a filosofia inerente a toda a dinâmica organizacional determinará e influenciará as interações e o comportamento das pessoas que fazem parte dessa organização. Assim, coloca-se a questão: de que forma poderá o desenvolvimento humano ser entendido enquanto centro de consciência das organizações? A resposta poderá estar na obra de Follett. O surgimento da questão de investigação, tal como a sua resolução, concretizou-se utilizando uma metodologia mista, dividida em três etapas. Na primeira etapa, de carácter exploratório, foi realizado um focus group, com o intuito de perceber de que forma o desenvolvimento humano é entendido face à tecnologia que caracteriza a sociedade atual. Foram, ainda, abordadas noções fundamentais de desenvolvimento humano, gestão e comportamento organizacional e espiritualidade e consciência das organizações. Na segunda etapa, foi apresentada uma revisão sistemática de literatura secundária de Follett, com vista a captar a aplicabilidade e reconhecimento da obra da autora nas práticas de gestão contemporâneas. A terceira etapa, consistiu numa revisão de literatura primária, evidenciando, no princípio central das relações humanas do pensamento de Follett, o desenvolvimento humano enquanto centro de consciência das organizações. A principal contribuição teórica desta investigação é a redescoberta do território intelectual que incorpora a dimensão humana e filosófica nas práticas de gestão das organizações. Uma consciencialização para a vertente holística da vida e, portanto, do direcionamento do foco da gestão organizacional para a dimensão do desenvolvimento humano, poderá conduzir a novas perspetivas e redefinir, assim, a natureza das relações humanas.
Human development is a concept for which there is no single definition. Attempts have been made to measure the evolutionary progress of humanity, yet there is still a whole subjective dimension to explore. In the 1920s, Follett wrote about unity, integration and the importance of living holistically. According to the author, organizations and management were essential elements of community life. Interest in Follett’s work has been growing; about 60% of the scientific publications about her work and its contribution to organizational management were made after 2001. Indeed, the philosophy inherent to all organizational dynamics will determine and influence the interactions and behaviour of its members. The research question is: how can human development be understood as the centre of consciousness of organizations? The answer may lie in Follett's work. The emergence of the research question, as well as its resolution, materialized using a mixed methodology, divided into three stages. In the first stage, exploratory in nature, a focus group was conducted in order to understand how human development is perceived in relation to the technology that characterizes today's society. Fundamental notions of human development, management and organizational behaviour and spirituality and awareness of organizations were also addressed. Secondly, a systematic review of Follett's secondary literature was presented in order to capture the applicability and recognition of the author's work in contemporary management practices. Finally, the third stage consisted of a primary literature review, capturing the central principle of human relations present in Follett's thought, with the human development approach as the centre of consciousness of organizations. The main theoretical contribution of this research is the rediscovery of the intellectual territory that incorporates the human and philosophical dimension in the management practices of organizations. An awareness of the holistic aspect of life, and therefore of the focus of organizational management on the human development dimension, could lead to new perspectives and thus redefine the nature of human relationships.
URI: http://hdl.handle.net/10773/27695
Appears in Collections:DEGEIT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
documento.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.