Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/25768
Title: Efeito do forçamento do vento e da amplitude da maré no assentamento do caranguejo Carcinus maenas na Ria de Aveiro
Author: Almeida, Maria João Maia Rocha de
Advisor: Queiroga, Henrique
Defense Date: 2001
Abstract: Durante 3 meses, entre 15 de Março e 15 de Junho de 2000, colheram-se diariamente megalopas e juvenis de Carcinus maenas na Ria de Aveiro (noroeste de Portugal), utilizando colectores de substrato artificial de assentamento. Foram também analisados dados de intensidade e direcção do vento, da amplitude da maré e do nível da água do mar para um período mais alargado que o da amostragem. Os três meses de amostragem evidenciaram a ocorrência de 2 episódios de assentamento de megalopas, cujos picos se situaram a 21 Abril e 14 de Junho. Os dados relativos aos juvenis corroboraram os episódios de assentamento observados. Análises utilizando tabelas de contingência não evidenciaram associações entre a amplitude da maré ou o nível de água do mar e o assentamento das megalopas. Contudo, as frequências de assentamento para C. maenas estavam principalmente associadas aos ventos que sopram para norte, para desfasamentos temporais de 6 e 4 dias (p<0,005). A análises efectuadas aos dados físicos mostraram-se concordantes com o regime de afloramento costeiro descrito para a costa noroeste de Portugal. Durante o presente estudo foram capturados número baixos de megalopas da espécie, consistentes com densidades relativamente baixas deste estágio larvar no plâncton. Dada a elevada densidade da população adulta de Carcinus maenas na Ria de Aveiro, parece razoável sugerir que a manutenção desta população seja conseguida graças a um número muito reduzido de recrutas. Deste modo, estamos, provavelmente, perante um sistema onde a dinâmica da população de Carcinus maenas é mais afectada pelo fornecimento de larvas, do que pelos processos pós-assentamento dependentes da densidade.
We used artificial substrate collectors to daily sample Carcinus maenas megalopae and juvenile in Ria de Aveiro estuary (northwest Portugal) during 3 months: March 15 to June 15, 2000. Several environmental forcing factors, namely, wind stress and direction, tidal amplitude and subtidal sea level were related to the timing of settlement. During the sampling period we identified two settlement peaks in April 21 and June 14. Juvenile data were consistent with these settlement episodes. The contingency analysis showed no association between tidal range or subtidal sea level and the input of megalopae to the estuary. However, recruitment episodes were positively associated with increasing northward component of daily wind stress, at time lags of 6 and 4 d (p<0.005). The analysis of the physical agents was consistent to the upwelling events that usually occur in the northwest coast of Portugal. The very low numbers of megalopae collected during this study was in agreement with the low densities of this larval stage in the plankton. Given the high density of the species adult population in the Ria de Aveiro, it appears that maintenance of the population is achieved in a background of low supply of megalopae. This would imply that density-dependent post-settlement processes are less important than supply of larvae for the dynamics of the population.
URI: http://hdl.handle.net/10773/25768
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
198.pdf1.48 MBAdobe PDF    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.