Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/23969
Title: A Influência dos sistemas de incentivo no desempenho das PME
Author: Santos, Marco Paulo Graça
Advisor: Vieira, Elisabete
Madaleno, Mara Teresa da Silva
Keywords: Incentivos
Inovação
Portugal 2020
Investimento
Desempenho
Defense Date: 2018
Abstract: A presente dissertação tem como objetivo averiguar se os incentivos recebidos pelas Pequenas e Médias Empresas (PME) tiveram influência ou não no seu desempenho posterior. Da amostra fazem parte 9 PME, cujas candidaturas ao Sistema de Incentivos (SI) à inovação produtiva PME foram aceites, para os 3 anos anteriores à candidatura e os 3 anos pós-investimento. Foi utilizada uma metodologia de dados em painel para perceber como se comportam as empresas financeiramente, antes e após o período de apoio à inovação. Os principais resultados sugerem que a intensidade de capital tem um impacto positivo na Rentabilidade Operacional do Ativo (ROA) e no lucro, que é alvo tanto de suporte como de contradição em estudos previamente realizados. Todavia, a intensidade exportadora afeta negativamente a Rentabilidade dos Capitais Próprios (RCP) e, consequentemente a variável export dummy influencia a ROA e o crescimento do ativo, contrariando estudos previamente realizados.
The purpose of this dissertation is to investigate whether or not the incentives received by Small and medium Enterprises (SMEs) influenced their subsequent performance. The sample includes 9 SMEs, whose applications to the incentive system for productive innovation SMEs were accepted, for the 3 years before the application and the 3 years after investment. It was used a panel data methodology to understand how do firms behave in financial terms, before and after the period of innovation support. The main results suggest evidence that capital intensity has a positive impact on Return on Assets (ROA) and profit, which is both a source of support and contradiction in previous studies. However, export intensity negatively affects Return on Equity (ROE) and, consequently, the export dummy influences ROA and asset growth, contrary to previous studies.
URI: http://hdl.handle.net/10773/23969
Appears in Collections:DEGEI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Santos, Marco Paulo Graça.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.