Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/23138
Title: Espiritualidade, qualidade de vida e stress em estudantes universitários
Author: Pereira, Manuel Filipe de Oliveira
Advisor: Monteiro, Sara Otília Marques
Pereira, Anabela Sousa
Keywords: Psicologia clínica
Stresse (Psicologia)
Alunos do superior
Qualidade de vida
Espiritualidade - Ensino superior
Emoções
Defense Date: 2018
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A entrada no Ensino Superior é um período de transição emocionalmente exigente. Alguns estudantes universitários reportam stress e um comprometimento da qualidade de vida. O presente estudo pretendeu (i) explorar o papel do género no ajustamento psicossocial de estudantes universitários; (ii) e a associação entre espiritualidade, a vulnerabilidade ao stress e a qualidade de vida. A amostra incluiu 308 estudantes da Universidade de Aveiro. Os participantes preencheram a Escala de Espiritualidade, o World Health Organization Quality of Life – Bref (WHOQOL-Bref) e o Questionário de Vulnerabilidade ao Stress (23 QVS). Os resultados obtidos apontaram para diferenças de género ao nível da espiritualidade e vulnerabilidade ao stress. Os estudantes universitários do sexo feminino apresentaram mais crenças de espiritualidade e pontuações mais elevadas ao nível global da vulnerabilidade ao stress e, mais especificamente, nos domínios perfecionismo e intolerância à frustração e dramatização da existência. Foram encontradas também associações significativas entre a espiritualidade e ajustamento psicossocial dos estudantes. Em particular, o aumento da esperança/otimismo estavam relacionados à diminuição da vulnerabilidade ao stress e promoção dos domínios físico, psicológico, das relações sociais e ambiental da qualidade de vida. Assim, as conclusões obtidas apontam para a necessidade de considerar a intervenção sobre a espiritualidade dentro deste contexto, sem desconsiderar as diferenças de género na vivência da dimensão espiritual e na exposição a stressores
Enrolling in the University it’s an emotionally demanding transition period. Some university students report stress and impairment of quality of life. This study aimed (i) to investigate the gender role in the university students’ psychosocial adjustment; (ii) and the relationship between spirituality, stress vulnerability and quality of life. The sample included 308 students from University of Aveiro. The participants filled in the Spiritually Scale, the World Health Organization Quality of Life – Bref (WHOQOL-Bref) and the Stress Vulnerability Questionnaire (23 SVQ). The results pointed to gender differences in spirituality level and vulnerability to stress. The female university students presented more spirituality beliefs and higher scores of stress vulnerability, more specifically in the domains of perfectionism, frustration intolerance and dramatization of existence. Significant associations between spirituality and students’ psychosocial adjustment were also found. Particularly increased hope/optimism were related to decreased vulnerability to stress and promotion of the physical, psychological, social and environmental domains of quality of life. The conclusions confirmed the need to consider intervention on spirituality within this context, without disregarding the differences of gender in the experience of the spiritual dimension and exposition to stressors.
Description: Mestardo em Psicologia - Psicologia da Saúde e Reabilitação Neuropsicológica
URI: http://hdl.handle.net/10773/23138
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf2.21 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.