Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/22959
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGonçalves, Maria Manuela Bentopt
dc.contributor.authorMattos, Carla Cristina Nunespt
dc.date.accessioned2018-04-24T08:28:33Z-
dc.date.available2018-04-24T08:28:33Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/22959-
dc.descriptionMestrado em Ciências da Educaçãopt
dc.description.abstractA fim de compreender e refletir sobre as perspectivas infantis acerca de seus percursos escolares de insucesso escolar e a sua vida na escola, como também contribuir para a reconstrução do lugar social estas crianças, desenvolveu-se um trabalho de investigação participativa com um grupo de crianças com defasagem idade/ciclo com histórias de repetência, abandono e ingresso tardio na vida escolar, de uma escola pública municipal, no município de Niterói, no Rio de Janeiro, Brasil. Esta pesquisa integrou dois estudos interligados: um voltado à investigação participativa com o grupo de crianças, em situação de vulnerabilidade social e exclusão dentro do próprio sistema escolar, de modo a: Por um lado, incentivar e criar condições para que estas crianças debatam e reflitam sobre o que significa a escola para elas e sobre seus percursos escolares, partindodas suas próprias histórias. Por outro, contribuir para que ao longo do processo, estas crianças, co-investigadoras, reconstruam o seu lugar social e façam chegar a sua voz ao mundo dos adultos. O outro estudo voltado para a representação do grupo de docentes da escola, acerca das representações que tinham sobre as palavras “criança” e “aluno” e as expressões “sucesso escolar” e “insucesso escolar”. Este estudo surge na pespectiva de ampliar o estudo principal para um melhor entendimento do contexto social, identificar os elementos relevantes e salientes das RS e sua utilização como ferramenta para fomentar reflexão com o grupo participante. O quadro teórico foca temas de alusão à infância, com o avanço dos estudos da sociologia da infância, bem como assuntos voltados para a cultura escolar e exclusão silente no ambiente escolar, além das representações sociais e sua importância no cotidiano e nas práticas das pessoas. As técnicas e dispositivos de investigação, de acordo com o método da investigação participativa, centraram-se na conversa com as crianças, grupos focais, entrevistas individuais, dentre outras. Foi aplicado um inquérito por questionário aos docentes no âmbito do estudo sobre as representações sociais. Durante o processo de investigação o grupo foi desafiado e incentivado a discutir e refletir sobre a escola, sobre o porquê de estarem nestas salas de aceleração, sobre as interrelações sociais construídas no ambiente escolar e sobre o que elas e os professores pensavam sobre as dificuldades de aprendizagem. Proporcionamos um ambiente de conversa e discussão com o objetivo de compreendermos o que pensam as crianças sobre esta temática, já que ninguém pergunta suas opiniões acerca de seus percursos escolares e de suas vivências na escola. A concretização de um vídeo, pelas crianças, sobre seus direitos, o repensar, pela escola, do uso do recreio em função da perspetiva das crianças, e consequentes mudanças introduzidas nesse espaço/tempo e ponderações das crianças a respeito da escola, seus dilemas e percursos escolares constituíram oportunidades para as crianças ressignificarem o seu lugar social.pt
dc.description.abstractIn order to understand and reflect on children's perspectives on their school failure paths and their school life, as well as to contribute to the reconstruction of the social place these children, a participatory research work was developed with a group of children with age / cycle lag with stories of repetition, abandonment and late entry into school life, from a municipal public school, in the city of Niterói, Rio de Janeiro, Brazil. This research integrated two interrelated studies: one focused on participatory research with the group of children in a situation of social vulnerability and exclusion within the school system itself, in order to: On the one hand, encourage and create conditions for these children to debate and reflect about what the school means to them and about their school paths, starting from their own stories. On the other hand, to help throughout the process, these children, co-investigators, rebuild their social place and give their voice to the world of adults. The other study aimed at representing the group of teachers of the school, about the representations they had about the words "child" and "student" and the expressions "school success" and "school failure". This study aims to broaden the main study for a better understanding of the social context, to identify the relevant and salient elements of SR and its use as a tool to foster reflection with the participating group. Theoretical framework focuses on themes related to childhood, with the advancement of the studies of the sociology of childhood, as well as subjects aimed at school culture and silent exclusion in the school environment, as well as social representations and their importance in daily life and people practices. The research techniques and devices, according to the method of participatory research, focused on the conversation with children, focus groups, individual interviews, among others. A questionnaire survey was applied to teachers in the framework of the study on social representations. During the research process the group was challenged and encouraged to discuss and reflect on the school, on why they were in these accelerating rooms, on the social interrelations built in the school environment and what they and teachers thought about the difficulties of learning. We provide an environment of conversation and discussion in order to understand what children think about this topic, since no one asks their opinions about their school paths and their experiences at school. The realization of a video by the children about their rights, the rethinking of school use of recreation according to the perspective of the children, and consequent changes introduced in this space / time and children's considerations about the school, its dilemmas and have been opportunities for children to re-signify their social place.pt
dc.language.isoporpt
dc.publisherUniversidade de Aveiropt
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectCiências da educaçãopt
dc.subjectEducação das crianças - Brasilpt
dc.subjectParticipação dos alunospt
dc.subjectInsucesso escolarpt
dc.subjectRepresentação socialpt
dc.subjectDesenvolvimento das criançaspt
dc.subjectExclusão socialpt
dc.subject.otherCriançaspt
dc.subject.otherEscolapt
dc.subject.otherParticipação infantilpt
dc.subject.otherInsucesso escolarpt
dc.subject.otherRepresentações sciaispt
dc.titleParticipação infantil em contexto escolar: os caçadores de ideiaspt
dc.typemasterThesispt
thesis.degree.levelmestradopt
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropt
dc.identifier.tid201942020-
Appears in Collections:DE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO.pdf41.06 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.