Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/22395
Title: The use of Corbicula fluminea in the remediation of cyanobacterial blooms
Other Titles: O uso de Corbicula fluminea na remediação de blooms cianobacterianos
Author: Anselmo, António Eduardo Vicente
Advisor: Pereira, Joana Luísa Lourenço Estevinho
Figueiredo, Daniela Rebelo de
Gonçalves, Fernando José Mendes
Keywords: Biotecnologia ambiental
Filtração
Cianobactérias - Eflorescência
Ameijoas
Eutrofização
Contaminação da água
Defense Date: 2016
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Cyanobacterial blooms are frequentetly linked to eutrophication in waterbodies and can be a problem for other organisms since some cyanobacteria are toxic, not only to aquatic organisms, but also to all those ingesting contaminated water or organisms that had previously accumulated toxins in their tissues. Studies exploring new strategies to control/remediate affected waters are thus of major relevance. This motivated the present study, where the assessment of the suitability of the freshwater bivalve Corbicula fluminea as a bioremediator agent within such scenarios was aimed. Although C. fluminea is a problematic invasive species, mostly in Europe and North America, its distribution is already wide, thus the exploitation of its powerful filtration capacities can become a valuable add-on in this pest’s management via compensating damage resulting from its impacts in invaded ecosystems. In a first stage, microscopic characterisation and genetic typing were carried out over a set of laboratory cyanobacteria cultures. These represent the most common taxa composing blooms that have been monitored in national waterbodies, including strains potentially producing cianotoxins. Some of the taxa considered were Anabaena cylindrica, Microcystis and Oscillatoriales. In a second stage, the capacity of the clams to filter and ingest each cyanobacteria was assessed, using short-term assays where each cyanobacteria was offered to the clams respecting densities typically found in blooms. The results often showed low filtration rates, especially compared to those reached as a green microalgae (Raphidocelis subcapitata) was offered. However, chlorophyll a mass balance analysis in the test system (Chl a filtered, retained in pseudofaeces and non-filtered) allowed some important outcomes. The agreggation and settling of filtered cyanobacteria promoted by C. fluminea through the production of pseudofaeces was notorious. This process resembles the use of flocculants to remove organic matter and microrganisms from the water column into the bottom for further aspiration, thus opening avenues to continuing assessing the possibility of using C. fluminea as a remediation for cyanobacterial blooms.
Os blooms cianobacterianos estão associados à eutrofização em massas de água. Isto pode ser um problema para os restantes organismos, já que algumas cianobactérias podem ser tóxicas, não só para organismos aquáticos, como para os que ingiram água contaminada ou que acumulem toxinas nos seus tecidos. É assim da maior relevância o desenvolvimento de estudos que explorem formas de controlar/remediar águas afetadas pelo problema. Tal constituiu a principal motivação do presente estudo, cujo objetivo geral foi a avaliação da capacidade de um bivalve de água doce, Corbicula fluminea, enquanto agente bioremediador nestes cenários. Embora C. fluminea seja uma espécie invasora problemática na Europa e América do Norte, a sua distribuição já é muito alargada, pelo que o aproveitamento do seu elevado poder de filtração poderá ser uma boa estratégia de gestão da peste via compensação de danos resultantes do seu impacto em ecossistemas invadidos. Numa primeira fase do trabalho foi caracterizado (com recurso a ferramentas de microscopia e de tipagem genética) um conjunto de culturas laboratoriais de cianobactérias representativo da composição mais comum dos blooms ocorrentes em massas de água nacionais, incluindo espécies potencialmente produtoras de cianotoxinas. Alguns dos taxa de cianobactérias consideradas foram Anabaena cylindrica; Microcystis ou Oscillatoriales. Na segunda fase do trabalho foi avaliada a capacidade de C. fluminea para filtrar e ingerir cada uma das cianobactérias, em ensaios de curta duração com cada cianobactéria, oferecida em densidade típica de bloom. Os resultados obtidos revelaram baixas taxas de filtração em muitos casos, sobretudo quando comparadas com as taxas de filtração atingidas quando foi oferecida uma microalga verde (Raphidocelis subcapitata). No entanto, a análise de balanço de massa de clorofila a no sistema (filtrada e ingerida, retida em pseudofezes e não filtrada) permitiu algumas anotações importantes. Foi notória a relevância da agregação e sedimentação de cianobactérias filtradas promovida por C. fluminea, através das pseudofezes. Este processo tem semelhanças com o que é conseguido com a aplicação de químicos floculantes, usados para remover matéria orgânica e organismos microscópicos indesejados da coluna de água (por sedimentação e posterior aspiração), assim abrindo caminho para a continuação da exploração da possibilidade de utilização de C. fluminea como agente de remediação de blooms cianobacterianos.
Description: Mestrado em Ecologia Aplicada
URI: http://hdl.handle.net/10773/22395
ISSN: 201933446
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf2.43 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.