Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/21277
Title: Crechendo com qualidade: contributos de uma avaliação autêntica para a melhoria das práticas educativas em creche
Author: Carvalho, Cindy Mutschen
Advisor: Portugal, Gabriela
Keywords: Educação pré-escolar
Educação das crianças
Crianças da primeira infância
Infantários - Avaliação da qualidade
Educadores de infância - Avaliação de competências
Qualidade da educação
Prática pedagógica
Desenvolvimento das crianças
Defense Date: 6-Apr-2017
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Em Portugal, como em muitos outros países europeus, existe uma divisão entre a creche, destinada a crianças até aos três anos (onde ainda se coloca uma forte ênfase no cuidado, numa perspetiva mais assistencialista), e o jardim de infância, para crianças entre os três anos e a entrada na escola (onde a componente educativa é mais valorizada). A creche, sob a responsabilidade da Segurança Social, orienta-se por um modelo de qualidade assente numa lógica comercial de prestação de serviços, distante das necessidades de avaliação contínua das práticas pedagógicas e dos seus efeitos sobre as crianças. Diversos autores têm-se posicionado a favor de perspetivas de avaliação mais autênticas e genuínas no contexto da educação de infância, sendo a abordagem da qualidade ancorada na educação experiencial uma das que cumpre estes requisitos, valorizando a experiência interna da criança e a sua relação com o contexto. Partindo deste enquadramento, desenvolveu-se um estudo qualitativo com o objetivo de testar, aperfeiçoar e divulgar o CRECHEndo, uma ferramenta de avaliação das práticas educativas em creche. Pressupõe-se que a utilização de uma ferramenta de acompanhamento e avaliação deste tipo poderá promover a reflexão e a melhoria das práticas educativas de educadores de infância a trabalhar em contexto de creche. O estudo desenvolvido divide-se em duas fases. Na primeira fase, decorreu o acompanhamento, durante um ano letivo, de oito casos ao longo do processo de utilização do CRECHEndo por um educador de infância de creche no seu contexto de trabalho. Na segunda fase do estudo, mais quatro educadores aplicaram o CRECHEndo, desta vez, de forma autónoma. A recolha documental, a observação participante, a entrevista e o questionário foram as principais técnicas de recolha de dados utilizadas. Os resultados mostram que, de um modo geral, os educadores de infância têm dificuldades na implementação de estratégias articuladas de observação, registo, reflexão e planificação. Persistem estratégias de avaliação pouco consistentes e pouco autênticas e sobressaem ainda conceções muito conservadoras sobre a criança e sobre o trabalho em creche. Algumas caraterísticas pessoais, interpessoais e institucionais podem facilitar ou dificultar a utilização do CRECHEndo que, quando utilizado de forma reflexiva e integrada, pode contribuir para a melhoria das práticas educativas, ao suscitar novas formas de olhar e pensar sobre o contexto e sobre a criança, e ao ajudar na sistematização e organização dos processos de observação, reflexão, planificação e ação.
In Portugal, as in many other European countries, there is a split between day-care, for children up to 3 years-old (where there is still a strong emphasis on care in a more paternalistic perspective), and preschool, for children between three years-old and school entry (where the educational component is more valued). Day-care centres, under the responsibility of social security, are guided by a business-inspired quality model, distant from this context specific needs, which involve the continuous evaluation of teaching practices and their effects on children. Several authors have been arguing for more genuine and authentic assessment practices in childhood education contexts. The quality approach anchored in experiential education is one that fulfils these requirements, enhancing the child's inner experience and his/her relationship with the context. From this background, we developed a qualitative study aimed to test, refine and disseminate CRECHEndo, an assessment tool of educational practices in day-care. It is assumed that the use of a monitoring and evaluation tool of this kind can promote reflection and the improvement of educational practices of early childhood teachers working in day-care context. The study was divided into two phases. In the first phase, eight cases (of early childhood teachers working in day-care) where monitored throughout one year, in the process of using CRECHEndo. In the second phase of the study, four teachers applied the CRECHEndo tool, this time without supervision. Document collection, participant observation, interviews and questionnaires were the main data collection techniques used. The results show that, in general, early childhood teachers have difficulties in implementing articulated strategies of observation, recording, reflection and planning. Very conservative conceptions about the child and the work in day-care, inconsistent and unauthentic assessment strategies still prevail. Some personal, interpersonal and institutional characteristics can facilitate or hinder the use of CRECHEndo, which, if used in a reflective and integrated way, contributes to the improvement of educational practices, triggering new ways of looking and thinking about the context and the child, and helping in the systematization and organization of observation, reflection, planning and action processes.
Description: Doutoramento em Educação - Supervisão e Avaliação
URI: http://hdl.handle.net/10773/21277
Appears in Collections:UA - Teses de doutoramento
DEP - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_Cindy Mutschen Carvalho.pdf4.16 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.