Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/18485
Title: Temperamento, cronótipo e padrões do sono em crianças dos 8 aos 11 anos
Author: Abrantes, Joana Sofia Batista
Advisor: Clemente, Vanda Maria Oliveira
Gomes, Ana Maria Jorge Cardoso Allen
Keywords: Psicologia clínica
Ciclo do sono
Desenvolvimento das crianças
Psicologia da saúde
Cronobiologia
Defense Date: 2016
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Objetivos: Os objetivos do presente trabalho foram estudar as associações entre dimensões do temperamento e medidas de cronótipo, assim como entre dimensões do temperamento e padrões do sono em crianças. Participantes e Métodos: A amostra do estudo é constituída por 376 crianças, 180 do sexo masculino e 196 do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 8 e os 11 anos (M= 9.47; DP= 0.957) a frequentar os 1º/2º Ciclos do Ensino Básico. Os respetivos encarregados de educação preencheram um questionário de cronótipo (Questionário de Cronótipo em Crianças - QCTC, versão portuguesa de Couto et al., 2014), um questionário de padrões do sono (Questionário sobre o Padrão Sono-Vigília de Crianças em idade escolar - PSVC, de Clemente et al. 1997) e um inventário do temperamento (Inventário de Temperamento para Crianças em Idade Escolar - SATI, na adapt. portuguesa de Lima, Lemos & Guerra, 2010). Resultados: Encontrou-se nas raparigas uma média superior à dos rapazes no que diz respeito à Escala de Matutinidade/Vespertinidade, mas nas restantes duas medidas de cronótipo as pontuações foram semelhantes entre sexos. Nas associações entre o cronótipo e o temperamento, foram encontradas associações nas raparigas entre a escala Matutinidade/Vespertinidade e os domínios Persistência na Tarefa e Sociabilidade: uma matutinidade crescente associou-se a maiores pontuações em ambos os domínios. Nos rapazes, nenhuma das três medidas do QCTC se mostrou associada às dimensões de cronótipo. Os resultados revelaram uma ainda várias associação entre as dimensões do temperamento e variáveis de sono-vigília. Conclusão: À semelhança de estudos anteriores, são várias as associações entre padrões de sono e aspetos de temperamento em crianças de idade escolar. Adicionalmente, o presente estudo revela que também o cronótipo pode estar relacionado com determinadas dimensões de temperamento entre os 8 e os 11 anos de idade.
Goals: The objectives of this study were to examine the relationships between dimensions of temperament and chronotype measures, as well as between dimensions of temperament and sleep patterns in children. Participants and Methods: The selected sample involved 376 Portuguese children, 180 male and 196 female, with ages ranging between 8 and 11 years old (M = 9.47; SD = 0.957), attending Basic Education (1st and 2nd cycles).Their parents/tutors answered to a chronotype questionnaire (Questionário de Cronótipo em Crianças - QCTC, portuguese adapt. by Couto, Gomes et al., 2011), a sleep-wake patterns questionnaire (Questionário sobre o Padrão Sono-Vigília de Crianças em idade escolar – PSVC, Clemente et al. 1997) and an inventory of temperament (Inventário de Temperamento para Crianças em Idade Escolar - SATI, portuguese adapt. by Lima, Lemos & Guerra, 2010). Results: Girls had a higher average than the boys in what concerns to the Morningness/Eveningness Scale, but mean scores in the remaining CCTQ cronotype scores were similar between sexes. As to chronotype and temperament, significant associations were found in girls between the Morningness/Eveningness Scale and the Persistence in Task and Sociability domains: higher morningness in girls was accompanied by higher scores on those dimensions. In boys, no significant associations emerged between the three CCTQ chronotype measures and the temperament dimensions. On both sexes, several associations between the dimensions of temperament and sleep-wake variables emerged. Conclusion: The present study corroborates the existence of associations between sleep-wake patterns and temperament in school-age children. In addition, our work shows that certain temperament dimensions are likely to be significantly associated with morningness-eveningness from 8 to 11 years old, at least in girls.
Description: Mestrado em Psicologia da Saúde e Reabilitação Neuropsicológica
URI: http://hdl.handle.net/10773/18485
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento TESE.pdf2.95 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.