Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/18391
Title: Capacidade para o trabalho e desempenho cognitivo nos indivíduos sobreviventes de cancro em atividade laboral
Author: Silva, Diana Maria de Sousa e
Advisor: Monteiro, Sara Otília Marques
Keywords: Psicologia da saúde
Cancro
Sobrevivência
Factores psicossociais
Desenvolvimento cognitivo
Produtividade do trabalho
Defense Date: 2016
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: O cancro apresenta-se como o principal problema de saúde das sociedades desenvolvidas, com o maior impacto económico derivado da perda de recursos humanos por falecimento, assim como, também pela diminuição da produtividade dos indivíduos diagnosticados com cancro ou em tratamento. Este estudo avalia a capacidade para o trabalho, os fatores psicossociais e o desempenho cognitivo dos indivíduos sobreviventes de cancro em atividade laboral. A amostra é constituída por 114 participantes, subdivididos por dois grupos: sobreviventes de cancro em atividade laboral (n=57) e indivíduos sem historial de cancro (n=57). Os instrumentos utilizados foram o Questionário Sociodemográfico, Copenhagen Psychosocial Questionnaire (COPSOQ), o Work Ability Index (WAI), o Trail Making Test (TMT) e o Stroop Test. O estudo permitiu identificar uma capacidade para o trabalho e desempenho cognitivo diminuído, assim como, um maior impacto ao nível dos fatores psicossociais nos sobreviventes de cancro que se encontram em atividade laboral em comparação com indivíduos sem historial de cancro.
Cancer is the main health problem in developed societies today, with the greatest economic impact derived from the loss of human resources by death and also because of the loss in the productivity of those diagnosed with cancer and their treatments. This study assesses the work ability, psychosocial factors and cognitive performance of professionally active cancer survivors. The sample consists of 114 participants, divided into two groups: professionally active cancer survivors (n = 57) and individuals without cancer history (n = 57). The instruments used were the Sociodemographic Questionnaire, Copenhagen Psychosocial Questionnaire (COPSOQ), the Work Ability Index (WAI), the Trail Making Test (TMT) and the Stroop Test. The study identified a worse work ability, reduced cognitive performance and a greater impact on psychosocial factors in professionally active cancer survivors compared to individuals without cancer history
Description: Mestrado em Psicologia - Psicologia da Saúde e Reabilitação Neuropsicológica
URI: http://hdl.handle.net/10773/18391
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf754.72 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.