Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/17857
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Carlos Fernandes dapt
dc.contributor.advisorRosa, Catarinapt
dc.contributor.authorCoelho, Soraia Filipa Moraispt
dc.date.accessioned2017-06-19T09:49:36Z-
dc.date.available2017-06-19T09:49:36Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/17857-
dc.descriptionMestrado em Psicologia - Psicologia da Saúde e Reabilitação Neuropsicológicapt
dc.description.abstractA organização Mundial de Saúde estima que anualmente o suicídio seja a principal causa pela perda de um milhão de vidas, sendo apontado como a décima causa de morte a nível mundial. Em Portugal, o Instituto Nacional de Estatística aponta o suicídio como sendo a causa de morte não-natural mais frequente. Para aprofundar a compreensão do comportamento suicidário numa perspetiva sociocultural, nomeadamente no que se refere às atitudes perante o suicídio, este estudo pretendeu construir e validar para a população portuguesa um questionário que permite avaliar as atitudes de permissividade e de incompreensibilidade – Questionário de Atitude de Permissividade e Incompreensibilidade face ao Suicídio (QAPIS). Numa amostra de 472 participantes foram encontradas diferenças significativas nos dois tipos de atitudes avaliados pelos QAPIS entre indivíduos religiosos e não religiosos e entre indivíduos que já fizeram ou que nunca fizeram uma tentativa de suicídio.pt
dc.description.abstractThe World Health Organization currently estimates that suicide is the leading cause for the loss of a million lives, being appointed as the tenth leading cause of death worldwide. In Portugal, the National Statistics Institute points out suicide as most frequent non-natural cause of death. To deepen our understanding of suicidal behavior from a sociocultural perspective, particularly as regards attitudes towards suicide, this study aimed to construct and validate to the Portuguese population a questionnaire designed to measure the attitudes of permissiveness and incomprehensibility - Questionário de Atitude de Permissividade e Incompreensibilidade face ao Suicídio (QAPIS). In a sample of 472 participants, we found significant differences between religious and nonreligious individuals, and between individuals who have done or never made a suicide attempt in the two types of attitudes measured with QAPIS.pt
dc.language.isoporpt
dc.publisherUniversidade de Aveiropt
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectComportamento de riscopt
dc.subjectPsicologia socialpt
dc.subjectInfluência do ambientept
dc.subjectPsicologia clínicapt
dc.subjectSuicídiopt
dc.subject.otherSuicídiopt
dc.subject.otherAtitudes de permissividade e de incompreensibilidade face ao suicídiopt
dc.subject.otherReligião e tentativa de suicídiopt
dc.titleDesenvolvimento do questionário de atitudes de permissividade e incompreensibilidade face ao suicídio (QAPIS)pt
dc.typemasterThesispt
thesis.degree.levelmestradopt
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropt
dc.identifier.tid201594587-
Appears in Collections:DE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese - Soraia Coelho 2016.pdf1.18 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.