Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/16831
Title: Biodiversidade da macrofauna de uma praia estuarina sujeita a impacto de marisqueio
Author: Lopes, Linda Maria Fernandes Barreto
Advisor: Rodrigues, Clara Lúcia Ferreira
Cunha, Marina
Keywords: Biologia marinha
Biodiversidade - Estuários
Macrofauna bentónica
Zonação
Apanha de marisco - Impacto Ambiental
Defense Date: 2016
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: As praias sedimentares são ecossistemas estratificados, altamente produtivos que servem de habitats a uma enorme variedade de espécies. A variedade morfodinâmica deste tipo de praias, que podem ser desde refletivas a dissipativas, depende de factores como tamanho do grão de sedimento, ação das ondas e o regime das marés. A instabilidade destes factores pode condicionar a distribuição da comunidade macrobentónica e a capacidade de adaptação dos organismos às mudanças ambientais, sendo esta últma considerada uma característica chave nos organismos que habitam as praias arenosas. A capacidade de adaptação, aliada à procura pela otimização de condição de vida, são entre outros factores, os principais responsáveis pela ocorrência da “zonação” das comunidades ao longo do ambiente intertidal. Este trabalho teve como objectivo caracterizar a biodiversidade da macrofauna de uma praia estuarina sujeita a impacto de marisqueio e comparar os resultados obtidos com resultados de um estudo idêntico realizado há 15 anos atrás. A área de estudo é localizada na margem ocidental do curso inferior do canal de Mira (Ria de Aveiro, Portugal). Foram realizadas duas amostragens sazonais (outubro, outono e Junho, primavera) numa área rectangular (25 x 120 m) onde era possível observar zonas com características macroscópicas diferentes o que permitiu dividir a área de estudo em 5 subáreas: supralitoral (SL), eulitoral superior (ES), eulitoral médio (EM), eulitoral inferior (EI) e infralitoral (IL). Em cada estrato foram amostradas 5 réplicas nas quais foram efectuadas medições in situ dos valores da temperatura, condutividade, pH e oxigénio dissolvido e recolha de sedimentos para determinação de conteúdo em água e matéria orgânica, concentração de clorofila a, análise granulométrica e caracterização da macrofauna. De uma maneira geral verificou-se uma maior concentração de finos, matéria orgânica e clorofila a e uma menor permeabilidade e percentagem de oxigénio dissolvido (condições reduzidas junto à superfície) na faixa inferior da praia (EI e IL), zona claramente dissipativa. Com a zona superior a mostrar caracteristicas refletivas, a área de estudo pode ser descrita como uma praia do tipo morfodinâmico intermédio com variações na distribuição da macrofauna ao longo do gradiente vertical. Foi visivel, uma grande diferença na abundância, densidade média e número de taxa entre os estratos superiores e inferiores. Em ambas as estações de amostragem (primavera e outono) ocorreu de SL para IL um aumento dos valores médios da riqueza específica e densidade. O resultado do MDS mostrou a separação de três grupos: dois mais dispersos (com a separação das amostras de SL e ES) e um terceiro com as réplicas dos estratos inferiores (EM, EI e IL). Dos 4293 espécimes recolhidos (62 taxa), mais de metade (2380) ocorreram na primavera altura em que também se registaram maiores índices de diversidade e maiores densidades médias Polychaeta foi o grupo com maior número de taxa e com maior contribuição para a abundância total, tendo sido o poliqueta Tharyx sp. a espécie mais abundante. Mollusca foi o único grupo presente em todos os estratos de ambos os períodos de amostragem. De uma maneira geral, as zonas descritas pelo modelo de zonação geralmente aceite para as praias arenosas, foram identificadas na área de estudo, com a presença de espécies caracteristicas. Sl foi dominado pelo crustáceo Talitrus saltator e Eurydice Pulchra ocorreu apenas em ES. EM foi caracterizado pela ocorrência de pequenos poliquetas e outras espécies de outros grupos, tendo estas aumentado de abundância nos dois estratos inferiores (EI e IL). Verificaram-se alterações dos parâmetros ambientais e a nível da comunidade da macrofauna na área de estudo entre os dois estudos efectuados (2000 e presente), podendo ser estas associadas ao impacto da intensiva prática de marisqueio que ocorre na área.
The sedimentary beaches are stratified ecosystems, highly productive, that are the habitat to a great variety of species. The morphodynamics of these beaches vary from reflective to dissipative, depending of factors such as grain size, wave action and tide cycles. The variability of these factors can constrain the distribution of the macrobenthic assemblages. The adaptation capability to the environmental changes is a key feature of the organisms that inhabit the sandy beaches. This characteristic, allied to the search for optimal living conditions are, among others, responsible for the community zonation that can occur in the intertidal environment. The main goal of this work was to characterize the macrofauna biodiversity of an estuarine beach subjected to the impact of bait and shellfish harvesting. The results are compared with a previous study carried out 15 years ago. The study area is located in the western margin of the lower stream of Canal de Mira (Ria de Aveiro, Portugal). Two seasonal sampling (June, Spring and October, Autumn) were carried out in a rectangular area (25x120m) where zones with distinct macroscopic features where visible, allowing to separate five strata: supralittoral fringe (SL), upper eulittoral (ES), middle eulittoral (EM), lower eulittoral (EI) and infralittoral (IL)). In each stratum five replicates were taken and in situ measurements were made for temperature, conductivity, pH and dissolved oxygen. Sediment was collected for determination of moisture and organic content, grain size analysis, determination of chlorophill a and macrofaunal characterization. A higher mud content and chlorophill a concentration and a lower permeability and dissolved oxygen (reduced conditions) were observed in the lower zone of the beach (EI and IL) with typical dissipative features. Taking into account that the upper zone showed reflective features, the study area can be categorized as an intermediate morphodynamic beach type with variations of the macrofauna distribution over the vertical gradient. The observed difference between the abundance, average density and taxa number of the lower and upper strata was high. In both seasonal sampling occasions (Spring and Autumn) an increase of species richness and density was visible from SL to IL. MDS results showed the separation of three groups: two more spread (with separation of the samples from SL and ES) and a third comprising the samples of the lower strata (EM, EI and IL). From the 4293 specimens collected during this study, ascribed to 62 taxa, more than half (2380) were collected during the Spring, where the highest diversity indexes and average densities occurred. Polychaeta was the group with the highest number of taxa and contribution to the total abundance, with the polychate Tharyx sp. being the most abundant species. Mollusca was the only group collected in all strata at both sampling occasions. Overall, the study area matches the zonation model accepted for sandy beaches with zones typified by the presence of particular species: SI was dominated by Talitrus saltator, Eurydice pulcra occurred only in ES, EM was characterized by the occurrence of small polychates and various species from other groups. Noteworthy was the increase of the abundance in the two lower strata (EI and IL). There were considerable changes both in the environmental parameters and the macrofauna assemblage between 2000 and 2015 which can be associated to the impact of harvesting that occurs in the area.
Description: Mestrado em Biologia Marinha
URI: http://hdl.handle.net/10773/16831
Appears in Collections:BIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese.pdf1.9 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.