Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/15754
Title: As reações do mercado acionista e obrigacionista dos GIPSI às notícias da Troika durante o período de crise financeira: 2010-2013
Author: Pinto, Tiago André da Silva
Advisor: Madaleno, Mara Teresa da Silva
Pinho, Joaquim Carlos da Costa
Keywords: Gestão
Crise financeira - Portugal
Mercados financeiros
Notícias
Defense Date: 2014
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A zona euro e mais concretamente o conjunto de países constituído por Grécia, Itália, Portugal, Espanha e Irlanda chamado de GIPSI, atravessam uma das maiores crises desde a Grande Depressão. De forma a ajudar estes países mais afetados, um conjunto de organizações internacionais (FMI/BCE/CE) apelidado de Troika, tem unido esforços para debelar as dificuldades de financiamento e criarem políticas de reforma com o objetivo de devolver a independência e potenciar o crescimento económico dos mesmos. As ações e comunicados destas organizações passaram assim a gozar de uma maior visibilidade e interesse por parte dos investidores. Tendo isso em conta, neste trabalho estudamos o impacto das notícias da Troika nos mercados acionista e obrigacionista dos GIPSI, com um maior foco no mercado português. Em Portugal não encontramos evidência de que as notícias diretamente relacionadas com as ações e comunicações da Troika têm efetivamente impactos significativos, quer no mercado acionista, quer no obrigacionista. No entanto, as notícias de carácter internacional sobre a crise, respeitantes aos outros países afetados, impactaram de forma significativa o PSI 20, especialmente quando estas foram boas, assim como outras notícias relativas a avaliações, anúncios de apoio ou críticas de outras organizações europeias e mundiais, bem como como de líderes de países intervenientes na ajuda aos países afetados e anúncios macroeconómicos, sendo que aqui esse impacto foi mais sentido nas más notícias. No mercado obrigacionista, voltamos a ter impactos significativos dos mesmos tipos de notícias juntando-se aqui as notícias relativas às medidas tomadas pelo Governo português e outros agentes governamentais. Os restantes mercados, Espanha e Grécia apresentaram impactos significativos no mercado acionista e obrigacionista, o que nos leva a confirmar estudos anteriores de que notícias relacionadas com a crise têm efeitos para além do país visado e impactam de forma significativa outros mercados, em especial os mais afetados.
The euro zone and more specifically the group of countries formed by Greece, Italy, Portugal, Spain and Ireland called GIPSI, are crossing one of the biggest crises since the Great Depression. In order to help these most affected countries, a set of international organizations (IMF/ECB/EC) known as Troika, have joined efforts to tackle the financing difficulties and create political reforms in order to restore the independence and economic growth of the mentioned countries. For this reason, the actions and communications of these organizations have been enjoying greater visibility and interest from investors. Taking this into account, in this work we study the impact of the news of Troika on stock and bond markets of GIPSI countries, with a greater focus on the Portuguese market. In Portugal we found no evidence that the news directly related to the actions and communications of Troika had significant impacts, both in the stock and bond market. However, the news of an international character of the crisis, relating to other affected countries, significantly impacted the PSI 20, especially when they were good news, as well as other news related with assessments or announcements of support or criticism from other European and global organizations and leaders of countries involved in helping the affected countries and macroeconomic announcements. Here however, the impact was greater in the bad news case. In the bond market, again we find significant effects of the same types of news as well as news on the measures taken by the Portuguese Government and other government agents. In the other markets, Spain and Greece have significant impacts on stock and bond market, which leads us to confirm previous studies that news related to the crisis have effects beyond the targeted country and significantly impact other markets, particularly the most affected ones.
Description: Mestrado em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10773/15754
Appears in Collections:DEGEIT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado



FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.