Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/13987
Title: A intercompreensão e competência de compreensão oral no pré-escolar
Author: Rosa, Cláudia Evangelho da
Advisor: Pinho, Ana Sofia
Keywords: Educação pré-escolar
Compreensão oral
Direitos humanos
Educação para a paz
Intercompreensão
Plurilinguismo
Competência comunicativa
Defense Date: 2013
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: No âmbito da Unidade Curricular de Seminário de Investigação Educacional em articulação com a Unidade Curricular de Prática Pedagógica Supervisionada, apresenta-se o seguinte estudo que consistiu no desenvolvimento de um projeto de intervenção em contexto de Educação Pré-escolar, através do qual se pretendeu compreender o contributo da intercompreensão para o desenvolvimento da competência de compreensão oral numa perspetiva plurilingue das crianças. Estudo este entendido como qualitativo do tipo investigação-ação (Sousa & Baptista, 2011: 65). Perante um mundo cada vez mais globalizado, pautado pela diversidade linguística e cultural, surge a necessidade de se fomentar uma educação plurilingue que se prevê fundamental na formação de uma sociedade mais aberta ao diálogo intercultural e à criação de relações de cooperação e tolerância entre os povos (Conselho da Europa, 2008). Desta forma, a educação plurilingue será aliada de uma educação para a paz, uma vez que esta última pretende consciencializar as pessoas para a importância do respeito pela dignidade humana e pelos direitos humanos, bem como pelos direitos culturais e linguísticos. Neste quadro, a Intercompreensão surge como uma das abordagens didáticas possíveis no desenvolvimento da competência plurilingue e de modos de comunicação mais justos e equitativos (Andrade & Pinho, 2010), uma vez que este é um conceito que tem como fundamento principal o de que cada indivíduo pode fazer uso da(s) sua(s) língua(s) (normalmente, a língua materna) para estabelecer um diálogo com o outro. Neste contexto, realizámos um estudo do tipo investigação-ação (Sousa & Baptista, 2011) assente no desenvolvimento de um projeto didático em contexto de Educação Pré-Escolar, através do qual se procurou perceber de que modo este terá contribuído para o desenvolvimento da competência de compreensão oral das crianças numa perspetiva plurilingue. Tivemos como questão de investigação principal: Qual o contributo da intercompreensão para a promoção da competência de compreensão oral? Além disso, regemo-nos também por objetivos como: a construção de conhecimento teórico-conceptual sobre educação para a paz, educação plurilingue e intercompreensão; a conceção, a implementação e a avaliação de um projeto didático em contexto Pré-escolar; e ainda a reflexão sobre a nossa própria aprendizagem profissional a partir do trabalho realizado. Ao longo do projeto de intervenção, socorremo-nos da observação e videogravação das sessões e dos trabalhos realizados pelas crianças como técnicas e instrumentos de recolha de dados. Os dados obtidos foram alvo de uma análise de conteúdo (Carmo & Ferreira, 1998), a partir da qual se traçaram duas categorias de análise: competência de compreensão oral e dimensão socioafetiva. Face ao mencionado, consideramos que o nosso estudo poderá ter contribuído para o desenvolvimento da competência de compreensão oral a partir da intercompreensão, uma vez que se fez notar uma maior predisposição para a receção e posterior compreensão de novos enunciados em línguas estrangeiras por parte das crianças. Além disso, as crianças foram-se mostrando mais conscientes da proximidade ou distância entre as diferentes línguas e capazes de fazer comparações entre a sua língua materna e as outras línguas de modo a compreenderem os enunciados com que contactaram. Já no que concerne à dimensão socioafetiva, ao longo do tempo, foi notória e crescente a atitude positiva e de abertura em relação à novidade linguística, o que foi favorecendo um maior envolvimento nas diferentes tarefas propostas. Em suma, podemos referir que este projeto se mostrou uma mais-valia para todos os intervenientes, visto que também nós, como investigadoras estagiárias, desenvolvemos diferentes competências a partir dele, sendo de realçar os conhecimentos sobre a temática, as capacidades para a conceção, implementação e avaliação de um projeto didático e todas as atitudes e valores fomentados, quer pelo contacto com crianças de Pré-Escolar, que exige uma postura dinâmica e reflexiva, quer pelo contacto com uma temática tão emergente como esta, que supõe uma postura de abertura e recetividade para com a diversidade.
In the context of the course of Seminar of Educational Research, in articulation with the course of Supervised Teaching Practice, the following study was carried out, which consisted in the development of an intervention project in pre-school education. The study seeks to understand the contribution of intercomprehension in the development of children’s oral comprehension skills in a plurilingual perspective. This study follows a qualitative, research-action perspective (Sousa & Baptista, 2011). Given an increasingly globalized world, marked by linguistic and cultural diversity, there is a need to foster a plurilingual education, which is supposed to be critical in forming a society more open to intercultural dialogue and the establishment of cooperation and tolerance among people (Council of Europe, 2008). This way, plurilingual education will be an allied for education to peace, since the latter aims to raise awareness to the importance of respect for human dignity and human rights, as well as cultural and linguistic rights. In this context, Intercomprehension emerges as one of the possible didactic approaches in the development of plurilingual skills and communication modes both fairer and equitable (Andrade & Pinho, 2010), since this is a concept based mostly in each individual’s ability to make use of their language(s) (usually, the mother tongue) to establish a dialogue with others. In this context, we conducted a study of research-action type (Sousa & Baptista, 2011), based on the development of a didactic project in Preschool context, whereby we tried to understand how this contributed to the development of children’s oral comprehension skills in a plurilingual perspective. Our main research question was: What is the contribution of Intercomprehension to promote oral comprehension skills? Furthermore, we also followed other aims such as: the construction of conceptual and theoretical knowledge about education for peace, plurilingual education and Intercomprehension; the conception, the implementation and the evaluation of a didactic project in Preschool context, and still the reflection about our own professional learning from the work done. Therefore, to this purpose, we prioritized the observation and video recording of the sessions and the works done by children as techniques and instruments of data collection. The data obtained were subjected to a content analysis (Carmo & Ferreira, 1998) from which we outlined two categories: oral comprehension skills and socio-affective dimension. Taking that into account, we realized that our project may have contributed for the development of children’s oral comprehension skills based on intercomprehension, because we noticed a higher predisposition in children to reception and subsequent understanding of new utterances in foreign languages. In addition, children became more aware of the proximity or distance between the different languages, and were capable of making comparisons between their mother tongue and other languages in order to understand new utterances. Moreover, regarding the socio-affective dimension, over time, the positive attitude and opening toward the new languages were remarkable and increasing, which favored a greater involvement in the proposed tasks. In conclusion, we can say that this project proved to be an added value for all stakeholders, since we, as researchers trainees, developed different skills around such a study, particularly our knowledge on the theme, the capacity to conceive, implement and evaluate a didactic project, as well as all attitudes and values promoted both by the contact with pre-school children, which requires a dynamic and reflective stance, and with a theme so crucial as ours, which requires an attitude of openness and receptiveness to diversity.
Description: Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico
URI: http://hdl.handle.net/10773/13987
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdfTese4.73 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.