Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/13739
Title: Modelos de vulnerabilidade à erosão em sistemas costeiros tropicais
Author: Vieira, José Guilherme Moreira Simões
Advisor: Morgado, Fernando
Barbieri, Edison
Keywords: Ecologia
Erosão costeira - Zonas tropicais
Mangue - Biodiversidade
Ecossistemas estuarinos - Vulnerabilidade - Zonas tropicais
Sistemas de informação geográfica
Defense Date: 2014
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A erosão costeira, constitui um dos grandes problemas da actualidade, e é de extrema importância a tomada de decisões de forma a se prever e evitar os prejuízos. Esta tem vindo a criar impactos não só nos sistemas naturais como também no conjunto de actividades e estruturas do ser humano. Os manguezais, ecossistemas costeiros de regiões tropicais e subtropicais, encontram-se também ameaçados por estes processos naturais. Devido à sua grande importância económica, biológica, social e cultural, existe a necessidade de os preservar. Pertencendo o sistema estuarino de Cananéia-Iguape a este grupo, e sendo reconhecido pela UNESCO como o terceiro ecossistema mais produtivo do Atlântico Sul, merece especial atenção com vista à sua conservação. Embora este sistema estuarino da costa brasileira seja de grande importância, as actividades humanas têm provocado impactos significativos, incitando mudanças drásticas nos padrões de sedimentação e na dinâmica dos manguezais, através da abertura de clareiras e vales. O presente trabalho encontra-se dividido em duas etapas. Numa primeira fase, pretendeu-se desenvolver uma metodologia que melhor se adaptasse à complexidade dos manguezais do Sistema estuarino Cananeia-Iguape, sendo apresentado três abordagens distintas através da combinação de um conjunto de parâmetros definidos e a sua posterior combinação para definição da vulnerabilidade global à erosão. Nas três abordagens apresentadas neste trabalho, são representados diferentes tipos de avaliação da vulnerabilidade à erosão, destacando uma maior sobreavaliação de áreas representadas como vulnerabilidade alta, através da utilização do método baseado em escalas de pontos em comparação com as outras duas abordagens. A utilização do método baseado na comparação de parâmetros par a par, embora apresente semelhanças com o modelo onde foi empregado a raiz quadrada da média geométrica, representa uma maior percentagem de áreas de vulnerabilidade média a muito alta comparativamente. Em contrapartida, a utilização da raiz quadrada da média geométrica incitou maior percentagem de áreas ocupadas com a vulnerabilidade baixa e muito baixa. Esta última abordagem mostrou uma melhor resposta perante a realidade do Sistema estuarino Cananéia-Iguape. Numa segunda etapa, procedeu-se à aplicação da metodologia desenvolvida na primeira etapa para o sistema estuarino Cananéia-Iguape. Foram classificados aproximadamente 1221 Km2, onde cerca de 16% do total, apresentou vulnerabilidade alta e muito alta, tendo, para além disso, os locais identificados e georreferenciados apresentado fortes evidências de erosão, aspecto que evidenciado grande influência no resultado final Dado que nunca foi fora realizada uma análise da erosão costeira para o sistema estuarino Cananéia-Iguape o presente trabalho, possibilitou a identificação de áreas de vulnerabilidade deste sistema costeiro perante os processos erosivos através do desenvolvimento de modelos de Sistemas de Informação Geográfica relativamente simples que constituíram modelos de previsão e descrição do risco com certo grau de confiança. A metodologia abordada nesta tese pode ser entendida como uma ferramenta que permite avaliar e prever situações de risco e vulnerabilidade perante diversos factores no controlo de erosão de regiões costeiras.
Coastal erosion is one of the major problems of the century, and it is extremely important to make decisions in order to predict and prevent losses. This created impacts not only in natural systems as well as the set of activities and structures of the human being. Mangroves, coastal ecosystems of tropical and subtropical regions, are also threatened by these natural processes. Due to its great economic, biological, social and cultural importance, there is the need to preserve them. As Cananéia-Iguape belongs to this group, and it is recognized by UNESCO as the third most productive in the South Atlantic, it deserves special attention regarding its conservation. This estuarine system of the Brazilian coast is extremely important, nevertheless human activities have inflicted significant impacts, causing dramatic changes in sedimentation patterns and mangrove dynamics, by opening glades and valleys. This paper is divided in two stages: In the first stage, it was developed a methodology that best suited to the complexity of mangrove estuarine system of Cananéia-Iguape, presenting three different approaches by combining a set of defined parameters and its subsequent combination for defining the overall vulnerability to erosion. The three approaches presented in this work show different types of evaluation of vulnerability to erosion, highlighting a greater overvaluation of areas represented as high vulnerability, through use of points based on scales method when compared with the other two approaches. Although the method based on the comparison of parameters pairwise presents similarities to the model In which was applied the square root of the geometric mean, it represents a higher percentage of vulnerability areas classified with medium vulnerability to very high vulnerability. On the other hand, the use of square root of the geometric mean led to a higher percentage of areas classified with low and very low vulnerability. This last approach showed a better response when faced with the reality of estuarine system of Cananéia-Iguape. In the second stage, it was applied the methodology developed in the first stage for the estuarine system of Cananéia-Iguape. Approximately 1221 Km2 has been classified in this work, and about 16% of the total presents high and very high vulnerability. Other relevant aspects, were the identification and georeferencing sites that showed strong evidence of erosion, and thus having huge influence on the final results. As an analysis of coastal erosion has never been performed for the estuarine system of Cananéia-Iguape, the present work allows the identification of vulnerable areas of this coastal system towards erosion processes through the development of easy Geographic Information Systems models that are able to predict and describe the risk with reliability. The methodology approached in this thesis can be understood as a tool to evaluate and predict risk and vulnerability situations towards various factors for erosion control in coastal regions.
Description: Mestrado em Ecologia Aplicada
URI: http://hdl.handle.net/10773/13739
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.