Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/11418
Title: Qualidade de vida e saúde mental em cuidadores formais de idosos
Author: Saúde, Sandra Neves Martins dos Santos Ferreira
Advisor: Monteiro, Sara Otília Marques
Keywords: Psicologia clínica
Pessoas idosas - Cuidados de saúde
Pessoal de saúde
Psicopatologia
Stress (Psicologia)
Defense Date: 2013
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: O presente estudo exploratório pretendeu avaliar a relação entre as variáveis qualidade de vida profissional e saúde mental em cuidadores formais de idosos institucionalizados. A amostra foi recolhida em instituições recetoras, sendo constituída por 104 trabalhadores de seis unidades que prestam cuidados a idosos. Os instrumentos utilizados foram: um questionário sociodemográfico, a Escala de Qualidade de Vida Profissional (ProQOL; Carvalho & Sá, 2011),o Inventário de Sintomas Psicopatológicos (BSI; Canavarro, 1999) e a Escala de Depressão e Ansiedade Hospitalar (EADH; Pais Ribeiro et al., 2006). Os resultados mostraram que os cuidadores apresentam frequentemente satisfação por compaixão e níveis baixos a moderados de burnout e stress traumático, demostrando que esta amostra de cuidadores perceciona uma qualidade de vida profissional razoável. Evidenciam ainda que as variáveis ansiedade, depressão e sintomas psicopatológicos se encontram significativa e negativamente correlacionadas com a satisfação por compaixão. As dimensões de burnout e stress traumático apresentam uma correlação positiva entre si e estabelecem uma correlação positiva com as variáveis ansiedade, depressão e sintomas psicopatológicos. Estes resultados demonstram a importância da intervenção junto destes grupos de profissionais especialmente na identificação de necessidades (in)formativas, sequente prevenção dos problemas referenciados e definição de estratégias qualitativas de prestação de cuidados ao idoso.
The present exploratory study evaluates the relation between variables such as professional life’s quality and mental health in formal caregivers of institutionalized elderly. This sample was collected in institutions that receive elderly. It covers 104 employees from 6 different institutions. The data collection was based on self-response surveys and the instruments applied were: Sociodemographic questionnaire, the Professional Quality of Life Scale (ProQOL; Carvalho & Sá, 2011), the Brief Symptom Inventory (BSI; Canavarro, 1999) and the Hospital Anxiety Depression Scale (HADS; Pais Ribeiro et al., 2006). The results showed that caregivers often have compassion satisfaction and low to moderate levels of traumatic stress and burnout, demonstrating reasonable professional life quality. It also demonstrates that the variables anxiety, depression and psychopathological symptoms are significantly and negatively correlated with the satisfaction of compassion; while traumatic stress and burnout dimensions have a positive correlation with each other and establish a positive correlation with the variables anxiety, depression and psychopathological symptoms. These results demonstrate the importance of intervention with these groups of professionals on the identification of needs (in) formation, consequent prevention of problems and referenced definition of qualitative strategies of care to the elderly.
Description: Mestrado em Psicologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/11418
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
7835 por.pdf1.12 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.