Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/10282
Title: Características e especificidades de jovens agressores sexuais
Author: Barroso, Ricardo Nuno Serralheiro Gonçalves
Advisor: Santos, Celina Paula Manita
Nobre, Pedro Jorge da Silva Coelho
Keywords: Psicopatologia
Delitos sexuais
Delinquência juvenil
Sexualidade
Agressividade
Defense Date: 2012
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Nos últimos anos o estudo da violência sexual juvenil tem vindo a atrair a atenção dos serviços de saúde mental, de justiça juvenil e de políticas públicas, bem como de vários investigadores. Teoricamente existem duas perspetivas explicativas da ocorrência das agressões sexuais cometidas por adolescentes. A perspetiva generalista sugere que os crimes sexuais cometidos por jovens são mais uma manifestação de tendências delinquenciais genéricas, em que as agressões sexuais constituem apenas uma parte do comportamento antissocial do adolescente. A segunda abordagem, denominada de perspetiva especialista, entende que os jovens agressores sexuais se distinguem dos outros adolescentes agressores, argumentando que existem diferentes fatores explicativos das agressões sexuais de outras agressões delinquentes. A presente investigação, composta por cinco estudos, teve como objetivo obter resultados que pudessem contribuir para a discussão internacional sobre qual das perspetivas parece explicar de modo mais apropriado o comportamento sexualmente agressivo de jovens menores de idade. Para o efeito recorreu-se a uma amostra total de 118 adolescentes agressores sexuais (61 violadores e 57 abusadores sexuais de crianças), tendo sido efetuadas análises comparativas com 112 jovens agressores não sexuais e 98 não agressores num conjunto de dimensões (características demográficas, tipológicas, criminais, problemas de comportamento, tendências antissociais, características familiares, sociais e comunitárias e interesses sexuais). Os resultados permitiram observar algumas características diferenciadoras de jovens agressores sexuais por violação de jovens agressores sexuais de crianças. Possibilitaram, igualmente, a observação de características semelhantes entre jovens agressores sexuais e jovens agressores não sexuais, sugerindo que em algumas dimensões são, genericamente, análogas. A exceção parece centrar-se em torno das variáveis relacionadas com a sexualidade (conhecimentos e interesses sexuais atípicos). As implicações destes resultados são discutidas em torno da avaliação psicológica e da avaliação do risco de reincidência, bem como na intervenção e prevenção de comportamentos de agressão sexual juvenil.
The study of juvenile sexual violence has been attracting the attention of the mental health services, juvenile justice and public policy, as well as researchers. Theoretically, there are two perspectives explaining the occurrence of sexual offenses committed by adolescents. The generalist perspective suggests that sexual crimes committed by juveniles are a manifestation of general delinquency, where sexual assaults are only part of adolescent antisocial behavior. The second approach, called specialist perspective, believes that young sex offenders differ from other juvenile’s aggressors, arguing that there are different explanations for the sexual assaults compared to other assaults offenders. This research consists of five studies, aimed at obtaining results that could contribute to the international discussion about which theoretical position seems to be the most appropriate way of explaining the behavior of sexually aggressive young minors. For this purpose, we used a sample of 118 adolescent sexual offenders (61 rapists and 57 child sex abusers). Comparative analyzes were performed with 112 young nonsexual offenders and 98 non offenders on a set of dimensions (demographic, typological, criminal, behavior problems, antisocial tendencies, family characteristics, social and community and sexual interests). The results showed some differentiating characteristics of rapists from child sexual abusers. We also found similar characteristics among young sex offenders and adolescent non-sex offenders, suggesting that in some dimensions they are generically similar. The exception seems to be centered on sexuality-related variables (knowledge and atypical sexual interests). The implications of these results are discussed in light of assessment concerning risk to reoffend and recommendations for the treatment and prevention of juvenile sexual offenses.
Description: Doutoramento em Psicologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/10282
Appears in Collections:UA - Teses de doutoramento
DEP - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese.pdf1.51 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.