DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Química > DQ - Teses de doutoramento >
 Espectrometria de massa de macrociclos e dos seus aductos com o ADN
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8753

title: Espectrometria de massa de macrociclos e dos seus aductos com o ADN
authors: Ramos, Catarina Isabel Vicente
advisors: Marques, Maria da Graça Ornelas Santana
Correia, Ferrer
keywords: Química
Compostos macrocíclicos
Porfirinas
Ácido desoxirribonucleico
Espectrometria de massa
issue date: 2012
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O trabalho de investigação desenvolvido teve como objectivo o estudo por espectrometria de massa com ionização por electrospray de compostos tetrapirrólicos (porfirinas e corróis) e das suas interacções com G-quadruplexes (estruturas de ADN de ordem superior, ricas em guanina). A química em fase gasosa de porfirinas catiónicas e neutras, e de corróis, foi investigada, tendo-se verificado a ocorrência de processos inesperados que foram objecto de um estudo aprofundado: redução das porfirinas catiónicas durante o processo global de electrospray e formação, na câmara de colisões, de aductos dos corróis com moléculas de água, ambos os processos detectados no modo de iões positivos. A redução das porfirinas ocorre através da formação de agregados catião-anião-solvente e catião-solvente-anião e os diferentes tipos de agregados conduzem a diferentes espécies reduzidas. A formação de aductos com água, bem como de outros iões-diagnóstico, permitiu a diferenciação dos isómeros posicionais dos corróis. Este último grupo de compostos foi igualmente estudado no modo de iões negativos. A espectrometria de massa com ionização por electrospray no modo de iões negativos foi também usada no estudo de aductos quadruplex-porfirina. Foi observada a formação de aductos do tipo [Q + nNH4+ + Pp+ -(z+n+p)H+ ]z- (Q=quadruplex, P=porfirina, p=0,1,2,3,4) para todas as porfirinas seleccionadas. A caracterização destes aductos foi efectuada através das suas decomposições induzidas por colisões. Verificou-se que o número de cargas presente nas porfirinas é um factor muito importante na estabilidade dos aductos formados, que aumenta com o aumento do número de cargas. O tipo e tamanho dos grupos substituintes presentes na porfirina não mostraram ter uma influência significativa nos processos de fragmentação. Os resultados obtidos apontam para uma ligação externa porfirina - G-quadruplex, com as porfirinas empilhadas nas extremidades dos quadruplexes.

The main goal of the present work was to study tetrapyrrolic compounds (porphyrins and corroles) and their interactions with G-quadruplexes (higher order DNA structures rich in guanine) by electrospray mass spectrometry. The gas-phase chemistry of porphyrins (cationic and neutral) and corroles was investigated and the occurrence of unexpected processes lead to further in-depth studies. These processes were the reduction of cationic porphyrins during the overall electrospray process and the formation, in the collision cell, of adducts of corroles with water molecules, both processes detected in the positive ion mode. The reduction of porphyrins occurs through the formation of cation -anion -solvent and cation -solvent -anion clusters, the different types of clusters leading to different reduced species. The formation of adducts with water, as well as other diagnostic ions allowed the differentiation of the positional isomers of corroles. The latter were also studied in the negative ion mode. Electrospray ionization mass spectometry, operating in the negative ion mode was also used to study quadruplex-porphyrin adducts. The formation of the species [Q + nNH4+ + Pp+ -(z+n+p)H+ ]z- (Q=quadruplex, P=porphyrin , p=0,1,2,3,4) was observed for all the selected porphyrins. The characterization of these adducts was achieved through their collision-induced decompositions. It was found that the number of charges present in the porphyrins is an important factor in the stability of the adducts formed, which increases with the increase in the number of charges. The type and size of the substituent groups present in the porphyrins showed no significant influence in the fragmentation process. The results point to adduct formation by external binding of the porphyrins, the porphyrins being stacked at the ends of the quadruplexes.
description: Doutoramento em Química
URI: http://hdl.handle.net/10773/8753
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
DQ - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
6143.pdf4.17 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2