DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Hábitos alimentares /estilos de vida: conhecer e intervir para prevenir, uma proposta educacional
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8677

title: Hábitos alimentares /estilos de vida: conhecer e intervir para prevenir, uma proposta educacional
authors: Dias, Maria Leonor da Costa
advisors: Pereira, Maria de Lourdes Gomes
Matos, Maria Margarida Nunes Gaspar de
keywords: Educação para a saúde
Hábitos alimentares - Adolescentes
Estilo de vida - Adolescentes
Educação alimentar
issue date: 2006
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Todo o trabalho que se possa fazer em prol da saúde dos adolescentes estará sempre inacabado, o que pressupõe que todos os contributos, mesmo os mais modestos, se afigurem importantes para ajudar os jovens nesta fase de vida tão controversa. Desta forma o trabalho de um investigador torna-se gratificante se contribuir eficazmente para a promoção da saúde. A saúde do Homem está, em grande medida condicionada pela alimentação que pratica e pelo estilo de vida adoptado. Hoje em dia assiste-se, no entanto, a um défice qualitativo nos regimes alimentares, a um exagero quantitativo e, consequentemente, a um desequilíbrio alimentar e ao aumento do sedentarismo, afectando grandemente a Saúde Pública. É a partir destas mudanças que se começa a fazer sentir o grave problema de saúde com que, actualmente, o mundo se debate. Em face do que foi referido, este estudo pretendeu caracterizar, CONHECER os hábitos alimentares/estilos de vida dos alunos dos 10 aos 18 anos, que frequentam escolas situadas em meio urbano e em meio rural e INTERVIR, criando a possibilidade de delinear conjuntamente com o Médico de Família, estratégias de vigilância de saúde junto dos alunos em “risco” para PREVENIR doenças degenerativas e metabólicas. Este trabalho terá como objectivo final a tomada de consciência por parte dos jovens de que a saúde é um estado completo de bem-estar, permitindo viver harmoniosamente, facto que será mais facilmente alcançado em função de hábitos alimentares e estilos de vida saudáveis. Do universo de alunos do distrito de Viseu matriculados do 5º ao 12º ano de escolaridade inquiriram-se 339. Com base no IMC/idade/sexo verificou-se uma certa percentagem de alunos em “risco” (31% para a amostra de meio urbano – escolas da cidade de Viseu e 22,6% para a amostra de meio rural – escolas de Moimenta da Beira). Junto dos Centros de Saúde, os Médicos de Família forneceram dados que permitiram cruzar a informação obtida nos questionários e estabelecer estratégias de vigilância para alguns dos jovens em risco. Verificou-se, assim, que o estabelecimento de parcerias efectivas entre os profissionais de educação e de saúde é possível e desejável, para acompanhar os jovens em todo o seu “percurso”. A partir das conclusões do presente estudo apresenta-se um programa de prevenção – proposta educacional, visando contribuir para o crescimento saudável dos nossos adolescentes – Homens do amanhã!

Improving youngsters’ health will always be an unfinished work and this means that all the contributions, even the tiny ones, will be important to help then through this controversial phase of their development. Thus, the work done by any researcher becomes gratifying if it can efficiently contribute for health promotion. No one doubts that the health of mankind greatly depends on the way of nourishment each one follows as well as on one’s lifestyle. However, nowadays there is a quality deficit on food diets, there is a quantity increase and consequently there is an unbalanced food intake and a clear growing of sedentary life. These facts affect enormously Public Health. These changes contribute to the serious health problem that affects today’s world. Taking in account what was previously reported, this survey tried to characterize, TO KNOW food habits/lifestyles of students from 10 to 18 years old who attend urban and/or rural schools and INTERVENE creating the possibility to outline, with the help of the school doctor, some strategies to carry out health surveillances with children at risk, in order to PREVENT degenerative and metabolic illnesses. The final aim of this survey is to alert young people that health is a complete and ultimate state of well being; allowing them to live a harmonious life. This fact will be easily reached with proper food habits and healthy lifestyles. From the universe of students from Viseu District attending Year 5 to Year 12, 339 children were inquired. Based on BMI/age/gender, groups of students under risk were observed (31% from the sample of the urban environment – schools from Viseu city, and 22,6% from those of the rural environment – schools from Moimenta da Beira). Within the Health Centres, the family doctors helped with some information that allowed us to establish a comparison with the information we got through the questionnaires and consequently establish some strategies for the surveillance of youngsters at risk. A closer relationship between education and heath authority is relevant for the contribution to a healthier development of the youngsters. Based on the conclusions of the present study a prevention programme is presented – an educational proposal – aiming the contribution to the healthful growth of our teenagers – the adults of the future!
description: Mestrado em Ensino da Geologia e Biologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/8677
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
tese.pdf1.22 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2