DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ambiente e Ordenamento > DAO - Dissertações de mestrado >
 Efeitos de um incêndio florestal na mobilização de nutrientes do solo
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8626

title: Efeitos de um incêndio florestal na mobilização de nutrientes do solo
authors: Machado, Ana Isabel Oliveira
advisors: Nunes, Maria Isabel da Silva
Cerqueira, Mário Miguel Azevedo
keywords: Engenharia do ambiente
Incêndios florestais
Erosão do solo
Solo - Nutrientes
issue date: 13-Dec-2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Foi estudada a mobilização após fogo de quatro nutrientes (potássio, cálcio, sódio, magnésio) por escorrência superficial a duas escalas – microparcela e encosta - numa área no concelho de Sever do Vouga que ardeu durante o verão de 2010. Para tal, foram selecionadas três encostas queimadas, com dois usos do solo (Eucalipto e Pinheiro bravo) e dois tipos de geologia (granito e xisto). Para termos de referência foi igualmente estudada uma encosta não queimada próxima da área de estudo, com Eucalipto e rocha mãe de xisto. Foram colectadas e analisadas amostras de escorrência referentes aos primeiros seis meses após incêndio, e amostras de solo a 0-2 cm de profundidade e cinzas. A análise laboratorial envolveu digestão ácida e determinação das concentrações dos nutrientes por espectroscopia atómica. As três encostas queimadas apresentaram conteúdos de nutrientes semelhantes, não só nas camadas de cinzas mas também nas camadas superiores do solo (0-2 cm). Houve ainda diferenças mínimas entre as reservas de nutrientes do solo nos dois eucaliptais queimado e não queimado com geologia de xisto, sugerindo que o impacto direto do incêndio sobre os nutrientes no solo foi limitado. Dos nutrientes analisados, para o solo a 0-2 cm de profundidade, foram encontradas maiores quantidades de potássio e nas cinzas maiores quantidades de cálcio. No que disse respeito às perdas dos nutrientes por escorrência superficial verificou-se que na comparação entre escalas existe uma maior mobilização de nutrientes e escorrência nas microparcelas. Observou-se que o potássio foi o nutriente mais mobilizado pela escorrência. As encostas queimadas possuem uma maior perda de nutrientes que a encosta não ardida.

Post-fire mobility by overland flow of four soil nutrients (potassium, calcium, sodium, magnesium) was studied for two scales – microplot and hillslope, in an area in the county Sever do Vouga that burned in the summer of 2010. For that, three burnt slopes were selected, with two land uses (Eucalyptus globulus and Pinus pinaster) and two types of geology (granite and schist). For reference terms, one unburnt slope was also studied in a neighboring area, with eucalyptus and schist bedrock. Overland flow samples were collected and analyzed for the first six months after fire. Soil samples at 0-2 cm depth were also collected and analyzed as well as ashes. The samples laboratorial analyses involved acid digestion and the nutrients concentration determination was made by atomic spectroscopy. The burnt slopes present a similar nutrient stock for the ash and 0- 2 cm soil layers. There were minimal differences in the burnt and unburned eucalyptus slopes with the same geology, suggesting that the impact of the fire in the nutrient stocks was limited. For the 0-2 cm soil depth were found large amounts of K, and for the ashes large amounts of Ca. Comparing scales, there is a greater overland flow, sediments and nutrient losses at the microplot scale. In the overland flow samples were observed greater losses of K nutrient. The burned slopes have greater nutrient loss comparing with the unburned slope.
description: Mestrado em Engenharia do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10773/8626
appears in collectionsDAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
248820.pdf742.62 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2