DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Flora e vegetação da mata climácica do Buçaco
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8583

title: Flora e vegetação da mata climácica do Buçaco
authors: Lopes, Lísia Graciete Martins Pereira
advisors: Pinho, Rosa Maria Ferreira
Silveira, Paulo Cardoso da
keywords: Ecologia
Biodiversidade
Vegetação
issue date: 2012
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A Mata do Buçaco, localizada na Serra do Buçaco, constitui um dos mais valiosos patrimónios naturais do país. Possui uma vasta e reconhecida coleção dendrológica, de árvores centenárias e de porte notável, e integra alguns retalhos da vegetação natural Climácica. Este retalho da floresta primitiva lusitana, está localizada no extremo Sudoeste da mata, e conserva a flora e vegetação da floresta natural que existiria nas montanhas do centro de Portugal, antes da ocupação humana. O objetivo deste trabalho foi contribuir para o reconhecimento deste património botânico sendo para isso georeferenciados os limites da Mata Climácica e dos habitats naturais nela contidos. Foi realizado também o levantamento florístico e um registo fotográfico de todas as espécies inventariadas com o intuito de produzir um guia da flora da Mata Climácica do Buçaco. Os resultados mostram que a Mata Climácica do Buçaco é caracterizada por um tipo de vegetação essencialmente mediterrânica, onde Phillyrea latifolia, Laurus nobilis, Arbutus unedo e Ruscus aculeatus são as espécies mais representativas, e que evidencia alguma influência atlântica pela presença de espécies decíduas como o Quercus robur e o Quercus pyrenaica. Além de louriçais (5230pt1) e de carvalhais de Quercus robur (9239pt1), a Mata Climácica do Buçaco possui uma formação vegetal de aderno (Phillyrea latifolia) de porte arbóreo notável, com composição florística semelhante ao subtipo 5330pt3, Medronhais, mas com diferentes relações de dominância e co-dominância das espécies que o caracterizam (plantas da classe Quercetea ilicis, Aliança Ericion arboreae). As formações de adernos (adernal) representam uma importante parte da Mata Climácica do Buçaco, sendo que em alguns locais o povoamento é praticamente puro, formando um bosque único, onde não ocorrem praticamente outras espécies arbóreas. Presentemente, estas formações, apenas ocorrem em Portugal continental na Mata do Buçaco, o que realça a sua singularidade e vulnerabilidade no contexto nacional.

The Bussaco national forest, located in the Bussaco mountains, is one of the most valuable natural heritages of the country. It possesses a vast and renowned dendrological collection of centennial trees of remarkable size, and integrates some patches of natural climax vegetation. This ancient patch of Lusitanian forest is located in the extreme south-west of the wood, and retains the natural forest vegetation and flora that existed in the mountains of Central Portugal, prior to human occupation. The main objective of this work was to contribute to the recognition of this natural heritage. For that purpose, the limits of the Climacic forest were mapped (GIS) as were its natural habitats. An inventory of the flora was also prepared and a photographic record was made of all species encountered in order to produce a guide of the flora of Bussaco Climax forest. The results show that Bussaco Climax forest is characterized by a mainly Mediterranean type of vegetation where Phillyrea latifolia, Laurus nobilis, Arbutus unedo and Ruscus aculeatus are the most representative species, and exhibits some Atlantic influence by the presence of deciduous species such as Quercus robur and Quercus pyrenaica. In addition to laurel forest (5230pt1) and oak forests of Quercus robur (9239pt1), the Climax forest of Bussaco possesses a vegetal formation of Mock Privet (Phillyrea latifolia), tree-sized, with remarkable floristic composition similar to subtype 5330pt3, Arbutus unedo forests, but with different relationships of dominance and co-dominance among the species that characterize it (plants of the Quercetea ilicis class, Ericion arboreae Alliance). These formations of Mock Privet trees represent an important part of the Climax forest of Bussaco, and in some places the settlement is practically pure, forming a single wood, where virtually no other tree species occur. Currently, these formations only occur in continental Portugal at Bussaco National Forest, which stresses its uniqueness and vulnerability in the national context.
description: Mestrado em Biologia Aplicada - Ecologia, Biodiversidade e Gestão de Ecossistemas
URI: http://hdl.handle.net/10773/8583
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
248609.pdf12.23 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2