DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ambiente e Ordenamento > DAO - Dissertações de mestrado >
 Inventário nacional de emissões atmosféricas de dioxinas e furanos
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7864

title: Inventário nacional de emissões atmosféricas de dioxinas e furanos
authors: Paulo, Hélder Alexandre Relvas
advisors: Lopes, Myriam
Coutinho, Miguel
keywords: Engenharia do ambiente
Poluição do ar - Avaliação - Portugal
Emissões atmosféricas
Dioxinas
Furanos
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Com o presente inventário pretende-se fornecer informação relevante sobre as quantidades de dioxinas e furanos que são libertadas em Portugal para a atmosfera, e identificar as maiores fontes emissoras. Pretende-se ainda verificar a existência de uma tendência nas emissões, para isso o inventário abrange o período 2004-2009. A metodologia consistiu na selecção de fontes que possam ser relevantes no contexto nacional, a caracterização dessas fontes, a selecção e a aplicação de factores de emissão adequados para a estimativa das emissões. Foram tidos em conta estudos realizados em Portugal, nomeadamente os que incluíam medições de dioxinas e furanos realizadas em unidades indústrias. O inventário abrange 19 fontes de emissão, tendo-se concluído que 9 são significativas, isto é, apresentam emissões superiores a 1 g I-TEQ/ano. A maior fonte de emissão identificada foi os incêndios florestais, com emissões entre 18 g I-TEQ/ano e 377 g I-TEQ/ano em 2008 e 2005, respectivamente. Estimou-se uma emissão total nacional de dioxinas e furanos entre 56 e 415 g I-TEQ/ano, no período 2004-2009. Excluindo as emissões dos incêndios florestais, as emissões totais são praticamente constantes ao longo dos anos, e rondam as 38 g I-TEQ/ano.

The main objective of this work is to develop an emission inventory of dioxins and furans to provide relevant information about the amounts of those compounds that are released into the atmosphere in Portugal, and identify their major sources. Additionally in order to verify the existence of a trend on the emissions, the inventory was extended to cover the period 2004-2009. The methodology consisted on the selection of sources that may be relevant in the national context, the collection of information to characterize this sources, the selection of appropriate emission factors and their application to estimate the emissions. Several studies conducted in Portugal where considered, including the measurements of dioxins and furans performed in some industrial facilities. The inventory covered 19 emission sources, however it was realized that only 9 were relevant, i.e. with emission amounts greater than 1 g I-TEQ/year. The largest emission source is forest fires, with emissions between 18 g I-TEQ/year and 377 g I-TEQ/year in 2008 and 2005, respectively. The total emission of dioxins and furans in Portugal reaches between 56 and 415 g I-TEQ/year, for the period 2004-2009. Excluding the emissions from forest fires, the total emissions maintain constant over the years, and around 38 g I-TEQ/year.
description: Mestrado em Engenharia do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10773/7864
appears in collectionsDAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
243214.pdf2.32 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2