DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Comunicação e Arte > DECA - Teses de doutoramento >
 Piano e funcionalidade: proposta para um modelo generativo
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7797

title: Piano e funcionalidade: proposta para um modelo generativo
authors: Más, José M. Parra
advisors: Harper, Nancy Lee
Coimbra, Daniela
keywords: Educação musical
Metodologia de ensino
Piano
Técnicas musicais
Técnicas instrumentais
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A expressão “Piano Funcional” designa a instrução, em grupo reduzido, em diversas competências funcionais – não incluídas no ensino tradicional europeu, mais orientado para a execução virtuosista. O estudo funcional do piano activa no estudante processos de relacionamento, síntese e generalização sobre diversos aspectos da actividade musical, contribuindo para uma consciência aprofundada da linguagem e alimentando a flexibilidade e autonomia dos educandos. O objectivo do Piano Funcional é o de permitir a aquisição de uma funcionalidade musical plena, através da apropriação e controlo da linguagem musical. O objectivo do presente trabalho é o de propor um Modelo Generativo de Piano Funcional. O modelo generativo proposto parte de um levantamento e análise crítica das dinâmicas que limitam a eficácia do sistema de ensino, nomeadamente: a predominância da descodificação simbólica em detrimento da oralidade e do movimento, o favorecimento do mecanicismo e a valorização excessiva da prática interpretativa. Tais dinâmicas conduzem frequentemente ao sacrifício das competências criativas na formação dos músicos. Propõe-se assim a adopção de um grupo de “novos paradigmas”, tais como: a promoção de valores funcionais; a integração de competências, e a (re)valorização do som, da criatividade, da audição e da sensorialidade como motores das aquisições musicais do aluno. O modelo articula três processos generativos, cada um deles agrupando experiências nos domínios da (i) leitura, (ii) harmonia e (iii) experimentação. O modelo de Piano Funcional é generativo, também, porque promove uma aprendizagem como construção pessoal e criativa. Adicionalmente, realizou-se um trabalho empírico que consistiu na aplicação de conceitos de Piano Funcional na aprendizagem pianística de três sujeitos, ao longo de seis meses. O objectivo deste trabalho empírico foi o de desenvolver actividades que ilustram o âmbito do Piano Funcional e o de aferir a aplicabilidade pedagógica do modelo proposto.

“Functional Piano” stands for a type of piano instruction taught in a small group setting, and focused on functional skills – usually outside the realm of traditional piano teaching practice in European countries, which is more oriented to performance and virtuosic execution. Functional piano study activates the ability to relate, synthesize and generalize diverse angles of music study, hence contributing to a deeper understanding of the musical language, and nurturing a flexible response and autonomy in the students. The goal of Functional Piano study is the acquisition of a full musical functionality, through the control and appropriation of the musical language. The goal of this dissertation is the proposal of a Generative Model of Functional Piano. The proposed Generative Model stems from a survey and critic of the processes that limit the efficacy of the music teaching system, namely: the dominance of symbolic decodification at the cost of orality and movement; the excessive emphasis on performance activities and mechanicism. These dynamics may lead frequently to the sacrifice of creative skills as part of the musician growth. A core of new paradigms is thus proposed, namely: the promotion of functional values; the integration of skills and the re-valorization of sound, creativity, eartraining, and feeling expression as the driving forces of the students’ musical acquisitions. The Model articulates three generative processes, grouping skills around the domains of (i) reading, (ii) harmony and (iii) experimentation. The Model of Functional Piano is a generative one, as well, because it promotes learning as a personal and creative construction. Additionally, an empirical experience was designed, consisting on the application of concepts of Functional Piano to the piano study of three subjects, during a period of six months. The goal of this empirical work was to develop activities that illustrate the realm of Functional Piano, and to assess its applicability.
description: Doutoramento em Música
URI: http://hdl.handle.net/10773/7797
appears in collectionsDECA - Teses de doutoramento
UA - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
245214.pdf25.5 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2