DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Toxicidade de solos uraníferos em cogumelos e plantas cosmetíveis
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/763

title: Toxicidade de solos uraníferos em cogumelos e plantas cosmetíveis
authors: Ferreira, Maria João da Silva
advisors: Pereira, Ruth Maria de Oliveira
keywords: Ecologia
Ecotoxicologia
Extracção mineira
Contaminação dos solos
Contaminação dos alimentos
issue date: 2007
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A exploração de minério radioactivo teve uma grande importância económica em Portugal. Nos dias de hoje, devido a alterações nas regras do mercado internacional, várias destas minas cessaram a sua actividade e muitas delas estão apenas a ser monitorizadas de forma a minimizar o impacto ambiental. A mina de urânio da Cunha Baixa (Mangualde, Centro de Portugal) é um desses exemplos. Recentemente foi classificada como área prioritária necessitando de medidas de remediação devido aos potenciais riscos para a saúde humana derivados da exposição a misturas complexas de metais e radiação. Assim, este estudo teve como objectivo avaliar a bioacumulação de metais numa espécie de cogumelos comestíveis, muito apreciada pelos habitantes locais, assim como avaliar os efeitos tóxicos de solos locais contaminados na emergência e crescimento de espécies de plantas (Lactuca sativa e Zea mays) seguindo um protocolo padronizado para ensaios com plantas terrestres. A elevada bioacumulação de metais, incluindo o urânio, em cogumelos recolhidos junto da mina, levantou preocupações acerca da exposição humana através do consumo destes alimentos. Os efeitos tóxicos registados na emergência e crescimento das duas espécies de plantas testadas reforçaram os dados que têm sido reunidos no âmbito da primeira e da segunda etapa da análise de risco ecológico em curso para a zona. Neste contexto, os dados toxicológicos obtidos com uma bateria de espécies terrestres permite avaliar os riscos colocados pelos solos contaminados. ABSTRACT: The exploitation of radioactive ore had a strong economical importance in Portugal. Nowadays, due to changes in the international market rules, several of these mines have ceased their activity and many of them are only being monitored to minimise the environmental impacts. The Cunha Baixa uranium mine (Mangualde, Centre of Portugal) is one of these examples. Recently it was classified as a prior area requiring reclamation measures due to potential risks to human health, derived from exposures to complex mixtures of metals and radiation. Hence, this study aimed to assess the bioaccumulation of metals on a edible mushroom species, very appreciated by local inhabitants, as also to assess the toxic effects of local contaminated soils in the emergence and growth of plant species (Lactuca sativa e Zea mays) following standard protocol tests. The great bioaccumulation of metals, uranium included, in mushrooms and vegetables collected near the mine, gave rise to concerns about human exposures through the consumption of these food items. The toxic effects recorded in the emergence and growth of the three plants species tested reinforced data that is being collected within the first and the second tiers of a site specific assessment that is being carried out for the area. In this context toxicity data gathered with a battery of species allows an evaluation of risks posed by local contaminated soils.
description: Mestrado em Ecologia, Biodiversidade e Gestão de Ecossistemas
URI: http://hdl.handle.net/10773/763
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2008001529.pdf5.28 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2