DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território > CSPT - Dissertações de mestrado >
 Contributos para a formação de cultura de risco na infância
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7414

title: Contributos para a formação de cultura de risco na infância
authors: Silva, Alexandra Margarida Ribeiro da
advisors: Figueiredo, Elisabete
keywords: Protecção civil
Prevenção de acidentes
Gestão de risco
Segurança nas escolas - Ensino básico 1º ciclo - Aveiro (Portugal)
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Partindo da evidência de que os padrões e modelos de desenvolvimento social e económico, seguidos nos últimos séculos, não acarretaram apenas vantagens para as sociedades modernas, surge o conceito de Sociedade de Risco e com ele a noção da existência de múltiplos riscos, designadamente riscos globais, que não têm em conta fronteiras territoriais, sociais e políticas. Esta realidade chamou a atenção para a necessidade da gestão de situações de risco, atribuída sobretudo aos governantes de cada país, que, na tomada de decisão política, não devem considerar apenas as visões científicas e técnicas, mas igualmente as percepções dos cidadãos, já que estas, apesar da sua elevada subjectividade, assumem particular relevância. É da percepção da importância da visão dos cidadãos, que a criação de Cultura de Risco junto da população (dotação de conhecimentos para prevenção e auto-protecção), preferencialmente desde os primeiros anos de vida, é considerada, actualmente, de grande importância. Neste sentido, a investigação apresentada, realizada no âmbito de um estágio realizado no Comando Distrital de Operações e Socorro de Aveiro, pretende diagnosticar, junto de duas Escolas Básicas do Distrito de Aveiro, a existência de indícios que nos remetam para a formação deste tipo de cultura junto dos alunos e a percepção da importância do desenvolvimento de acções de sensibilização sobre riscos nos estabelecimentos, junto dos seus responsáveis. O presente trabalho encontra-se dividido em cinco Capítulos. No introdutório, tal como o nome indica, procede-se à apresentação do tema abordado e da metodologia seguida durante a investigação. No segundo, é apresentada a instituição de acolhimento do estágio, assim como as actividades nele realizadas e que nos despertaram para a importância deste tema. É ainda durante este Capítulo que procedemos à compilação da informação recolhida através da revisão da bibliografia existente sobre o risco e sua gestão. O Capítulo seguinte é dedicado à exposição da metodologia seguida durante o processo, onde, entre outros aspectos, definimos a amostra e as técnicas de recolha de informação. No quarto, são analisados os dados obtidos, e por fim, no Capítulo V, são apresentadas as principais conclusões da investigação, as suas limitações e ainda as possibilidades que a mesma abre para estudos futuros. Entre outros aspectos foi possível concluir que, apesar dos responsáveis dos estabelecimentos percepcionarem a importância das acções e do seu papel como promotores das mesmas, apenas numa das escolas (EB-1 da Glória) essa realidade se materializa em aspectos práticos. Em relação aos alunos conclui-se que são exactamente os da EB-1 da Glória aqueles que apresentam maiores indícios de desenvolvimento de Cultura de Risco, precisamente devido ao seu maior conhecimento sobre a temática. iv Estas duas conclusões levam-nos a reafirmar a importância dos estabelecimentos de ensino na formação de cidadãos informados e conscientes.

Based on the evidence that the patterns and models of social and economic development followed in the last centuries, not only brought about benefits to modern societies, the concept of risk society emerges and with it the emerges also the notion of the existence of multiple risks, namely global risks which take no account of territorial, social and political borders. This fact drew attention to the need for management of risk situations attributed mainly to the governments, which in their political decisions making should not only consider the scientific and technical perspectives, but also lay perceptions, which, despite their high subjectivity, are of particular relevance to risk management. It is from the perception of the relevance of the citizens’ visions that the creation of a Risk Culture among the population, (formation of knowledge for risk prevention and self protection), preferably from the first years of life, is now considered of major importance. In this sense, the research, carried out in the ambit of a training period, held in the Command and Relief Operations District of Aveiro CDOS) intended to diagnose, in two Elementary Schools of the District of Aveiro, the existence of evidence about the formation and development of Risk Culture among young students, as well as on the perceived relevance, of the Schools’ responsibles, of developing campaigns to promote such a culture. In order to assess the abovementioned aims, this report is divided into five chapters. In the introduction the research main aims and the methodological strategy are presented. In the second chapter a brief presentation of the training host institution (CDOS) as well as of the activities carried out are provided. It is also on the second chapter that a literature review on risk and risk management is presented. The third chapter is devoted to the presentation of the methodological procedures and data collection and sample techniques are exposed in the research. In the fourth chapter, empirical evidence is analysed, and finally, in chapter five the main findings of the research, its limitations and opportunities for future studies are presented. Among other findings, it is possible to conclude that despite the perception, on the part of the Schools’ responsibles, of the relevance of their role and actions to promote a Risk Culture, only in one of the schools considered (EB-1 da Glória) that perception is effectively materialized. In what concerns the students, the empirical evidence bring to the fore that it is precisely in EB-1 da Glória that a major Culture of Risk is present, due to the students’ greater knowledge on the subject. The findings and the differences between the two cases analyzed sustain the importance of schools in the formation of better informed and aware citizens regarding prevention and management of risk.
description: Mestrado em Administração e Gestão Pública
URI: http://hdl.handle.net/10773/7414
appears in collectionsCSPT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
246352.pdf2.52 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2