DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Variações inter individuais genéticas da citotoxidade associada aos estrogénios
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/733

title: Variações inter individuais genéticas da citotoxidade associada aos estrogénios
authors: Barbeira, Marisa Regina Reduto
advisors: Granadeiro, Luiza Augusta Tereza Gil Breitenfeld
Santos, Maria Ana Dias Monteiro
keywords: Toxicologia
Hormonas
Toxicidade
issue date: 2007
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Nos últimos anos, tem aumentado o interesse em relação aos estrogénios e às suas acções no organismo, principalmente devido ao uso da terapia hormonal de substituição. Os flavonóides, como o resveratrol, têm uma estrutura idêntica aos estrogénios e alguns são descritos como antioxidantes e outros como prooxidantes, existindo alguma controvérsia relativamente a este assunto. O objectivo deste trabalho foi investigar a resposta dos fibroblastos de gengiva humana aos efeitos do estradiol e do resveratrol. Este estudo foi realizado em culturas celulares de fibroblastos de gengiva humana de diferentes indivíduos. A proliferação e a citotoxicidade foram avaliadas através do método colorimétrico MTT e a expressão da proteína Bclxl pelo método Western Blot. Os resultados do nosso estudo demonstraram a existência de variabilidade inter individual da citotoxicidade ao estradiol. Os fibroblastos de gengiva humana, parecem constituir um modelo para o estudo da resposta aos estrogénios, com possível aplicação no estudo inter individual de risco e ajuste terapêutico em candidatas à terapia hormonal de substituição. Também verificámos que, a presença de resveratrol potencia o efeito tóxico do estradiol, parecendo não apresentar um efeito celular protector. ABSTRACT: In the last years has increased the interest, in relation to oestrogens and to its actions in the organism, mainly due to the use of hormone replacement therapy. Flavonoids like resveratrol have similar structure to estrogens and were described as anti-oxidants in some systems, but as pro-oxidants in others, and controversy exists regarding this subject. The aim of this work was, to investigate the response of the human gingival fibroblasts to the effects of estradiol and resveratrol. The study is being performed in cultured gingival fibroblasts from different individuals. Proliferation and cytotoxicity were evaluated by MTT colorimetric assay and Bcl-xl protein expression by Western Blot. The results of our study demonstrate the existence of interindividual variability in estradiol cytotoxicity. The human gingival fibroblasts seem to constitute a model for the study of the response to estrogens, with possible applications in interindividual risk study and therapeutic adjust to female applicants, for the hormone replacement therapy. We also verified that resveratrol enhances the toxic effect of estradiol, seeming not to exert a protector effect in the cells.
description: Mestrado em Toxicologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/733
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2008000818.pdf740.86 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2