DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Observação de efeito do campo magnético em três espécies de clorófitas
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7299

title: Observação de efeito do campo magnético em três espécies de clorófitas
authors: Capitão, Ana Maria Ferreira
advisors: Mendiratta, Sushil Kumar
Calado, António
keywords: Biologia molecular
Algas
Células vegetais
Metabolismo celular
Campos magnéticos
issue date: 9-Aug-2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Os campos magnéticos são uma presença constante no dia a dia. A sua interacção com os organismos biológicos tem ganho cada vez mais relevância à medida que vão aparecendo mais estudos, estes possuem diferentes resultados e propõem diferentes mecanismos, torna-se portanto essencial perceber quais os resultados unicamente devido ao efeito do campo magnético e quais são devido outros factores. Com esse propósito desenvolveu-se um procedimento para avaliar os efeitos dos campos magnéticos no crescimento de diferentes tipos de algas, Spirogyra sp., Pediastrum duplex, Pandorina morum excluindo assim outros factores. Spirogyra sp. revelou um crescimento mais lento quanto maior a intensidade do campo magnético aplicada, sem alterações significativas devido à temperatura. Pediastrum duplex e Pandorina morum demonstraram alterações de crescimento devido a pequenas alterações da temperatura, estas camuflaram possíveis efeitos de campos magnéticos. Os resultados obtidos apoiam a ideia de que o mecanismo de interacção entre os campos magnéticos e os organismos biológicos não é tão simples como por exemplo o efeito de choque térmico. Continuam a ser efectuadas experiências para comprovar que os resultados obtidos não são devidos outros factores, e serão testados vários mecanismos susceptíveis a interacções com o campo magnético, como é o caso da fotossíntese.

Magnetic fields are a constant presence in everyday life. Their interaction with biological organisms is acquiring more relevance as more studies appear. Many studies have different results and propose a diversity of mechanisms to explain sometime contradictory results. It is, therefore, essential to separate the results due the effect of the magnetic field from what may be due to other factors. We have developed a methodology to evaluate the effect of magnetic field on the growth of different types of algae; Spirogyra sp., Pediastrum duplex and Pandorina morum, and minimising the effect of other stress factors. Spirogyra sp. showed a slower growth as the intensity of the applied magnetic field was increased and no significant changes due to temperature. Pediastrum duplex and Pandorina morum, however, showed alterations in growth due to small temperature changes, thus possibly masking the effects of magnetic fields. The results support the idea that the mechanism of interaction between magnetic fields and biological organisms is not as simple as for example of a thermal shock. Experiments are continuing to improve the discrimination of the effects due to field. Also, several mechanisms, like photosynthesis, will be tested that may be involved in the interaction of the magnetic field in these species.
description: Mestrado em Biologia Molecular e Celular
URI: http://hdl.handle.net/10773/7299
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
245523.pdf774.9 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2