DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial > DEGEI - Dissertações de mestrado >
 Determinantes do crédito ao sector privado em Portugal
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7136

title: Determinantes do crédito ao sector privado em Portugal
authors: Azenha, Tânia Patrícia Gonçalves
advisors: Tavares, Aida Isabel Pereira
keywords: Política económica
Bancos - Portugal
Empréstimos bancários
Crédito
issue date: 2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O presente relatório tem por base o estágio desenvolvido no Banco Santander Totta SA. Uma das principais actividades bancárias centra-se na concessão de crédito, dado o seu grande peso na actividade do banco e do risco potencialmente associado com o endividamento. Este trabalho baseia-se essencialmente nesta temática, com o intuito de entender a dinâmica dos empréstimos. O Sector bancário revela-se muito importante para o desenvolvimento de uma economia, permite às empresas e famílias adquirirem financiamento, no sentido de criar investimentos e aumentar o consumo. Nos últimos 20 anos o crédito bancário em Portugal tem evoluído no sentido ascendente, no entanto esta evolução não foi uniforme, devido a vários factores, que influenciam essa mesma evolução. Recentemente os empréstimos bancários no sector privado abrandaram significativamente face ao ambiente económico vivido. Este trabalho procura identificar e perceber os principais padrões e determinantes do desenvolvimento dos empréstimos bancários no sector privado não financeiro em Portugal. É discutida a evolução dos empréstimos no sector privado não financeiro tendo em conta as suas tendências no financiamento. Para tanto, foi realizada uma análise de uma única equação para os três sectores mais importantes de actividade, com séries temporais, para analisar os factores determinantes do crédito bancário no sector privado não financeiro. Constata-se a partir dos resultados, que o nível de actividade económica e as taxas de juros bancárias são factores fundamentais na influência sobre os empréstimos bancários. As provas apresentadas sugerem que, em termos gerais, os financiamentos recebidos pelo sector privado no período analisado estão em consonância com o que pode ser inferida a partir de seus determinantes. No entanto, o cenário de crise nos últimos anos, o elevado nível de dívida, e de incumprimento, implica maior exposição do sector a mudanças inesperadas.

This report is based on the developed traineeship in Banco Santander Totta SA. One of the main banking business focuses on lending, given its large weight in the bank's activity and potentially risk associated with indebtedness. This work is based essentially on this theme, in order to understand the dynamics of the loans. The banking sector appears to be very important for the development of an economy, allows businesses and households to acquire funding in order to create investment and increase consumption. In the last 20 years bank lending in Portugal has evolved upward, however this trend was not uniform, due to several factors influencing this same trend. Recently the bank loans in the private sector slowed significantly over the economic environment experienced. This study seeks to identify and understand the main patterns and determinants of development of bank lending to the non-financial private sector in Portugal. It discussed the evolution of loans to non-financial private sector taking into account the trends in financing. Therefore, we performed an analysis of a single equation with time series to analyze the determinants of changes in bank credit to the nonfinancial private sector, It appears from the results that the level of economic activity and bank interest rate are key factors that influence bank loans. The evidence presented suggests that in general, the funding received by the private sector in the period analysed is in line with what may be inferred from its determinants. However, crisis scenario in recent years, the high level of debt and default, implies greater exposure to unexpected changes in the sector.
URI: http://hdl.handle.net/10773/7136
appears in collectionsDEGEI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
4858.pdf1.66 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2