DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ambiente e Ordenamento > DAO - Dissertações de mestrado >
 Os impactos dos espaços verdes na qualidade do ar
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/631

title: Os impactos dos espaços verdes na qualidade do ar
authors: Fernandes, Ana Lúcia Feitais
advisors: Nunes, Teresa Filomena Vieira
keywords: Engenharia do ambiente
Espaços verdes
Qualidade do ar
Ozono
issue date: 2007
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: As áreas verdes urbanas têm o potencial de atenuar alguns dos efeitos negativos da urbanização. Além do valor estético, os espaços verdes melhoram a qualidade do ar, reduzem os níveis de ruído e geram condições micro-climáticas mais confortáveis, entre outros benefícios, que contribuem para a qualidade de vida urbana. O presente estudo visa analisar o impacto dos espaços verdes urbanos na qualidade do ar. Para atingir este objectivo, foram efectuadas medições de ozono e dióxido de azoto recorrendo a amostradores passivos. Fizeram também parte do trabalho de campo medições contínuas de partículas (PMIO) e alguns ensaios com intercepção de barreiras verdes. Os padrões espaciais dos poluentes gasosos estudados não são claros e mais trabalho de campo deve ser feito com intuito de clarificar esta questão. Apesar disso, Bragança não parece apresentar problemas de poluição atmosférica, apresentando baixos valores nos poluentes estudados. O dióxido de azoto parece estar fortemente relacionado com o tráfego automóvel, com concentrações médias abaixo dos 20 bg.m-3 e máximo atingido inferior a 50 pg.m-3. Embora seja evidente a necessidade de repetição destes ensaios, as cinturas verdes parecem contribuir na retenção de PM10. ABSTRACT: Urban green areas have the potential to attenuate some of negative effects of the urbanization. In addition to aesthetic value, green spaces improve air quality, reduce noise levels, and generate more comfortable micro-climatic conditions, among other benefits, contributing to urban quality of life. The present study aims to assess the irnpact of green spaces on urban air quality. In order to achieve this objective, passive sampling rneasurements of ozone and nitrogen dioxide were made. Continuous rneasurements of particulate rnatter and some tests with greenbelts intersection were alço part of the fieldwork. The special patterns of the gaseous pollutants analysed aren't clear and further work rnust be made in order to clarify it. Despite that, Bragança doesn't seem to have air pollution problems, showing low concentrations of the studied pollutants. Nitrogen seems to be strongly related to traffic emissions with average concentrations below 20 pg.m-3 and maximurn less than 50 Irg.m-3. Tough it is evident that much more fieldwork as to be made, greenbelt seems to contribute in PM10 retention.
description: Mestrado em Engenharia do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10773/631
appears in collectionsDAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2009001390.pdf4.17 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2