DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Comunicação e Arte > UnIMeM: Unidade de Investigação em Música e Musicologia > UnIMeM - Comunicações >
 Metamorfoses em espaços de arte: Berio, eu e os outros
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/5549

title: Metamorfoses em espaços de arte: Berio, eu e os outros
authors: Santana, Helena
Santana, Maria do Rosário da Silva
keywords: Espectáculo multimédia
Novas tecnologia
Música contemporânea
Luciano Berio
Estruturas de informação
Metamorfose
Espaços de arte
issue date: May-2007
publisher: Centro de Competência da Universidade do Minho
abstract: Através de uma interacção marcada com os espaços que utilizam e redimensionam, as novas formas de arte potenciam a sua sociabilidade. Um novo património artístico e cultural se desenvolve, sendo que na sua forma e conteúdo, surge agora como paradigma de novos ideais de arte. Interagindo de forma directa com o meio, a nova arte, através da instalação, diversifica-se. O homem, integrando e potenciando a sua estrutura, realiza, através dela, uma nova leitura do envolvente. A componente sonora atira a sua atenção para o envolvente. Por outro lado, a sua forma física condiciona, não só a sua configuração de propagação do sonoro, como a percepção dos seus materiais e nuances composicionais e criativas. Surgem ainda diversos graus de aproximação à obra, consequência não só do espaço físico onde esta se localiza, como da capacidade de interacção manifestada pelos seus interlocutores; a arte determinando objectos sociais e de sociabilidade humana. Usufruindo da obra, o público integra-se nela. Única, desenvolve-se no espaço tempo das suas formas, dimensões e espaços de arte. Educando pela arte formam-se públicos cientes igualmente do seu papel enquanto objecto educacional. Nesta comunicação pretendemos mostrar um objecto artístico que, potenciando a dimensão social da arte, veicula diversos conteúdos educativos e artísticos, redimensionando o papel da obra de arte e dos elementos que a compõem, nomeadamente som, música, imagem e discursos.

New forms of art and new languages give us new dimensions of the different spaces. As a new language, the installation is an incorporation of several elements and a new form of defining discursive structures and concepts of a work. We arrive to different forms and different lectures of cultural and artistic issues as artistic objects. New cultural approaches give birth to new paradigms and new ideals on art. Integrating directly new languages these installations has movement and corporal language. They provide us the possibility of looking to new forms of art, new languages of space and movement. The artistic object results of the action of the observer. In this paper we want to show how the performer works artistic objects, giving us the possibility of working with him in the construction of an artistic object. The public has an important role in the construction of the art project. We also want to show how the artistic object is also a potential educational object. We work this proposal as an educative project for the reason that the different tableaux of sound and image give us the means to work compositional aspects in the classroom. As an element that defines and structures metaphors of sound and image, the public works to accomplish different objects of art.
URI: http://hdl.handle.net/10773/5549
ISBN: 978-972-8746-52-0
source: Challenges 2007
appears in collectionsUnIMeM - Comunicações

files in this item

file description sizeformat
challenges 2007.pdfdocumento principal172.27 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2