DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Teses de doutoramento >
 Controvérsias geológicas : seu valor científico-histórico e didáctico
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4783

title: Controvérsias geológicas : seu valor científico-histórico e didáctico
authors: Monteiro, Graça Maria Viana
advisors: Andrade, António Augusto Soares de
Praia, João José Félix Marnoto
keywords: Geologia
História da ciência
Tempo geológico
Deriva de continentes
Tectónica de placas
issue date: 2007
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Uma das vertentes da função docente é, seguramente, a da constanteinvestigação, não (apenas) por uma questão de enriquecimento pessoal eprofissional, mas pelo que aos estudantes diz respeito, sempre ávidos derespostas (não definitivas) sobre a vida e obra dos investigadores quedescobriram determinado conceito/teoria. A necessidade de conhecer osmeandros do meio científico e as controvérsias geradas ao longo daemergência de um novo paradigma científico na Geologia do séc.XX, levou-nos a uma criteriosa selecção das mesmas. Com efeito, temas como i) oTempo Geológico; ii) a Deriva Continental e a Tectónica de Placas e; iii) asExtinções em Massa, constituem o nosso objectivo de estudo. Definamo-los: a) Analisar as controvérsias na sua vertente histórico-epistemológica, numa perspectiva da construção do conhecimento científico; b) Articular a História daGeologia, nomeadamente as controvérsias geológicas, com a Educação emGeologia; c) Avaliar a importância das controvérsias na construção do conhecimento científico, através de materiais didácticos cuidadosamenteelaborados para este fim e desenvolvidos em práticas lectivas. Assumimos ocontributo da controvérsia científica como um importante marco na História daCiência que intentamos perseguir e compreender. O nascer da Geologia enquanto ciência autónoma, reveste-se de duras polémicas, conducentes a conquistas científicas, algumas das quais ainda seprolongam até aos dias de hoje. As controvérsias científicas foram encaradas,no nosso estudo, como processos cujos caminhos são alimentados porconteúdos científicos que se repensam. E se as controvérsias são fulcrais naCiência, não há razão para separarmos a perspectiva científica da perspectivahistórico-epistemológica rica em dificuldades, confrontos e obstáculos. Pensamos ainda que a inclusão de aspectos relativos à natureza humana, ricaem conflitos e situações dilemáticas, de valores e de âmbito ético, torna ascontrovérsias científicas enquadradas e justificadas num contexto Educação em Geologia. Aponta-se, então, a intenção de esclarecer a problemáticacentral deste estudo: Qual a importância das controvérsias geológicas para aEducação em Geologia? Em Didáctica da Geologia, numa perspectiva não instrumental, umarevalorização do papel das controvérsias científicas passa não só pela suautilização de forma criativa, mas também por lhes atribuirmos uma maiordiversidade de funções. Não se pode pois, afirmar que as controvérsias emGeologia sejam algo “naife” e neutras, uma vez que são portadoras de sentido dentro de um contexto social, político e mesmo religioso. Ao utilizarmos acontrovérsia, note-se, não apenas como recurso didáctico, permitir-nos-á o desenvolvimento de capacidades, entre outras, de comunicação intra einterpares,desenvolver a criatividade e o poder argumentativo dos alunos,bem como revelar valores inerentes à ciência contemporânea. O analisar dascontrovérsias científico-históricas a partir de uma vertente qualitativa foi, comoque o abrir de um processo de compreensão da realidade que queremos menos subjectiva, exigindo da Didáctica das Ciências um rigor disciplinar-metodológico que sempre procurámos ter em atenção. Neste sentido,referimos a pertinência da vertente de estudo historiográfica que se enquadroue entrelaçou com a Investigação-Acção, no sentido de uma pesquisa activa e com maior significado para a educação científica. Este pressuposto requerinteligibilidade como um ponto de partida para uma nova abordagem no Ensinoda Geologia. Assim, uma das suas possíveis linhas estruturantes passa pela História da Ciência e mais concretamente pela controvérsia científica, dotadade uma epistemologia própria. Acreditamos que ao utilizar a controvérsiacientífica enquanto exercício de aprendizagem, os alunos são convidados e ajudados a compreender melhor como se constrói a Ciência, acentuando ofacto de a actividade científica ser eminentemente cultural e humana.Acrescentaremos que no presente estudo foram emergentes as conclusões deque a controvérsia científico-histórica tem um papel decisivo para uma mais adequada compreensão das dificuldades na construção do conhecimentocientífico, visto perseguir o objectivo da melhoria das percepções dos alunosdo Ensino Secundário sobre a natureza da Ciência, bem como sobre aaprendizagem das controvérsias geológicas e alguns dos seus aspectos maiscentrais.

A teaching goal is, surely, permanent research, not only for personal and professional enrichment, but also for students, always looking for answers (notdefinite) about the life and the work of those scientists that discovered someconcept/theory. The need to be familiar with the scientific community and the controversy generated by the emergence of a new scientific paradigm in theXXIst century Geology led us to a careful selection. In fact: i) Geological Time;ii) Continental Drift and Tectonic Plates and; iii) Mass Extinction, build up ourstudy goal. We will define them: a) To analyse the scientific controversy in itsscientific-epistemological sides, in a scientific knowledge acquisitionperspective; b) To articulate Geological History, namely the geologicalcontroversy, with Geology Education; c) To evaluate the importance of controversy in scientific knowledge acquisition through didactic material,carefully planned and applied in teaching practice. We assume that thescientific controversy has contributed as an important landmark in the History of Science, which we intend to follow and understand. The Geology birth as an autonomous science is covered with hard controversy,leading to important scientific achievements, which still exist today. Scientificcontroversy has been faced, in our study, as different paths in a process, which are feed by the rethinking of scientific contends. And if controversy is essential,there is no reason to separate the scientific perspective from the historical-epistemological perspective, which is full of difficulties, confrontations andobstacles. We think that the inclusion of human nature aspects, rich in conflicts,dilemma values and ethic, makes scientific controversy fit and justified in aGeology Education context. We intent to clarify the main problem of this study: What is the importance of the geological controversy in Geology Education? Geology in Didactic in a non-instrumental perspective, revaluing scientific controversies means not only using it in a creative way, but also giving it widerand diverse functions. We cannot state that controversy in Geology is “naive”and neutral, as it is meaningful in a social, political and religious context. Usingcontroversy, not only as a didactic resource, will allow us to develop severalskills as pair communication, creativity and argumentative power of pupils, andalso to reveal contemporary scientific values. Analysing the scientific-historical controversy through qualitative way was, likeopening a process of understanding reality, which we want less subjective, demanding from Science Teaching the utmost attention to the methodological-discipline. So, we have pointed out the pertinence of the historical study whichcombined with Action-Research is of a great significance to Science Education.This presupposition implies intelligibility as a starting point to a new approach toGeology Teaching. So, a possible structural line goes through the History ofScience, mainly through scientific controversy, and its self-epistemology. We believe that by using scientific controversy as a learning exercise, pupils can understand better how Science evolves, emphasizing the fact that scientificactivity is eminently cultural and human. Finally we must add that in this studythe role of scientific-historical controversy was decisive in a proper understanding of the difficulties in scientific knowledge acquisition, as we hadthe goal to improve perceptions of the Secondary School students about thenature of science, and also about the learning of geological controversy and its central aspects.
description: Doutoramento em Didáctica
URI: http://hdl.handle.net/10773/4783
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
DE - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
2007001308.pdf7.3 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2