DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Decorar a minha escola: tecnologias informáticas e padrões geométricos
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3554

title: Decorar a minha escola: tecnologias informáticas e padrões geométricos
authors: Vieira, Sofia Daniela Peixoto
advisors: Cabrita, Isabel
keywords: Ensino multimédia
Ensino da matemática - Ensino básico 1º ciclo - Vila Nova de Gaia (Portugal)
Metodologia de ensino
Motivação para a aprendizagem
issue date: 2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O contacto com as tecnologias informáticas começa desde tenra idade quando os brinquedos se tornam cada vez mais tecnológicos e passam a ser parte integrante da vida das crianças. A escola tem, por isso, o dever de integrar as tecnologias nas suas práticas logo nos primeiros anos escolares permitindo, assim, o desenvolvimento de competências essenciais nesta e outras áreas, tanto mais que essa integração beneficia o processo de ensino e de aprendizagem. As tecnologias podem funcionar como forte aliado na construção do conhecimento. Não obstante a sua importância, a Matemática é vista muitas vezes como enfadonha, difícil e totalmente desenquadrada da realidade. Experiências de aprendizagem com padrões geométricos, nomeadamente frisos, poderão constituir uma forma de incentivar à mudança deste preconceito negativo acerca da Matemática ao mesmo tempo que contribuem para o desenvolvimento da competência Matemática em geral e da geometria em particular. Nesta área, outra problemática presente nos primeiros anos de escolaridade é o escasso desenvolvimento de projectos e o trabalho entre pares, talvez por se achar que a pouca autonomia e capacidade de trabalho das crianças é um impedimento para a implementação destas práticas na sala de aula. Neste seguimento, com a investigação desenvolvida pretendeu-se avaliar o impacto do uso das tecnologias informáticas no 1º ano do 1º Ciclo do Ensino Básico, como suporte de uma abordagem centrada nos padrões matemáticos, num ambiente de trabalho de projecto, no desenvolvimento de competências matemáticas e tecnológicas. Atendendo aos objectivos que se perseguiam, optou-se por um estudo de caso múltiplo, essencialmente qualitativo, que se desenvolveu num contexto de investigação-acção, numa turma do 1º ano de uma escola do 1º Ciclo do Ensino Básico. As principais técnicas e instrumentos de recolha de dados consistiram na observação, directa e participante, apoiada por registo em vídeo e fotográfico e por um diário de bordo, onde foram anotados comentários, comportamentos e reacções das crianças, e na análise documental das produções dos alunos. No início do estudo foi também utilizado o inquérito por questionário com o objectivo de averiguar os conhecimentos prévios dos alunos a nível tecnológico. A análise dos dados, descritiva e interpretativa, foi apoiada em transcrições, digitalizações e fotografias representativas. Os dados de natureza quantitativa foram tratados por recurso ao programa Excel e apresentados em quadros. A investigação desenvolvida permite concluir que um trabalho de projecto desenvolvido com alunos de baixa faixa etária que concilie as tecnologias informáticas e a Matemática, mais concretamente padrões geométricos, contribui efectivamente para o desenvolvimento de competências matemáticas e tecnológicas.

Despite its importance, mathematics is often seen as boring, difficult and totally out of reality. From the very beginning, learning experiences with geometric patterns, namely strips, supported by informatics tools, can be a way to encourage a change on that negative preconception about mathematics at same time that contributes to the development of mathematics skills in general and of geometry in particular. On the other hand, in earliest years of schooling, there are insufficient development of projects and teamwork, maybe due to the believe that the limited autonomy and work capacity of children is an obstacle to the implementation of these practices in the classroom. Following this, this research aimed to assess the impact of the use of informatics tools in the elementary grade level (age 6-7), as a support for an approach focused on translational symmetry patterns, in an environment of work project, in the development of geometric and technological skills. We opted for a multiple case study, essentially qualitative, that was developed in a context of action research. The main techniques and tools for data collection consisted in the direct and participant observation, supported by video and photographic record and a logbook where comments, behaviours and reactions of students were noted, and documental analysis of students' productions. Data analysis, descriptive and interpretative, was supported in representative transcriptions, scans and photos. The developed research allows concluding that a project work with students from low age reconciling informatics tools and mathematics, more specifically frieze patterns, contributes, effectively, to the development of transversal and specific mathematical and technologies skills.
description: Mestrado em Multimédia em Educação
URI: http://hdl.handle.net/10773/3554
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
4066.pdf6.23 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2