DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território > CSPT - Dissertações de mestrado >
 As rotas de vinho como elementos de desenvolvimento económico
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3433

title: As rotas de vinho como elementos de desenvolvimento económico
authors: Brás, José Miguel da Silva
advisors: Costa, Carlos
keywords: Gestão do turismo
Desenvolvimento do turismo
Desenvolvimento regional
Viticultura
Enologia
issue date: 2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O sector do turismo em Portugal é responsável pela geração de importantes receitas e pela criação de um número considerável de postos de trabalho. No entanto, existem regiões do país onde a dependência no sector é mais evidente. O sector do turismo assume-se, deste modo, como um factor de alavanca do desenvolvimento socioeconómico e de dinamização e fortalecimento da base económica local, sobretudo devido ao efeito multiplicador económico (directo, indirecto e induzido) e à capacidade de dinamizar e motivar o desenvolvimento de outras actividades económicas. Nesta perspectiva, considera-se necessário adaptar as regiões às tendências e evoluções do mercado do turismo, afirmando os seus valores endógenos e valorizando os elementos diferenciadores e específicos (uniqueness), projectando linhas de desenvolvimento que permitam alavancar o desenvolvimento do Turismo no território, através do aumento de acções de promoção e dos níveis de comercialização que se possam reflectir no aumento do volume de negócios da região associado ao turismo. O enoturismo enquanto produto turístico, não deve restringir-se à existência de unidades vitivinícolas com capacidade para receber visitas. Efectivamente, o produto enoturismo e a sua cadeia de valor, será tanto mais rentável, quanto melhor se valorizar, proteger e promover os recursos endógenos e os atributos diferenciadores da região vitivinícola, integrados num mix de serviços e equipamentos. A organização e qualificação da oferta existente, faculta a possibilidade de captar, em cada local, um maior número de clientes, aproveitando a dinâmica do sector do turismo enquanto sector que origina um fluxo de visitantes (novos potenciais clientes) no território, podendo adquirir directamente os produtos juntos dos produtores, aumentando assim o impacte directo e o volume de negócios de cada agente económico. ABSTRACT: The tourism sector in Portugal is responsible for the generation of significant revenues and the creation of a considerable number of jobs. However, there are regions where the dependence on the tourism sector is more evident. This sector is thus considered as an important element for the socio-economic development and the strengthening of local economies, mainly due to its economic multiplier effect (direct, indirect and induced impacts) and the ability to strengthen and stimulate the development of other economic activities. In this perspective, it is necessary that regions adapt themselves to new trends and developments occurring in the tourism market, avowing their endogenous values and valorising their differentiating and specific elements (uniqueness). In addition, they must set up development policies to enable leveraging the tourism development in the territory, through increased promotion and commercial activities, which would reflect in a better performance in terms of the region’s turnover associated with tourism activities. The wine tourism should not restrict itself to the existence of wine production units that are able to welcome visitors. Undeniably, the wine tourism product and its value chain will be more profitable if the local resources and attributes that differentiate the wine region are better promoted, being integrated in a mix of services and equipments. The organization and qualification of the existing supply provides the ability to attract, at each site, a larger number of customers, exploiting the tourism dynamics. In effect, the tourism sector attracts flows of visitors (potential new customers) into the territory, who may purchase products directly from producers, thus increasing the direct local economic impact and the turnover of each stakeholder.
description: Mestrado em Planeamento do Território - Inovação e Políticas de Desenvolvimento
URI: http://hdl.handle.net/10773/3433
appears in collectionsCSPT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2010000693.pdf1.85 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2