DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Secção Autónoma de Ciências da Saúde > CS - Dissertações de mestrado >
 Deglutição e envelhecimento
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3305

title: Deglutição e envelhecimento
authors: Sá, Juliana Paula Pinto de
advisors: Jesus, Luís
keywords: Sistema digestivo
Deglutição
Envelhecimento
Diagnóstico
Disfagia
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Objectivos: O trabalho do Terapeuta da Fala com os pacientes que apresentam disfagia, cada vez mais requer a necessidade de aprimorar a avaliação da deglutição, a fim de compreender o seu mecanismo para prevenir os possíveis sinais clínicos que possam surgir. A disfagia, ou alteração da deglutição, é um problema muito frequente na população idosa, principalmente porque doenças que podem ocasionar a disfagia (e.g., acidente vascular cerebral, doença de Parkinson ou doença de Alzheimer) são mais prevalentes nesta faixa etária. Dessa forma o objectivo principal deste estudo é tentar compreender e explicar o aparecimento da disfagia no idoso, visto que o envelhecimento associado a doenças neurológicas, aumentam a probabilidade da disfagia surgir, e resultam em complicações e num agravamento do quadro clínico. Método: O trabalho centrou-se na análise da probabilidade de a população idosa apresentar a disfagia. Sabe-se que a disfagia pode piorar o quadro clínico do idoso, levando a desnutrição, desidratação, pneumonias aspirativas e até mesmo ao óbito. Este estudo foi realizado com pacientes idosos que se encontram em dois Centros Paroquiais, nas freguesias do concelho de Ovar, em Portugal. O estudo incidiu sobre 50 idosos, com idades compreendidas entre 57 e 99 anos. Foi aplicado o protocolo proposto para a avaliação da disfagia, composto por duas etapas: a anamnese e a avaliação (composta por uma avaliação estrutural e por uma avaliação funcional, com alimentos de consistências líquida, pastosa e sólida). Resultados e Discussão: Foram analisados os resultados considerados mais relevantes para o diagnóstico da disfagia, sendo possível caracterizar a população avaliada. Foram encontrados idosos que devido à presença de sinais clínicos de penetração e aspiração, decorrentes de uma mastigação ineficiente (devido à ausência de dentes, hipotonia da musculatura orofacial e diminuição do reflexo da deglutição), poderiam apresentar um prognóstico reservado. No entanto desenvolveram adaptações ao longo dos anos, que diminuem as consequências da disfagia. Além disso, foi possível perceber em comparação a outros estudos que o protocolo desenvolvido neste estudo é pertinente quanto a sua funcionalidade e estruturação. Conclusões: Os riscos da população idosa dos lares pesquisados são muito semelhantes aos de outros idosos institucionalizados em Portugal. Estes idosos precisam de avaliação, reabilitação e orientação afim de diminuir os riscos de penetração e aspiração. Ao aplicar o protocolo verificou-se que uma anamnese bem feita e com informações complementares do paciente fornecidos pelo mesmo ou por acompanhantes são de extrema importância. A anamnese fornece informação complementar aos dados recolhidos pela avaliação estrutural e funcional, oferece ao Terapeuta da Fala conhecimentos que permitem diagnosticar, planear a sua intervenção terapêutica e orientar os cuidadores e familiares. ABSTRACT: Objectives: The work of the Speech Language Therapist with patients, who have dysphagia, requires the improvement of swallowing assessment in order to understand its mechanism and to prevent the possible clinical signs that may arise. Dysphasia or the alteration of swallowing is a very common problem amongst elders, mainly because the diseases that can cause dysphasia (e.g., stroke, Parkinson's Disease or Alzheimer's Disease) are more prevalent in this age group. Thus, the main objective of this study was to understand and explain the onset of dysphasia in the elderly, since the neurological diseases associated with aging, increase the likelihood of dysphasia to appear, resulting complications and worsening of the clinical condition. Method: The focus of this work was the analysis of the likelihood of the elderly population to show dysphasia. It has long been known that dysphasia may worsen the clinical condition of the elderly, leading to malnutrition, dehydration, aspiration pneumonia and even to death. This study was conducted with elderly patients who were institutionalized at two parish centres in the region of Ovar, Portugal. The study focused in 50 elders, aged between 57 years old and 99 years old. The proposed protocol was applied for the evaluation of dysphasia, and was composed of two stages: a clinical history and assessment (composed of a structural assessment and a functional assessment with food having liquid, semi-solid and solid consistencies). Results and Discussion: The results that were considered most relevant to the diagnosis of dysphasia were analysed, including a characterisation of the population involved in this study. Some elders with clinical signs of penetration and aspiration caused by inefficient chewing (caused by the lack of teeth, hypotonia of the orofacial muscles and reduction of the swallowing reflex), could have presented a reserved prognosis, but had developed adaptations over the years that reduced the consequences of dysphasia. Furthermore, it was possible to understand in comparison to other studies that the protocol developed in this study is relevant in its functionality and structure. Conclusions: The risks of the elderly population of nursing homes that have been studied are very similar to those of other institutionalised elders in Portugal. These seniors needed assessment, rehabilitation and guidance in order to reduce the risk of penetration and aspiration. The use of the protocol lead us to conclude that well structured report of the clinical history with the patient information, supplied by the clinicians or by the patients family, is extremely important. The clinical histories, along with the data collected by the structural and functional assessments, provide a wide knowledge base so that the Speech Language Therapist can diagnose, plan the therapy and advise caretakers and relatives.
description: Mestrado em Ciências da Fala e da Audição
URI: http://hdl.handle.net/10773/3305
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2010001169.pdf3.34 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2