DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Secção Autónoma de Ciências da Saúde > CS - Dissertações de mestrado >
 Perfil terapêutico e risco de interacções medicamentosas em pessoas idosas
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3296

title: Perfil terapêutico e risco de interacções medicamentosas em pessoas idosas
authors: Saraiva, Ana Carolina do Paço Ribeiro
advisors: Pimentel, Francisco Luís
keywords: Gerontologia
Geriatria
Pessoas idosas
Hemodiálise
Terapêutica
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O objectivo principal do presente estudo foi definir o perfil terapêutico e o risco de interacções medicamentosas de idosos submetidos a hemodiálise numa clínica no centro de Portugal. Assim, foram entrevistados 53 idosos com idades compreendidas entre os 65 e os 90 anos, sendo 26 do sexo feminino. O instrumento utilizado foi um questionário elaborado para o efeito, com 17 questões fechadas e que foi aplicado pela investigadora principal. A análise dos dados recorreu ao Lexi Interact® e, para análise estatística das variáveis, foi utilizado o SPSS – v.16.0™. Os idosos consumiam medianamente 10 medicamentos (mínimo – 5; máximo – 15), sendo as classes terapêuticas predominantes as dos medicamentos que actuam no Aparelho Cardiovascular (31%), Sangue (18%) e Sistema Nervoso Central (10%). Setenta e quatro por cento dos medicamentos são consumidos há mais de 1 ano e destes, 28% são consumidos há mais de 5 anos. O nefrologista é o principal prescritor da terapêutica da amostra. Foram identificadas 263 Interacções Medicamentosas dos vários tipos. As mais frequentes são as de tipo C (60,5%), seguidas das de tipo B (24,3%), tipo D (9,5%) e tipo A (5,7%); não foram identificadas Interacções Medicamentosas de tipo X. Estabeleceu-se uma correlação positiva e significativa (p ≤ 0,05) entre o número de medicamentos consumido pelo idoso e o risco de Interacções Medicamentosas do Tipo A (r = 0,28) e D (r = 0,29) e uma correlação muito significativa (p ≤ 0,01) entre a primeira variável e as Interacções Medicamentosas do Tipo B (r = 0,42) e C (r = 0,50). Verificou-se ainda que, para a amostra, não existe relação entre o número de prescritores de medicamentos e o risco de Interacções Medicamentosas. Com o presente estudo verificou-se que, à semelhança do que acontece aos idosos em geral, as interacções Medicamentosas nos Idosos submetidos a hemodiálise são um problema real, intimamente relacionado com o número de medicamentos que o idoso consome. ABSTRACT: The main purpose of the present study was to establish the therapeutic profile and the drug-drug interactions risk, in elderly age patients of hemodialysis clinic in center region of Portugal. The interview was carried out to 53 subjects with ages among 65 and 90 years (26 were females). The instrumentarium consisted in a questionnaire developed to this specific scope, with 17 questions. The questionnaire was always carried out by the main investigator. The subjects consumed a median of 10 drugs (minimum 5; maximum 15). The therapeutic classes more observed were the ones that act over the cardiovascular system (31%), blood (18%) and central nervous system (10%). Seventy-four percent of drugs are consumed for more than 1 year, being 28% taken for more than 5 years. The nephrologyst is the main prescribing physician for this sample. There have been identified 263 drug-drug interactions from various types. The most frequent interaction were from type C (60,5%), followed by B (24,3%), type D (9,5%) and type A (5,7%); type X interaction were not registered for the present subjects. A significant positive correlation (p ≤ 0,05) was obtained between the number of drugs consumed by the subject and the drug-drug interaction risk for type A (r = 0,28) and type D (r = 0,29). A very significant positive correlation (p ≤ 0,01) was observed with the type B (r = 0,42) and with type C (r = 0,50). For the present sample there was no relationship between the number of drugs prescribing physicians and the risk of drug-drug interaction. This study demonstrated that the problem of drug-drug interaction in elderly ages is also applied to hemodialysis patients. This risk is very related with the number of drugs consumed by the subject.
description: Mestrado em Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/3296
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2009001189.pdf7.4 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2