DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Secção Autónoma de Ciências da Saúde > CS - Dissertações de mestrado >
 Avaliação do risco de dependência funcional em pessoas idosas
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3283

title: Avaliação do risco de dependência funcional em pessoas idosas
authors: Mendes, Susete Maria Oliveira
advisors: Martín, José Ignacio Guinaldo
keywords: Gerontologia
Pessoas idosas
Actividades físicas
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A avaliação funcional representa uma maneira de avaliar se uma pessoa é ou não capaz de, independentemente, desempenhar as actividades necessárias para cuidar de si mesma. O objectivo deste trabalho é estudar o comportamento de duas Escalas de Actividade de Vida Diária (básica e instrumental), assim como analisar determinadas propriedades psicométricas no sentido de comprovar a pertinência das mesmas num questionário mais extenso – RNAR_75. Amostra: Foi realizada uma amostragem não-aleatória por cotas, em contexto rural, a 240 pessoas com idade compreendida entre os 75 e os 94 anos, utilizadores de cuidados de saúde primários (n=120) e de serviços comunitários (n=120). Instrumento: A Escala de Actividades de Vida Diária (AVD) de Katz e a Escala de Actividades Instrumentais de Vida Diária (AIVD) de Lawton & Brody, inseridas num questionário multidimensional – RNAR_75 – avaliaram a funcionalidade de pessoas idosas. Procedimentos: O tempo médio de aplicação do questionário de rastreio RNAR_75, foi de 20-25minutos, sendo que destes 10 minutos são para a avaliação funcional. Foram garantidos os direitos de sigilo, confidencialidade e consentimento informados aos participantes do estudo. Resultados: As Escalas de Actividades de Vida Diária de Katz e a Escala de Actividades Instrumentais de Vida Diária de Lawton & Brody obtiveram boa consistência interna, com um alpha de Cronbach de 0.80 e de 0.86, respectivamente. Para a variável Escala de AVD são estatisticamente significativos o contexto [OR=30.85 (95% I.C. 9.28-102.56)], idade [OR= 0.38 (95% I.C. 0.20-0.71)], escolaridade [OR=10.10 (95% I.C. 3.51-29.09)], depressão [OR=0.41 (95% I.C. 0.19-0.91)], e estado mental dicotomizado em alterações ligeiras ou ausentes e alterações severas [OR=0.11 (95% I.C. 0.04- 0.35)], e sem alterações e alterações severas ou ligeiras [OR=0.10 (95% I.C. 0.04-0.23)]. Para a variável Escala de AIVD são estatisticamente significativos, o contexto [OR=15.47 (95% I.C. 6.94-34.50)], escolaridade [OR=3.05 (95% I.C. 1.72-5.44)], depressão [OR=0.42 (95% I.C. 0.23-0.76)], estado mental, na dicotomização sem alterações e alterações severas e ligeiras [OR=0.26 (95% I.C. 0.15-0.48)], distúrbios auditivos [OR=1.83 (95% I.C. 1.01-3.31)] e visuais [OR=2.35 (95% I.C. 1.30-4.27)]. Conclusão: O estudo da Escala de AVD de Katz e da Escala de AIVD de Lawton & Brody revela que ambas são fiáveis, podendo constituir uma estratégia de avaliação da capacidade funcional das pessoas idosas no questionário RNAR_75. ABSTRACT: The functional assessment represents a way of evaluating if a person is capable or not, independently, of performing the activities/tasks needed to take care of herself. The goal of this work is to study the behavior of two scales of activity related to daily life (basic and instrumental) as well as analyze certain psychometric properties so that we can confirm the importance of these in a more extensive questionnaire – RNAR_75. Sample: It was performed a sampling non-random by quotas in a rural context, to 240 persons (ages understood between 75 and 94 years old) users of the primary health care (n=120) and communitarian services. Instruments: Scale of Activities of Daily Living (ADL) of Katz and Scale Instrumental Activities of Daily Life (IADL) of Lawton & Brody, inserted in a multidimensional questionnaire – RNAR_75 – evaluated the functionality of the old people. Procedures: the average time of the application of the screening questionnaire - RNAR_75 – was 20 to 25 minutes, 10 of these minutes were for functional assessment. The rights of secret, confidentiality and consent were assured and the participants of the study were informed. Results: ADL and IADL Scales have had a good internal consistence, with an alpha de Cronbach de 0.80 and 0.86. For the variable scale ADL are statistically important the context [OR=30.85 (95% I.C. 9.28-102.56)], age [OR= 0.38 (95% I.C. 0.20-0.71)], education [OR=10.10 (95% I.C. 3.51-29.09)], depression [OR=0.41 (95% I.C. 0.19-0.91)], and mental condition dichotomized in small changes [OR=0.11 (95% I.C. 0.04-0.35)], and without changes and severe changes or small [OR=0.10 (95% I.C. 0.04-0.23)]. For the variable scale of AIDL are statistically significant the context [OR=15.47 (95% I.C. 6.94- 34.50)], education [OR=3.05 (95% I.C. 1.72-5.44)], depression [OR=0.42 (95% I.C. 0.23-0.76)], mental state, on the dichotomization without changes and severe and small changes [OR=0.26 (95% I.C. 0.15-0.48)], hearing disturbance [OR=1.83 (95% I.C. 1.01-3.31)] and visuals [OR=2.35 (95% I.C. 1.30-4.27)]. Conclusion: The study of these two scales shows those both are reliable and might be used as a strategy of evaluating functional ability of the old persons on questionnaire RNAR_75.
description: Mestrado em Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/3283
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2009000498.pdf574.66 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2