DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Secção Autónoma de Ciências da Saúde > CS - Dissertações de mestrado >
 Razão e sensibilidade no cuidado informal : narrativas de homens idosos cuidadores
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3282

title: Razão e sensibilidade no cuidado informal : narrativas de homens idosos cuidadores
authors: Pinto, Carla Viviana Dores Tavares
advisors: Silva, Alcione Leite da
keywords: Gerontologia
Pessoas idosas
Envelhecimento
Cuidados de saúde
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Este estudo teve como objectivo explorar as experiências de homens idosos pobres no cuidado do (a) familiar dependente. O método mais adequado para atingir o objectivo do estudo foi a história oral, na medida em que permitiu conhecer as narrativas de homens cuidadores, a partir das suas experiências de cuidado. Para o estudo, foi seleccionada uma amostra constituída por onze cuidadores homens idosos que se encontravam a cuidar das esposas, em situação de dependência. A recolha de dados foi realizada através da entrevista semi-estruturada. A análise de colectânea de entrevistas foi o método utilizado para a análise dos dados qualitativos, com o apoio do programa de pesquisa qualitativa QSR Nvivo. Neste estudo, todos os procedimentos éticos foram salvaguardados. Como principais resultados podemos considerar que os maridos idosos constituem o principal recurso na satisfação das necessidades do cuidado às suas esposa. Eles, afastam-se dos estereótipos culturalmente construídos e são capazes de se envolverem em actividades de vida diárias, actividades instrumentais e emocionais. Para todos os participantes do estudo, esta experiência foi um acontecimento inesperado, para o qual não se encontravam preparados. Nesta perspectiva, várias são as razões que justificam o seu envolvimento no cuidado, entre elas, o dever, o compromisso marital, a afectividade e a reciprocidade. A falta de apoio dos filhos e a disponibilidade para cuidar são também razões apontadas por estes homens. Dada a complexidade do cuidado, estes cuidadores manifestam uma ambiguidade de sentimentos; por um lado, revelam sentimentos de satisfação, dedicação, desejo de cuidar e felicidade. Por outro lado, expressam tristeza, revolta, desânimo e angústia. Alguns deles sentem-se sós, isolados e sobrecarregados, uma vez que o apoio da família é insuficiente, ou meramente ocasional. A nível formal, alguns contam com o apoio domiciliário, o centro de dia e a empregada doméstica. Este tipo de apoio é fundamental, uma vez que dá assistência a este grupo de cuidadores, que quase sempre se encontra sem outras alternativas. Assim, são as condições de saúde e económicas destes homens, o grau e tipo de depenência de suas esposas e a existência de ajudas complementares que determinam as suas necessidades. No seu quotidiano, eles revelam carência de ajudas técnicas, apoio financeiro, formação, informação e tempos livres, destacando-se em maior escala a necessidade emocioal manifestada pela necessidade de alguém que os ajude e esteja presente diariamente. Com este estudo pretendo dar uma nova visibilidade a este grupo de cuidadores e suas especificidades. ABSTRACT: This study aimed to explore the experiences of elder and poor men in caring for dependent relatives. The most appropriate method to achieve the objective of the study was the oral history, because that helped identify the narratives of male caregivers from their experiences of care. For the study it was selected a sample of eleven elderly caregivers men who had wives to take care of, in a situation of dependency. Data collection was made by semi-structured interviews. The analysis of the collection of interviews was the method used to analyse the qualitative data, with the support of the program of qualitative research QSR Nvivo. In this study, all the ethical procedures were safeguarded. As main results we can consider that elder husbands are the primary resource in reaching care needs to their wives. They turn away from stereotypes culturally constructed as they are able to engage in activities of daily living, instrumental and emotional activities. For all participants in the study, this experience was an unexpected development, for which they were not prepared. From this perspective, many are the reasons for its involvement in caring, including the duty, the marital commitment, the affection and reciprocity. The lacks of support from their children to care due to their availability are also reasons given by these men. Given the complexity of caring, these caregivers felt a feeling of ambiguity: On the one hand, show feelings of satisfaction, dedication, desire for happiness and caring; but on the other hand, express sadness, anger, dismay and anguish. Some of them even feel alone, isolated and burdened, as the family's support is insufficient, or merely incidental. In the formal level, some of them rely on home care, Day’s Centre and maid. This type of support is crucial, since it provides assistance to this group of caregivers, who often is without another alternative. Therefore are the health and economic conditions of these men, the grade and type of dependency of their wives, and the existence of additional aid which determine their needs. In their daily lives, they show a lack of technical and financial support, training, information and leisure. They demonstrate in particular a lack of emotional support expressed by the need for someone to help them and to be present every day. With this study I intend to give a new visibility to this group of caregivers and their specificities.
description: Mestrado em Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/3282
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2009000482.pdf374.01 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2