DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Instituto Superior de Contabilidade e Administração > ISCA - Dissertações de mestrado >
 Impactos da aplicação do regulamento nº 1606/2002, do parlamento europeu e do conselho. : as potenciais implicações em matéria de tributação directa
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/3241

title: Impactos da aplicação do regulamento nº 1606/2002, do parlamento europeu e do conselho. : as potenciais implicações em matéria de tributação directa
authors: Rocha, Tânia Alexandra Pires
advisors: Antão, Avelino Azevedo
Anjos, Carlos Alberto Valente dos
keywords: Contabilidade e auditoria
Normalização contabilística
Tributação
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Este estudo incide, essencialmente, sobre as implicações que o Regulamento n.º 1606/2002 do Parlamento Europeu e do Conselho teve, ao nível da tributação directa, na República da Irlanda. O Regulamento n.º 1606/2002 do Parlamento Europeu e do Conselho surgiu da necessidade que se vinha a sentir derivada da internacionalização cada vez mais crescente das empresas. Este, veio obrigar a que as empresas-mãe, que tenham os seus títulos cotados num mercado regulamentado, elaborem as suas contas consolidadas de acordo com as IFRS, deixando em aberto a possibilidade de os Estados Membro permitirem, proibirem ou obrigarem a sua aplicação nas outras contas. Neste estudo também abordamos a harmonização fiscal, no que respeita à tributação directa, no seio da União Europeia. ABSTRACT: This study is essentially about the implications of the Regulation nº. 1606/2002 of the European Parliament and of the Council, in terms of direct taxation, in Republic of Ireland. Regulation nº. 1606/2002 of the European Parliament and of the Council, came from the necessity that was being felt, caused by increase of the internationalisation of companies. This Regulation states that for each financial year starting on or after 1 January 2005, companies governed by the law of a Member State shall prepare their consolidated accounts in conformity with the international accounting standards if, at their balance sheet date, their securities are admitted to trading on a regulated market of any Member State, leaving the option to the Member States of allowing, prohibit or impose their use in the other accounts. In this study, we also focus the tax harmonization, in terms of direct taxation, nside the European Union.
description: Mestrado em Contabilidade - Fiscalidade
URI: http://hdl.handle.net/10773/3241
appears in collectionsISCA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2010000149.pdf981.73 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2