DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Matemática > MAT - Dissertações de mestrado >
 A história da matemática na "Área de projecto" no 8º ano de escolaridade
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/2881

title: A história da matemática na "Área de projecto" no 8º ano de escolaridade
authors: Paulino, Ana Ribeiro Braga Silva
advisors: Pereira, Isabel Maria Cabrita dos Reis Pires
keywords: Ensino da matemática
História da matemática
Trabalho de projecto
Ensino básico 3º ciclo
issue date: 2006
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Acredita-se que, uma das formas de contrariar o insucesso educativo a Matemática, directamente relacionado, nomeadamente, com o pouco interesse e a falta de motivação que os alunos têm para com esta disciplina, passa pela construção dum conhecimento mais aprofundado sobre como evoluíram os conceitos abordados, quais as personagens mais directamente ligadas a esse processo e quais os métodos utilizados pelos nossos antepassados para chegar onde se está hoje. Por outro lado, acredita-se que tal construção será mais significativa se suportada por trabalhos de projecto, desenvolvidos pelos próprios alunos e que o espaço privilegiado para o desenvolvimento de tais projectos é a área curricular não disciplinar – Área de Projecto. A questão chave deste estudo centra-se, então, no impacte que o desenvolvimento de projectos no âmbito da Área de Projecto, que facilite o conhecimento do passado, no que respeita à matemática, pode ter no sucesso educativo da Matemática. Consultada a literatura da especialidade, explorou-se a importância da história da matemática no seu ensino fazendo-se, em paralelo, uma análise do contexto do aparecimento e das características de uma nova área curricular não disciplinar – a Área de Projecto. Desenvolveu-se, então, um estudo numa turma do 8º ano de escolaridade, no âmbito da Área de Projecto, onde os alunos realizaram trabalhos ligados à história da matemática. Posteriormente, fizeram a divulgação desses trabalhos pela comunidade escolar e, em particular, pelos colegas da sua turma, na disciplina de Matemática. Esperava-se que tal envolvimento contribuísse para uma visão mais positiva de tal área não disciplinar e, em simultâneo, para o desenvolvimento de várias competências transversais, gerais e específicas e, em última instância, para a construção duma (nova) cultura matemática. Da análise dos trabalhos desenvolvidos ao longo do ano e da forma como estes decorreram, verificou-se que os assuntos ligados à história da matemática têm, definitivamente, um papel importante no processo de ensino e de aprendizagem. Os alunos mostraram muito interesse e empenho nos trabalhos e modificaram, de certa forma, a sua forma de ver a matemática e a própria Área de Projecto. Os resultados deste estudo sugerem que o caminho pode constituir uma via para a valorização do processo de ensino e de aprendizagem, mas que ainda há um longo caminho a percorrer para que os estudantes deixem de ver a matemática e a sua história como campos separados e autónomos. Esse caminho tem, definitivamente, de começar no 1.º ciclo do ensino básico de modo a formar consciências o mais cedo possível. Finalmente apresentam-se sugestões para estudos futuros. ABSTRACT: One of the ways of contradicting poor Mathematics results is perhaps to build a better understanding of the evolution of the concepts studied, who the people most directly linked with that process are and what methods were used by our forefathers. That construction will be more significant if it will be supported by project work, developed by students. So, we think that the privileged space for that development is a new curricular area called “Área de Projecto”. We intend to study the impact that the development of this kind of projects can have in the Mathematics success. The link between the mathematic history and its teaching was investigated, as well as the context of the appearance of a new school subject called “Área de Projecto”. Therefore, an 8th grade case study was conducted in this new subject area. Projects related to the mathematics’ history were done and these were subsequently displayed throughout the school by the referred class. It was hoped that this kind of active involvement by the students would contribute to the development of a more positive mindset of “Área de Projecto”. It was also important the development of the various transversal, general and specific skills. In this way, we want to make a contribution to a “new” Mathematics conscience. From the careful analysis of the various projects done, it can be concluded that a study of the mathematics history plays an important role in the teaching-learning process. The students had shown a great interest in and made every effort to do these projects, and having, in a certain way, changed their Mathematics’ and “Àrea de Projecto”’s mindset. The results of this study suggest that the groundwork can constitute a way to the valuation of the teaching and learning process. Howevwr, there is still much work to be done in order that Mathematics’ students can stop seeing the subject and its history as separate and autonomous domains. This type of groundwork should definitely be undertaken in the first four years of Primary School so as to form Mathematics’ mindset as early on as possible in young learners. As a way of concluding, suggestions for future studies on the subject are presented.
description: Mestrado em Ensino de Matemática
URI: http://hdl.handle.net/10773/2881
appears in collectionsMAT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2007001405.pdf31.09 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2