DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Engenharia Mecânica > MEC - Dissertações de mestrado >
 Sistema de bioextrusão para a engenharia de tecidos
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/2475

title: Sistema de bioextrusão para a engenharia de tecidos
authors: Mota, Carlos Miguel Domingues
advisors: Simões, José António de Oliveira
Bártolo, Paulo Jorge da Silva
keywords: Engenharia mecânica
Engenharia biomédica
Tecidos (Biologia)
Materiais biocompatíveis
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A engenharia de tecidos é um domínio emergente multidisciplinar, que combina especialistas de múltiplos domínios no sentido de se produzirem substitutos biológicos para restaurar, manter ou melhorar a função de um tecido ou órgão. A estratégia mais importante em engenharia de tecidos envolve a deposição de células sobre matrizes de suporte biocompatíveis e biodegradáveis. Esta estratégia permite a manipulação experimental a três níveis com o objectivo de se obterem estruturas optimizadas: células, os materiais utilizados no fabrico de matrizes de suporte (scaffolds) e o processo de fabrico. Neste trabalho propõe-se um novo processo de biofabricação baseado no princípio da extrusão e designado por Bioextruder. Este sistema foi concebido para a produção de matrizes multifuncionais ou para a impressão de soluções célula/polímero. O sistema foi testado para o caso da policaprolactona, material biocompatível e biodegradável. Com este material produziram-se scaffolds com diferentes topologias, possuindo poros de geometria quadrada com dimensão aproximada de 650 mm e diâmetro de filamento de 250 mm. As condições de processamento não originaram qualquer tipo de alteração química na estrutura da policaprolactona, preservando as suas características de biocompatibilidade. Foi observado no fabrico dos scaffolds um elevado grau de repetibilidade e elevada precisão. Finalmente a análise de citotoxicidade efectuada sobre a policaprolactona processada e não processada demonstrou um elevado nível de proliferação celular. ABSTRACT: Tissue engineering is an emerging, multidisciplinary scientific field where a broad range of experts combine their knowledge and efforts in order to produce biological substitutes to restore, maintain or improve tissue function. The most promising approach in tissue engineering involves the seeding of 3D biocompatible and biodegradable scaffolds, with donor cells to promote tissue regeneration. This approach allows experimental manipulation at three levels to achieve optimal constructs: the cells, the biomaterial used for the scaffold and the fabrication technique. This study proposes a novel extrusion based technology called Bioextruder to produce functionally graded tissue engineering scaffolds and to print solutions cell/polymer. Policaprolactone (PCL) has been used to test the Bioextruder device. Scaffolds with different geometries have been made by layers of directionally aligned microfilaments. The PCL scaffolds were produced with an approximate channel size of 650 mm, filament diameter of 250 mm and regular geometrical square pores. Processing conditions do not cause any chemical change in the structure of PCL, keeping its biocompatibility characteristics. High levels of accuracy and repeatability have been achieved. Finally cytotoxicity analysis of both non processed and processed PCL revealed a high level of cell proliferation.
description: Mestrado em Engenharia Mecânica
URI: http://hdl.handle.net/10773/2475
appears in collectionsMEC - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file sizeformat
2009000869.pdf4.27 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2