DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial > DEGEI - Teses de doutoramento >
 Knowledge dilemmas : the perspective of two Portuguese organisations
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1859

title: Knowledge dilemmas : the perspective of two Portuguese organisations
authors: Sousa, Maria José Dias Carocinho
advisors: Gouveia, Joaquim José Borges
keywords: Gestão industrial
Eficácia das organizações
Gestão do conhecimento
Difusão do conhecimento
Conhecimento tácito
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A presente investigação pretende examinar se existe uma convergência entre as diferentes percepções dos actores organizacionais, no que respeita à criação e uso/partilha de conhecimento durante o processo de inovação e mudança organizacional. Iremos igualmente tentar compreender se o conhecimento individual – técnico e organizacional – tem impacto na inovação organizacional e no processo de mudança e, consequentemente, no rumo da organização. Iremos conceptualizar o conhecimento individual como conhecimento tácito e assumir que poderá impulsionar a inovação organizacional e, consequentemente, o desenvolvimento da organização. Contudo, iremos assumir que a partilha do conhecimento explícito não poderá ser separada do processo de compreensão, sendo necessário o conhecimento tácito individual para completar a partilha. O conhecimento explícito e o conhecimento tácito serão ambos estudados como dois elementos inseparáveis porque consideramos que o conhecimento explícito necessita de uma compreensão tácita da linguagem que estrutura o conhecimento explícito. Neste contexto, este estudo apresenta as conclusões acerca dos métodos e formas de interacção e partilha de conhecimento entre os actores organizacionais no que toca à inovação organizacional e aos processos de mudança. A informação será recolhida por via de entrevistas e a técnica Group Recall usando a metodologia de investigação-acção. Este estudo contribui, de várias formas, para o desenvolvimento de um quadro teórico e empírico sobre o conhecimento e a partilha de conhecimento tácito em contextos de inovação organizacional e de processos de mudança. Em primeiro lugar, identifica e analisa as diferentes percepções dos actores organizacionais sobre a partilha e o uso do conhecimento individual durante os processos de inovação organizacional. Em segundo lugar, apresenta o impacto do uso do conhecimento individual partilhado e/ou criado durante os projectos de inovação organizacional nos processoe e práticas da organização. Em terceiro lugar, propõe um conjunto de perfis de conhecimento que podem potenciar a criação e partilha de conhecimento entre os actores organizacionais. Em quarto lugar, sugere um modelo facilitador da partilha de conhecimento que pode servir de referência para investigadores e para profissionais das organizações em processos de inovação organizacional e de mudança. Finalmente, este estudo propõe algumas direcções para futuras investigações e sugere algumas questões de estudo que emergiram desta investigação e que poderão ser exploradas.

This research examines if there is a convergence between the different perceptions of organisational actors regarding to the creation and use/share of knowledge during organisational innovation and change processes. We will also try to understand if individual knowledge – technical and organisational – impacts in the organisational innovation and change process and consequently in the organisation’s direction. We will conceptualize individual knowledge as tacit knowledge and assume that it may boost organisational innovation and consequently company development. However, we will assume that the share of explicit knowledge cannot be separated from a process of understanding, needing the individual’s tacit knowledge to complete the share. Explicit and tacit knowledge will be studied as two inseparable assets, because in our assumption explicit knowledge needs a tacit understanding of the language in which explicit knowledge is structured. In this context, this study presents findings about methods and forms of interaction and knowledge sharing between organisational actors in organisational innovation and change processes. Data will be collected through interviews and group recall techniques using the Action Research methodology. This study contributes to the body of knowledge about tacit knowledge sharing in organisational innovation and change processes in several ways. Firstly, it identifies and analyses the different perceptions of organisational actors about the use of individual knowledge during the process. Secondly, it presents the impacts of the use of individual knowledge shared and created in the organisational innovation and change process in the organisation strategies. Thirdly, it proposes knowledge profiles as facilitators of knowledge sharing between organisational actors. Fourthly, it provides a model with several guidelines for researchers and practitioners that they can use in organisational innovation and change processes supported by knowledge sharing. Finally, the study provides directions for avenues of future research, and suggests some research questions arising out of these findings that might be explored.
description: Doutoramento em Gestão Industrial
URI: http://hdl.handle.net/10773/1859
appears in collectionsDEGEI - Teses de doutoramento
UA - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
2009001042.pdf4.09 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2